História Acampamento - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 0
Palavras 854
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Esporte, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


 Júlia e as amigas Lucy e Hanna iam acampar na floresta. Assim que Júlia falou que iam acampar com as amigas, Lucy falou para convidar Adam e Tommy e ver se eles não queriam ir juntos, ai Júlia ligou para eles e aceitaram dizendo que iam arrumar as coisas tal.
 Eles bateram na porta e estavam prontos. Júlia falou para eles entrarem. As amigas estavam no quarto se trocando. 
 Uma delas gostava de um dos amigos e queria ser mais do que uma amiga: era a Hanna. Adam também gostava dela só que os dois não sabiam se um gostava do outro. Júlia gostava de Tommy e ele também gostava dela. Lucy já era mais na dela, quieta.
 Quando elas chegaram na sala, Hanna viu Adam e ficou com vergonha. Júlia falou: 
 - Vamos gente? Já estão prontas? Lucy respondeu "sim" 
  - E você Hanna? Hanna? Hannaaa você não precisa pegar mais nada? Disse Júlia dando uns gritinhos. 
  Ai eles foram no carro de Júlia. Chegando lá começaram a descer as coisas, as barracas, lanternas, etc. Tommy e Júlia iam montando as barracas e Adam, Hanna e Lucy foram pegar lenha para a fogueira.
 Á noite Adam tentava acender a fogueira quando, de repente, ouviram um barulho nas arvores e deram um grito. 
 Tommy e Adam falaram:
 - Fiquem aí garotas.
 - Ok!
 Eles viram que não tinha nada. As meninas ficaram apavoradas pois o grito era assustador.
 - Calma. É só uns lobos do outro lado do rio.
 Mais tarde, Júlia entrou na barraca pensando que ia dormir sozinha, só que não, né! Tommy entrou na barraca e Júlia estranhando disse:
- O que você está fazendo aqui?
 - Não consigo dormir sozinho. Posso ficar aqui com você?
 - Ah, claro! Mas por que não vai dormir na barraca do Adam?
 - Não dá. Ele ronca muito. 
 Numa barraca estava Lucy roncando, do lado Adam dormindo profundamente e na outra estava Hanna. E logo que peguei no sono Tommy tentou se aproximar mais de mim e acabei acordando com o braço dele em minha volta. Pensei:
 - Espertinho! Fingindo que não consegue dormir só. Ele queria aproveitar a chance de ficar comigo, isso sim.
 No outro dia Lucy e Hanna quando viram Tommy sair de minha barraca ficaram de piadinha para cima de mim:
 - Hum... Você e Tommy na mesma barraca? Não sabíamos que estavam se pegando.
 - Não gente. Ele só não estava conseguindo dormir ao lado da barraca de Adam. Ele ronca demais. E eu, como não sou nada boba, deixei ele dormir aqui esta noite. Mas querem saber de uma coisa? Acho que ele tabém gosta de mim.
 - Claro! Você acha que um homem ia dormir com você por conta de uma desculpazinha qualquer? Ele também não é bobo.
 - Eu ví quando acordei com o braço dele á minha volta.
 - Hum... danada.
 Hanna pensava em um jeito de se aproximar de Adam e enquanto o grupo fazia umas buscas na mata procurando frutas, 
 Ela e Adam tinham ficado para tomar conta do acampamento e buscar mais lenhas. Mas como estava calor, Hanna pulou no rio e fingiu que se afogava só para Adam salvá - la.
 - Socorro! 
 - Hanna? 
 Ao vê - la no rio, ele correu para tirar ela de lá. Hanna fingiu desmaiar e Adam começou a fazer respiração boca - a - boca e ela se aproveitou agarrando ele e dando um beijão de verdade. 
 - O que você está fazendo? Não estava se afogando?
 - Sim, mas você apareceu e me salvou. Não gostou do meu beijo?
 - Se fosse em uma ocasião diferente, quem sabe.
 - Como assim "ocasião diferente?" Me explica melhor.
 - Deixa para lá.
 Mais á noite, todos se reúniram em volta da fogueira e Lucy reparou que ela estava sobrando, pois Júlia e Tommy,  Adam e Hanna não paravam de trocar olhares e uma hora ela acabou cansando disso e foi se deitar 1º. 
 Ao amanhecer, Lucy viu que os casais acabaram dormindo juntos e ela não gostou nada daquilo, pois estava com ciúmes.
 - Nossa, amiga. Que cara é essa? Disseram Hanna e Júlia.
 - Eu ví que me trocaram por eles. Eu percebí ontem as trocas de olhares entre vocês.
 - Não liga para isso. Nós todos continuaremos sendo sempre seus amigos.
 - Mas agora é diferente. Sempre muda um pouco.
 - Deixa disso. Quem sabe você também não arranja alguém para sairmos todos em duplas. Disse Júlia
 - Pois é. O irmão de Adam, o Neil, também está livre. Poderia tentar.
 - Vou pensar no caso.
 - Meninas, sobre o que estão falando ai?
 - Estamos dizendo para ela não ficar com ciúmes de nós porque estamos juntos e que a vez dela também vai chegar. Disse Julia.
 - Adam, você bem que poderia agitar o seu irmão para sair com a Lucy algum dia desses. Quem sabe eles não se acertam e 
ficam também? Disse Hanna.
 - Posso tentar ver se ele aceita a idéia.
 Tommy apareceu chamando a turma para ir arrumar as coisas, pois já era hora de ir embora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...