História "Absolutamente Nada" - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Carta, Sozinho
Exibições 20
Palavras 319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Lírica, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - 24 de Novembro, madrugada.


Fanfic / Fanfiction "Absolutamente Nada" - Capítulo 1 - 24 de Novembro, madrugada.

Olá. A quem escrevo. Eu não sei como isso vai ser, mas, decidi escrever a alguém. A quem leia isso. Exatamente como no livro “As vantagens de ser invisível”. A única diferença aqui, é que minha vida não é tão legal quanto a do Charlie. Sinto muito por isso. Vou me esforçar nisso. Nunca me disseram que eu devia me esforçar, nem mesmo na escola. Acho que os professores perceberam bem cedo que não poderiam esperar nada de mim. No geral, as coisas são assim. Até hoje.


Bem, a verdade é que eu decidi escrever para você, já que não tenho mais a quem recorrer, e, ultimamente os pensamentos estão me sufocando, e meus meios pra me livrar deles já não são tão eficientes. Eu me sinto perdido.


Eu acho que amo uma garota. E nós somos amigos. Tive que me afastar por conta disso. Eu não acho que ela sinta minha falta. Talvez, ela nem pense em mim. Não sei se isso faz diferença agora. Talvez faça.

Nós costumávamos conversar todos os dias, e era bom, porque, ela sempre me deixava falar. E eu me sentia bem enquanto conversava com ela. Além disso, tinha plena consciência do meu papel de amigo. Era simples assim. Até que tudo mudou, e eu passei a me sentir um nada. Eu passei a querer abraçá-la, e estar com ela. E isso me remoia a noite, porque eu nunca conseguia ver ela. Então eu passei a querer ouvi-la, mas ela nunca estava sozinha, e ficava complicado conversar na frente da irmã. Então ela teve que dedicar mais tempo as atividades do dia a dia, tinha a escola, o curso a igreja e a vida. Sem mim, é claro. Ela tinha uma vida fora de mim. Mas, eu só vivia ela. Não a culpo. Ainda somos amigos, mas, eu decidi dar um tempo. Por isso estou escrevendo para você. Eu preciso. Acredite.

Boa noite, Amigo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...