História Acampamento - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Tyler Joseph
Tags Joshler, Twenty One Pilots
Exibições 68
Palavras 1.185
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


gentey feliz dia das crianças !!! eu sei que não somos mais crianças, mas no fundo de todos nós sempre tem uma criança, então feliz dia das crianças kkkkjj.
espero que gostem <3

Capítulo 17 - Help Me


Fanfic / Fanfiction Acampamento - Capítulo 17 - Help Me

Major arrisca dizer

"-Então... qual o motivo de você estar aqui Tyler?"

eu olho para Josh preoucupado e então Josh diz

"-eu convidei ele para morar aqui com a gente um tempo pai..."

"-e porque?" ele volta a me encarar

engulo em seco e digo

"-eu fui expulso de casa..."

Major já estava sem paciencia, então ele estava falando tudo meio ironico

"-pai..." antes que Josh pudesse dizer Major bateu forte na mesa de madeira, Katy deu um grito de susto e Major retorna a falar, quer dizer a gritar

"-EU ESTOU FALANDO COM O TYLER!"

eu estava tão assustado, era tanta pressão sob mim, ele voltou a gritar

"-PORQUE FOI EXPULSO ?

eu me levantei da mesa e disse com calma

"-eu fui expulso de casa... porque..."

antes que pudesse continuar ouço Josh se levantar também e dizer

"-Ty... não...por favor..."

olho para ele, ele estava quase chorando, e para variar o chato do velho Major diz ironicamente mas não grita

"-Ty? filho que apelido é esse?"

porra Josh controla essa sua mania de me chamar de Ty, porque só está dando merda

olho para Josh e digo

"-me desculpa Josh..."

me viro para o Major e digo

"-eu fui expulso de casa porque..." ele faz um sinal para eu continuar, se eu falasse eu ia foder com a vida de Josh, mas eu não iria mentir

eu não estava aguentando

então disse

"-porque sou gay..." 

olho para todos na mesa, Josh se sentou na mesa com as mãos na cabeça, digo minhas ultimas palavras 

"-me desculpa Josh...me desculpa"

e saio correndo, abro a porta e estava chovendo, mas eu vou na chuva mesmo

piso em poças de agua

Josh nunca iria me desculpar por isso

eu não tenho onde ir

deixei minhas coisas na casa de Josh

eu que estava fodido

mexi no meu bolso na esperança de encontar algo, mas só encontro 2 reais e meu celular, que já tinha acabado a bateria

estava andando e procurando um lugar para dormir, e pelo que sei com dois reais não da para pagar nem o hotel mais vagabundo que tinha

achei moradores de rua em baixo de pontes e iria ser ai mesmo que iria ficar.

caminhei até lá e percebo que eles me encaravam, claro que iriam me encarar, um garoto "novato", limpo e com roupas inteiras oque você acha que iria acontecer.

acho um lugar meio afastado deles, me deito no chão e fico ali encarando o teto da ponte, algumas lágrimas se escorriam quando pensava em Josh.

então ouço passos, e vejo 8 garotos se aproximando, eu não iria me levantar mas não mesmo, eu estava cansado de mais para aquilo, então um deles se aproximou mais e chutou minha barriga, fazendo com que me levantasse antes que pudesse reagir , dois deles me seguravam pelo braço, eu tentava escapar mas não dava, ele começou a me chutar, ele dava socos em minha barriga e alguns socos na minha cara, eu já estava tossindo, e cuspindo sangue, meu nariz estava sangrando, e dava para ouvir meio embaçado as risadas dos outros, ele me chuta na barriga e diz

"-vamos ver oque o novato tem"

eu estava fraco de mais para reagir

ele enfia as mãos em meu bolso, arranca meu celular, depois ele pega meus dois reais e começa a rir, fazendo com que todos rissem 

"-é sério que só tem isso?"

ele me da um soco no nariz me fazendo ficar fraco, os dois garotos me soltam, eu caio de joelho no chão, minha vista estava meio embaçada mas consigo ver eles saindo e rindo.

minha vista foi escurecendo cada vez mais até que cai e desmaiei

 

***

acordo, me sento e vomito sangue, ótimo eles foderam comigo completamente

vejo que eles se aproximam novamente, me levanto rapidamente mas um deles dizem

"-hey calma cara"

estava me preparando para correr

"-só queremos conversar..."

eles formam um circulo em volta de mim me impedindo de correr, então digo

"-p-porfavor... n-não me batam...não de novo..."

"-não cara relaxa"

eu não sabia oque fazer e nem oque dizer, então um deles diz

"-Tyler?"

ele se aproxima até mim, tira o gorro e vejo seu cabelo grande raspado de um lado, e só então me cai a fixa

"-Sonny?"

"-deixem ele em paz"

os outros obedeceram e sairam de perto, estava só eu e Skrillex 

me sento no chão e ele se senta ao meu lado

"-oque faz aqui Tyler?"

"-problemas com a familia...problemas no amor...problemas..."

uma lágrima se brotava em meu olho, mas controlo para ela não sair e então digo

"-e você? oque você está fazendo aqui?"

"- aah, quando não tenho nada para fazer eu ando por aqui"

"-e Diplo?"

"-ele gosta mais de ficar em puteiros..."

nós dois damos leves risadas, então ele retorna a dizer

"-porque você e Josh foram embora mais cedo do acampamento?"

"-eu...não quero falar sobre isso..."

"-okay..."

ficamos ali parado, eu estava com uma vontade enorme de me jogar de algum lugar alto, de me matar, letras de musicas vinham em minha cabeça, mas não era mais

" i will make you believe you are lovely..."

não, agora era

"those stairs is where i i´ll be hiding all my problems..."

"yeah i think about the end just way too much..."

"-i know it´s dire my time today..."

e assim por diante, eu já estava em outro mundo quando Sonny me entregou uma arma, eu joguei-a no chão e disse

"-hey! que porra é essa?"

ele começa a rir e diz

"-para você se proteger..." ele se levanta e sai de perto de mim

eu pego a arma e fico encarando-a será que me mato? será que não me mato?

deixo ela em meu colo, e então me relembrei de tudo

há 10 anos atrás, quando tinha 17 anos

quando sofria bullying , garotos da minha sala me batiam

colocava minha cabeça no vazo e riam

e eu chegava em casa, me trancava no banheiro e chorava até, me cortava e entendia o porque de cantar parabens quando fazia aniversario, porque não é facil viver, eles estão te dando parabéns por você continuar vivo

me lembrei também quando minha mãe me perguntava se estava bem e eu só dizia que estava com dor de cabeça, mas quando na verdade ninguém gostava de mim, eu odiava tudo, minha vontade era de sumir do mundo, tudo era terrivel, tudo era escuridão...

então depois me lembro quando conheci Josh

de quando trocamos musicas

do seu beijo

do seu sorriso

do seu corpo

de nossas risadas de tudo

e então a briga de ontem.

começo a chorar sem parar e Sonny se aproxima sentando ao meu lado

"-hey, oque houve?"

"-nada..." digo enxugando as lágrimas

"-eu também sofri muito sabe Tyler... meus pais morreram quando era pequeno... sofri bullying aos 14 anos de idade e descobri que era adotivo aos 16 anos..."

"-poxa Sonny..." estava me sentindo mal por ele

"-e agora sou considerado rei do dubstep " ele diz com um sorriso no rosto

eu entendi o recado, eu tinha que levantar minha cabeça e seguir em frente

 

 

 


Notas Finais


oque acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...