História AC Unity II-Inspirada em AC Black Unity - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Assassin's Creed
Personagens Arno Victor Dorian
Tags Arno Dorian, Assassin´s Creed Unity, Assassin's Creed
Visualizações 4
Palavras 468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpas por esse cap não ter imagem :v

Capítulo 3 - Família


23 de fev de 1807

Fui ao meu quarto junto com Frederick, para ver a pintura.

Ele tirou o pano e a pintura retratava três pessoas: um senhor de idade, mas não tão velho assim; uma jovem de olhos azuis e cabelos ruivos, muito parecida comigo; e um rapaz que aparentava ter a mesma idade que a moça, ele usava um rabo de cavalo, que prendiam seus cabelos castanhos, os olhos, eram da mesma cor que o cabelo.

- É a minha família?

- Sim, Juliét. São os De La Serre.

- Qual o ano dessa pintura?

-1783. No natal, se não me engano.

- Você poderia me dizer quem é quem?

- Sim, claro! O senhor que você vê no quadro é François De La Serre, grão-mestre templário da França na época; a moça que aparece ao lado dele é Élise De La Serre, filha dele e sua mãe; e por último, o sujeito que aparece junto deles é Arno Victor Dorian, protegido do seu avô, e também é seu pai. -

-Todos estão mortos, não é?

-Pra falar a verdade, os únicos que eu tenho certeza que faleceram são sua mãe e seu avô, quanto a Arno não tenho certeza, a última vez que vi ele foi um tempo depois de Élise ter falecido. Mas acho que ele está vivo.

Eu estava realmente confusa... se meu pai está vivo, por que nunca veio até aqui? Perguntei isso ao sr. Weatherall.

- Ah, querida Juliét. Sua mãe não contou ao seu pai. Quando ela engravidou, Élise e Arno estavam procurando uma pessoa que tinha planejado o assassinato de seu avô. Sua mãe, assim que descobriu que estava grávida, passou um tempo longe de todos, pois acreditava que quando eu e seu pai descobrissemos isso iríamos tirar o foco do objetivo de vingar mousieur De La Serre e ficarmos apenas nos preocupando com a criança. Pelo menos foi isso que li no diário de Élise, seu pai ficou com os outros diários dela, ela escreveu sobre a gravidez, mas depois arrancou as folhas que falavam sobre isso. Achei elas no fundo de seu baú.

-Então minha mãe não queria que vocês soubessem sobre mim?

Sobre minha existência? Ela não queria que o próprio pai da criança soubesse?

Estava furiosa, como minha mãe, que sempre imaginei que fosse uma pessoa boa, seria capaz de uma coisa dessas?

- Calma! Não é bem assim. Ela planejava contar a todos sobre você quando tivessem vingado seu avô, mas infelizmente, Élise morreu quando foi matar o responsável pelo assassinato.

Passei o dia conversando com o sr. Weatherall, ele me contou várias histórias de quando minha mãe era criança, de que ela tinha uma personalidade muito segura de si, de como ela sempre conseguia se meter em confusões e levar meu pai junto. Como eu disse anteriormente, aquele foi um dos dias mais felizes da minha vida.


Notas Finais


Então foi isso kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...