História Academic Work - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~LiaDiAngelo

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Yoonseok
Exibições 109
Palavras 1.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Se preparem pro tiro.

Capítulo 16 - 15! 열다섯


[P. O. V. Jung Hoseok]

Acordei atrasado e sai correndo como um mula pra chegar a tempo da primeira aula.

Quando cheguei na escola corri para a sala e não sei tempo de falar com ninguém. Teria uma prova teórica, a qual eu não sei porque existe se eu faço dança, e não podia chegar atrasado.

Depois que tinhamos provas éramos liberados sempre pra fazer o que quiséssemos, então eu fui até o pátio me sentar embaixo de uma árvore.

- Oppa, posso me sentar com você? - Olhei para cima e vi SinB.

- Claro - Sorri para ele e esperei a mesma sentar ao meu lado.

- Você quer ir comigo em uma sorveteria, oppa?

- Quando?

- Hoje a tarde...

- Desculpe, hoje não da pois eu tenho uma coisa pra fazer.

- Ah, sim. - Vi a mesma dar um sorriso triste. - Quando puder me avise, pode ser?

- Claro, SinB, quando puder eu te levo na melhor sorveteria que eu conheço - Falo pra animar a mesma e vejo seu sorriso alegre voltar.

- Oppa você é o melhor - Sorrio vendo o eye smiling fofo que ela fazia. - O que veio fazer aqui? Quase nunca vejo você aqui.

- Eu estou aqui pois não tenho nada pra fazer, então vou esperar o intervalo olhando para o nada.

- Quer companhia?

Rio e faço um aceno positivo para a mesma.

Talvez eu não gostaria tanto, não me sentia tão bem como antes perto dela. Parece que alguma coisa mudou e me deixou estranho.

Eu realmente achava que gostava dela o bastante para chama-la para sair, e agora ela me convidou e eu não estou bem um pouco afim de ir. Algum dia talvez eu vá, mas vai ser apenas sair como bons amigos que nós éramos antes.

Acho que não sei mais o que fazer, agora a melhor idéia na minha cabeça era levar o hyung pra tomar sorvete.

Não posso pensar em nada que não me leve de volta ao Suga. Tudo o que eu falo ou tudo que outras pessoas me falam me levam ao mesmo pensamento.

Isso significa que talvez eu esteja gostando dele?

Não pode ser, eu nunca gostei de garotos antes, isso me era uma sensação estranha. Só queria falar com a minha omma, mas não dava hoje poque o hyung iria na minha casa.

Quando bateu o sinal do intervalo eu me despedi de SinB e fui para o refeitório me encontrar com os meus amigos. Vi todos lá menos o Yoongi. Estranhei um pouco pois ele sempre estava la.

- Ele não veio hoje - Jimin disse olhando pra mim - O Nam-hyung disse eu ele não veio.

- Por que ele não veio? - O vi levantando os ombros em sinal que não sabia.

Me sentei na mesa e apoiei minha cabeça em minha mão.

O que poderia ter acontecido? Vou ligar para ele mais tarde e perguntar.

Fiquei conversando com os meninos até dar o horário de aula mas ainda estava pensando em Yoongi. Será que ele está bem ou aconteceu alguma coisa?

*¤~ Quebra de tempo, casa do Hobi ~¤*

Cheguei em casa e cumprimentei minha omma, disse a ela que precisava ligar para Yoongi pois ele havia faltado. Ela também ficou um pouco preocupada e me disse para avisa-la o que tinha acontecido

[Ligação on]

-Alô?

- Hyung?

- Oi Hobi...

- Aconteceu alguma coisa, hyung?

- Sim, eu não acordei muito bem hoje. Me desculpe por não ir.

- Você está bem hyung? Sua voz está estranha.

- Sim, estou bem não se preocupe.

- Não tenho como não me procupar.

- Não precisa, sério. Eu estou bem agora, só preciso descansar um pouco.

- Então descanse bastante pra ir comer pizza na casa do Hyung no sábado.

- Sim, eu vou, não importa o que acontecer.

- Promete, hyung?

- Prometo, Hobi.

- Tudo bem, vá descansar agora hyung.

- Sim, tenha um bom dia, Hobi, não se preocupe comigo.

- Ok, hyung, tchau.

- Tchau Hobi.

[Ligação off]

Eu estava realmente procupado. Não queria que o meu hyung ficasse doente.

Desci as escadas e como com a minha omma, ela tinha feito lasanha pra nós e ficou um pouco chateada com o fato que o Yoongi não estava.

- Omma, eu liguei pra ele.

- Aconteceu alguma coisa?

- Ele disse que acordou se sentindo mal e não conseguiu ir pra escola.

- Nossa, mas ele está bem?

- Ele disse que sim e que não era para se preocupar.

- Tudo bem então. Vão remarcar pra outro dia?

- Acho que sim.

- Ok então

 Sorri para ela e a vi sorrindo. Ajudei a levar os pratos para pia e comecei a lavar para ajudá-la enquanto ela pegava um pano para secar.

- Omma eu preciso conversar contigo.

- Sobre o que, meu amor?

- Sobre o hyung.

- O que tem o Suga?

- É tão óbvio que é ele?

- Sim.

- Eu acho que gosto dele.

- Como o que?

- Como algo a mais que um hyung.

- Descobriu isso quando?

- Hoje quando quase morri de preocupação sem saber o que tinha acontecido comigo e ficava pensando em o quanto gosto de ficar com ele.

- Eu sinto que ja sabia.

- Eu não sei o que fazer, Omma. Eu sei que ele é gay e eu não sei se é uma coisa boa.

- Ele é?

- Sim.

- Como você sabe?

- Ele me disse.

- Ele te disse porque você perguntou?

- Não, nós estavam os conversando e ele disse.

- Você acha que é gay?

- Eu não sei, Omma...

- Seu sentimento é o que vale, Hobi, tente saber o que sente.

- Mas eu não sei como saber...

- Tente conversar com ele sobre isso.

- Eu não consigo fazer isso.

- Vai ser melhor para você se falar com ele. Talvez ele ta ajude mais que eu.

- Não tenho coragem para fazer isso...

- Faça um esforço, Hobi.

- Tudo bem, Omma.

Terminei de lavar a louça e colocar no escorredor. Dei um beijo na testa da minha Omma e fui ao meu quarto, me deitei na cama e pensei no hyung.

E depois de algumas horas olhando o teto cheguei a conclusão que iria contar para ele.

Não conseguia e não podia conter só pra mim, precisava contar que eu estava me apaixonando por ele.


Notas Finais


ADEUS HOBI HÉTERO

Obrigada por lerem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...