História Acampamento Meio-Sangue (Interativa) - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~SrJacksonChase

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Tags Interativa
Exibições 17
Palavras 661
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Marcando o meu retorno, esse capítulo envolve uma competição importante dentre os semideuses. A gincana anual dos semideuses, foi, dessa vez, organizada por Luke Bellenbien.

As equipes de busca infelizmente levaram parte dos semideuses na procura por Quíron, que está desaparecido já há algum tempo. Isso quer dizer que existem muito menos competidores.

Capítulo 6 - O início da gincana meio-sangue


Fanfic / Fanfiction Acampamento Meio-Sangue (Interativa) - Capítulo 6 - O início da gincana meio-sangue

E então, começaram a gincana.

Os semideuses serelepes de Hermes ficaram responsáveis por arbitrar toda a competição, o que provavelmente, desencadeará uma catástrofe.

Mesmo sendo o organizador dos acontecimentos, Luke conseguiu orquestrar uma maneira de participar da esgrima, sem ter que ceder por muito tempo o controle do evento para os filhos do deus das viagens.

Ele, nos campeonatos de esgrima, foi posicionado no topo da escala; portanto, ele seria como o último oponente num jogo arcade de luta, onde é necessário derrotar todos para só então alcançar o mais poderoso.

Isso, é claro, só aconteceu porque não acreditaram nos filhos de deuses menores, que contavam para todos sobre a derrota de Luke no dia anterior.

– Filhos de todos os olimpianos... e menores. – disse um filho de Apolo que era talvez o mais preconceituoso de todo o acampamento, enquanto narrava no microfone os acontecimentos do evento. – Eis pra vocês uma nova edição da GINCANA MEIO-SANGUE. – e, embora fosse muito preconceituoso, esse narrador conseguia transmitir a empolgação nas suas falas, e por isso ele fora escalado. E, aquilo ficou bem claro no momento em que ele falou.

– Vá se ferrar, Peter! – gritou Sara Connor, à frente de toda a fila de inscrição para o torneio de esgrima, que era curta, graças à participação de Luke.

Sara era uma prodigiosa semideusa do chalé um, o que pertence a Zeus. Ela tinha em esgrima, de certa forma, o mesmo nível de Luke, mas tinha um único retrocesso: Ser caprichosa demais e tentar transformar cada movimento numa pintura, sempre criando curvas desnecessárias ou então evitando atacar simplesmente pela estética de um combate.

No geral, Sara acumulava numa semana dois terços das vitórias de Luke e, talvez, uma ou duas derrotas, que na maioria das vezes não chegavam a acontecer. Sara, entretanto, preferia ajudar as amigas nas tarefas do chalé no lugar de combater.

Em todos os seus combates relembrados com Luke, houve um empate ou, infelizmente, Sara perdeu.

Mas, aquilo não a afetava de maneira alguma. Daquela vez, Sara estava determinada a vencer seu rival.

– Vai ser hoje, panaca. Vou chutar sua bunda até ela cair. – ela pensava.

Algumas das competições originais da primeira gincana que houve serviram como abertura, como a de subir o pilar.

Tedd, que era um filho de Hermes, acabou quebrando um braço e uma perna, depois de uma queda de três metros. Teria talvez sofrido um traumatismo craniano mortal, mas foi salvo pelo amortecimento que tinha no chapéu.

Um filho de Hipnos dormiu durante a escalada, mas acabou se levantando em pleno ar, de alguma forma. Com um dote do pai, ele se transformou num ganso e conseguiu voltar ao pilar e à competição, que ele venceu. Todos o chamavam de Joshay.

Depois, aconteceu a competição de batalha naval, onde os semideuses formavam grupos com os outros membros de seus chalés e batalhavam entre si, até que restasse somente uma equipe sobre o bote inflável onde ficava.

Por ser Luke quem organizou, objetos pontiagudos podiam ser utilizados, e por isso a competição não durou. Quem venceu foi o chalé de Niké, sob a liderança de Brutus.

Algumas outras competições de menor importância, como a de soletração e a de arco-e-flecha, se passaram antes do torneio de esgrima.

Nele, Sara derrotou três oponentes: August de Hipnos, Paul de Hefesto e Mila de Hécate, pra depois alcançar as semifinais, onde seria decidido quem enfrentaria Luke.

Nas semifinais, os adversários seriam Tim e Sara.

Se estranhando mutuamente, os dois entraram na arena.

Tim, que era o campeão dentre os menores, tinha o elmo encrustado com ossos e recebia grande apoio dos demais, talvez por ser filho de um dos deuses do grande trio, mesmo que fosse o mais odiado.

Sara, que era filha de Zeus, seria uma inimiga natural para Tim. Ela tinha um elmo arranjado com um par de asas bem encaixadas em cada lateral.

Tim era o de menor preferência, provavelmente por nunca antes ter sido presenciado por uma grande platéia como era o caso da oponente.

Eles se encararam e partiram, cada um ao seu modo, plenamente confiantes na vitória individual.


Notas Finais


Já montem suas torcidas: Sara ou Tim, quem deve vencer? Por se tratar de uma fanfic interativa, vou levar em consideração os votos nos comentários desse capítulo.

Acho que já gostei de usar a personagem como protagonista, vai ser fixa!

E sim, estou de volta! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...