História "Absolutamente Nada" - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Carta, Sozinho
Exibições 18
Palavras 685
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Lírica, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - 24 de Novembro, manhã.


Bom dia, amigo. Hoje eu não trabalho, e acho que vou ficar em casa o dia todo, dentro do quarto é claro. Eu li o'que tinha escrito ontem, não foi muita coisa, logo depois de escrever eu caí no sono. Isso não estava nos planos. Eu tinha feito uma garrafa de café, mas acabei tomando só uma xícara.

Atualmente, me encontro deitado na cama, não sei exatamente o que dizer, acho que parte do meu cérebro ainda não despertou. Brincadeira. Ele sempre está desperto. Eu tinha dito antes que não se pode esperar nada de mim. Eu avisei. Me desculpe amigo.


Quando eu saio do trabalho, fico olhando os colegiais passarem por mim, e, lembro de quando eu estava na posição deles. Não sei bem o que eu pensava, mas lembro que eu já amava alguém naquele tempo. Eu sempre tive quem amasse, mas nunca fui amado da mesma forma. Eu entendo minha posição agora. Por favor, não me entenda mal.


Sinto que devo falar mais sobre a garota que amo agora. Mas, antes preciso corrigir algo. Eu estou apaixonado por ela. Ainda não é amor, eu acho. A questão é que eu gosto muito dela, e não consigo mais não pensar em estar com ela. Antes, conversar bastava, agora eu sinto falta dela. Você pode me entender? Compreende o'que eu digo? Eu sinto falta dela. Mesmo que nada tenha acontecido. Eu sinto falta, essa era a ideia. Eu tinha dito a você que decidi me afastar, não foi? Bem, acho que eu precisava pensar, pelo menos foi o que disse a ela. Até agora, não cheguei a conclusão nenhuma. Não acho que tenha que forçar as coisas, talvez ela nem sinta falta de conversar comigo. Eu espero que me torne alguém capaz de enxergar essas coisas.


Hoje faz três dias que não nos falamos, e eu não paro de pensar no que ela está fazendo agora, com quem está conversando. E se pensa em mim enquanto conversa com outra pessoa. Seria possível isso? No meu caso não. Otimismo demais, não sou assim. Nem serei.


Eu costumava achar que as coisas estavam indo bem, já que não precisava me preocupar com outra pessoa me substituindo. Eu era apenas um amigo, e normalmente as pessoas fazem diversos amigos, e conseguem ser amigas de todas elas simultaneamente. Não há riscos nisso, não é? Errado, eu vejo riscos nisso, porque se ela não achar que minha amizade vale muita coisa, vai acabar me deixando de lado, e, é natural que isso aconteça. Acontece sempre. Você deve saber disso, amigo.

O fato é que, mesmo com minha personalidade desinteressante e problemática, ela não me deixou de lado. No duro mesmo, ela não me deixou. Isso é incrível não é? Acho que me apaixonei por ela aí. Não sei se posso resumir minha paixão nesse fato, mas, isso foi muito importante. Acredite.


Quando eu descobri que estava apaixonado, quando tudo que eu queria ouvir quando chegasse em casa fosse a voz dela, quando eu pensava nela enquanto lia um livro, ou enquanto estudava para o vestibular. Quando eu passei a me sentir triste por não estar do lado dela. E então depois, comecei a me sentir muito sozinho e triste por saber que eu nunca faria o papel de namorado ou coisa que o valha, por ter a certeza de que eu não tinha valor em meio aos amigos e possíveis pretendentes que ela tinha, ou iria vir a ter. Eu não era nada no meio disso, mesmo quando ela dizia que eu era importante, que eu significa algo a ela. Eu ainda sentia os resquícios de dúvida nisso.

Então, eu pensei que se um dia eu pude perceber que estava apaixonado por ela, mesmo que isso não estivesse nos meus planos, ela também poderia perceber que eu não valia o esforço. E então a dúvida seria uma certeza. Eu não era o suficiente pra ela. A questão é que eu não quis ficar pra ver isso acontecer. Isso dói muito. E estou começando a me sentir sozinho e triste novamente. Talvez eu vá ao cinema. Sozinho é claro.

Até mais. Amigo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...