História Academic Work - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~LiaDiAngelo

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Yoonseok
Exibições 83
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OBRIGADA PELOS +50 FAVORITOOOOSSS
EU TO TÃO EMOCIONADA
O CAPÍTULO ESPECIAL SAI AS 22H
E EU ESPERO QUE VCS GOSTEM PQ EU TO QUASE CHORANDO DE EMOÇÃO

Capítulo 14 - 14! 열넷


[P. O. V. Min Yoongi]

 Ta, eu desisto.

Por que infernos minha dupla foi ser aquele garoto-perdição?

Amanhã eu vou ir de novo para a casa de Hoseok e eu não consigo nem olhar no rosto dele direito.

Coração, para.

Não é hora de se apaixonar, muito menos por um garoto hetero, que está interessado em uma garota e é a sua aula em um trabalho importante.

Eu juro que um dia eu tenho que aprender a mentir.

Cheguei no refeitório no intervalo entre as aulas e fui a mesa onde estavam os meninos. Não vi o Hobi e estranhei um pouco, pois o mesmo sempre estava ali.

- Bom dia, hyung! - Tae disse sorrindo e observei os outros sorrindo também.

- Estão tão alegres por que? - Disse e sorri.

- Vamos ir comer pizza no final de semana, quer ir junto?

- Onde?

- Na minha casa - Olhei para Jin, que sorriu pra mim. Por que está todo mundo sorrindo, parem essas pessoas - Pode ir, eu que vou fazer.

- O hyung cozinha tão bem.

- Tudo bem, eu vou.

- Que bom, hyung - Me sento na mesa e olho para Tae - Vai ser legal todo mundo se encontrar fora da escola.

- Fora da escola o que? - Me virei e vi Hoseok chegando suado e com seu cabelo preso em sua testa por conta do suor, assim como parte da roupa em seu corpo. Podia jurar que vou ter uma síncope com essa visão. - O que vocês estão tramando?

- Ir na casa do Jin-hyung comer pizza.

- Você vai hyung? - Hoseok olhou pra mim com os olhinhos brilhando e eu concordei com a cabeça. - Então eu vou também.

- Aish. Se ele não fosse você não iria? - Rio baixo de Jin que fez uma cara de reprovação.

- Claro que iria.

- Então por que perguntou antes?

- Aigoooo, pra que tanta pergunta? Eu sempre saio com vocês, só perguntei a ele iria.

- Vocês só saem vocês dois e esquecem da gente - Jungkook faz um biquinho fofo e eu quase fiquei com dó. Quase.

- Você também está ficando bastante com o Giriboy esses últimos dias. - Digo firme.

- Mas é por causa do trabalho, hyung.

- A gente também sai por causa do trabalho, estamos apenas nos tornando amigos. - Ouço o Hobi e sinto um tiro no meu joelho com a palavra "Amigos"

- Jimin-shi também sai bastante com o Nam, ele me conta que você, ele e o Jiho estão construindo uma boa amizade também.

- Nam-hyung é o máximo! - Ele diz e da um pequeno pulinho na cadeira. - Ele me levou para comer kimchi jjigae!

- Aish, aquela criança! Ele nem me chama de hyung.

- Você sempre fiz que não liga pra isso.

- Realmente não ligo, Hobi, mas ele me conhece a cinco anos e eu não lembro dele ter me comprado nem uma bala!

- Eu te compro uma bala então, hyung.

- Não, eu não gosto de balas.

- Então por que está reclamando?

- Por que ele te levou para comer uma coisa que você gosta. Talvez eu de um peteleco nele quando o vir.

- Não faça isso, hyung - Hobi ri e me abraça de lado - Eu te levo pra comer kimchi jjigae.

- Não precisa, Hobi.

- Não mesmo, ele vai comer pizza com todo mundo e vai esquecer essa história rapidinho.

E ficamos conversando até bater o sinal. Cada um foi para sua sala, agora eu teria aula no mesmo prédio em que Hoseok então fomos juntos. Kook foi beber água e Jimin foi antes, nos deixando ir sozinhos.

- Vai em minha casa amanhã mesmo, hyung? - Não, não, não, não.

- Claro Hobi. Precisamos terminar logo o trabalho. - Respondi e o vi sorrindo.

- Que bom. Minha omma gostou tanto de você, hyung. As vezes ela não para de falar de você.

- E isso é bom? - Digo rindo.

- Pra você sim, pra mim não muito.

- Aish, quanto mais se ouvir de mim melhor para seus ouvidos.

- Você deve parar de ser tão egocêntrico, hyung.

- Quem é você pra me falar o que eu tenho que fazer?

- Seu dongsaeng favorito. - Ele diz e sorri fazendo um eye smiling que eu quis guardar em um potinho.

- E eu que sou egocêntrico.

Ele ri e eu o acompanho. Paro em frente a minha sala e me despeço do Hobi e o vejo entrar na sala dele.

*¤~ Quebra de tempo, casa do Yoongi ~¤*

Merda, merda, merda.

O que eu posso fazer pra não ir amanhã na casa do Hobi?

Eu não quero desapontar-lo. Ele está tão empolgado em me ver amanhã. Eu realmente preciso arranjar uma desculpa.

Vou até o banheiro e tomo um banho rápido, coloco uma calça de moletom e desço de volta pra sala. Pego meu notebook e tento continuar a letra que estava escrevendo.

Eu refiz essa letra umas três ou quatro vezes. Assim como a música não parecia ficar bom o suficiente nunca. Isso me irritava bastante.

Não que eu não soubesse fazer direito. Mas eu queria que ficasse perfeito para um trabalho com o Hobi.

Eu não posso levar essa meia letra amanhã.

Eu não posso ir amanhã, na realidade.

Ficar sozinho com Hobi o dia inteiro não parecia entrar nos meus planos. Não seria fácil olhar pra ele e saber que eu estou me apaixonando rapidamente e não parece ter volta de onde eu estou.

Queria me afastar, mas ele não tem culpa de nada.

As pessoas se afastam do nada por gostar da pessoa, e isso não faz bem pra nenhuma das duas.

Eu sei que eu vou me machucar se eu for ou se eu continuar. Mas eu prefiro me machucar ao lado dele do que me afastar e o ver se machucar junto comigo.

*¤~ Quebra de tempo, 04:37 AM ~¤*

Droga, eu não consigo dormir. Falta menos de duas horas para o despertador tocar e eu não consegui nem fechar o olho ainda.

Eu fiquei cogitando o que podia acontecer se eu fosse a casa do Hobi. Nenhuma das opções me pareceu boa o suficiente.

Então eu tive uma idéia que me prejudicava um pouco mas eu não ligo agora.

Não vou ir a Universidade hoje.

Não que eu queira evitar o Hobi, por que eu não consigo, mas para dar um tempo para minha cabeça e pensar sobre o que fazer em relação aos meus sentimentos.

Minha capacidade de pensar perto do Hobi desaparece. Então eu vou simplesmente ficar em casa. Assim eu organizo minhas coisas, fisicas e psicológicas, faço a letra e não vou a casa de Hobi.

Depois invento uma desculpa para a direção da escola e para meus amigos.

Mas hoje eu só quero saber se realmente vale alguma coisa passar por isso. Mesmo a não valer nada eu estou disposto a apostar até o que não tenho nele. Porque pra mim ele vale o mundo e o que há além dele


Notas Finais


Obrigada mesmo pelos favoritos vocês são tão lindos e lindas que eu quase choro :')
Eu sei que as atualizações estão saindo tarde, mas é que a gente esta em semana de prova e isso não ajuda muito.
E uma coisa que eu queria dizer é que eu amo ler e responder os comentários de vcs e eu sempre quero dar um beijo nas pessoas que comentam :*
Essa nota ja está mto grande, então eu volto dps com o cap especial.
Obrigada por lerem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...