História (A.B.O) Lovers - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Kris Wu, Personagens Originais, Tao
Tags Baek, Chanbaek, Chanyeol, Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Lay, Mpreg, Suho, Sulay, Taoris, Wu Kris, Zi Tao
Exibições 557
Palavras 690
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Cap aí pra vcs ^^ Essa semana as coisas voltam ao normal. Depois que essa fic acabar estava pensando em começar a uma Jikook, o que vcs acham?

Capítulo 14 - Cap 14


~9 meses~ ~23:40~


P.o.v KyungSoo


Estava limpando o quarto do bebê que finalmente tínhamos comprado e ajeitado tudo. O quarto estava perfeito, com cortinas brancas de renda, um berço azul claro e o teto com uma pintura do espaço e pontinhos que brilhavam a noite parecendo estrelas. Exatamente do jeito que eu queria.

— Quer ajuda Soo? - Ouvi a voz de Kai e olhei para ele fingindo estar bravo.

— Agora que já fiz tudo sozinho? - Falei tentando ser o mais convincente possível.

— Desculpa amor, eu juro que não sabia que já estava limpando se não teria vindo antes.

— Eu tô brincando ô sentimental. Fiz tudo rapidinho, nem precisei de ajuda, foi bem rápido. - Sorri e me aproximei dele.

— Você me enganou Do KyungSoo? - Falou ele fingindo surpresa

— Sim u.u

— Isso não vai ficar assim - Ele se aproximou devagar de mim e começou a fazer cócegas em meu pescoço e barriga.

— P-p-para - Tentava falar enquanto corria de rir.

— Pede desculpa

— D-desc-culpa. - Respirei fundo depois que ele parou e me sentei no chão na posição de lótus enquanto dava as últimas risadas. — Aí que dor - Falei passando a mão na barriga

— O QUÊ? AI MEU DEUS TA TUDO BEM ? O BEBÊ VAI NASCER MAIS CEDO? - Jongin dando uma de pai coruja

Claro que eu ri muito daquela cena

— Não calma tá doendo de tanto rir. não é nada. - Vi sua expressão aliviado e acabei soltando um riso.

Kai sem dúvidas seria um pai coruja. Ele passava madrugadas conversando com minha barriga, fez questão de ir comigo comprar as roupinhas e todos meus desejos ele realizava mesmo sendo os mais estranhos.

— Vamos deitar? Estou cansado.

— Claro amor.

Me levantei com ajuda de Kai e fomos andando para nosso quarto, agora estávamos morando em um apartamento em um bairro mais seguro. Não foi minha escolha, claro que foi idéia do pai coruja que não queria que o filho estivesse em um bairro sem segurança.

Eu realmente estava muito feliz com Kai, ele estava fazendo várias coisas por mim e disse que enquanto nosso bebezinho não nascer ele não vai parar de tomar os remédios para atrasar seu cio. Não via a hora de ter ele todinho para mim denovo.

Dormimos juntos depois de um bom banho quente e como sempre Kai ficou conversando com o bebê

~04:03 da madrugada~

Acordei sentindo fortes dores em meu ventre e quando me levantei percebi que minhas pernas estavam molhadas, então sem dúvidas aquilo só podia significar uma coisa: Minha bolsa estourou e nosso filhotinho está pronto para nascer.

— Jongin acorda.

— Ah Soo, estou cansado depois compro o que quiser. - Ele falou em um resmungo e eu virei os olhos.

— A ta bom então, vou ir sozinho pro hospital mesmo. - Falei pegando a bolsa do bebê e indo em direção a porta, é claro que eu não ia sozinho mais com isso ele sem dúvidas acordaria.

— Hospit...... - Ele nem terminou de falar e deu um pulo da cama indo atrás de roupas. — Aí meu santo alfa, o que eu faço agora? - Ele falava desesperado.

— Primeiro vai lavar essa cara e acordar, depois avisa os meninos e me leva pro hospital porque está doendo porra! - Eu realmente não queria falar daquele jeito com ele mais estava doendo muito e ele ter um ataque de pânico ali agora não ia ser uma boa idéia nem era uma boa hora.

Ele terminou de fazer tudo aquilo e fomos em direção ao hospital ****, chegando lá eu fui para a sala de cirurgia com muito medo e Kai acabou não podendo ir por esquecer seus documentos.


 P.o.v Kai


Naquele momento eu queria me jogar da ponte, como eu pude esquecer meus documentos logo agora? Vou perder o nascimento do meu filhote por idiotice. Aish!

Só estava torcendo pra tudo dar certo e Soo ficar bem. Nossa vida estava ótima, com o bebê, os amigos e até o mal entendido com Youngjae já tínhamos resolvido. Agora era só esperar para começamos nossa vida em família. 


Notas Finais


Desculpa pelo cap pequeno ;-; O próximo vai ser maior e provavelmente o último ou penúltimo ok?

Mesmo pequenininho espero que tenham gostado. Bjs ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...