História Acanum - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Aventura, Fantasia, Romance, Suspense
Visualizações 1
Palavras 768
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Arcanum não é uma aventura feita por somente um escritor, seus personagens são baseados criações reais de diversas pessoas diferentes, como personagens de um jogo de RPG, assim tendo a identidade real e unica de cada uma dessas pessoas.

Como em um jogo essas pessoas tem uma certa influencia em decisões que desenvolvem a história, que seriam decisões tomadas pelo jogador, isso quer dizer que algumas situações o personagem realmente decide o que fazer, e não o Narrador, dando autenticidade as escolhas.

Além disso usamos um pequeno sistema de situações de acerto e falha. Mas o que isso quer dizer?
Nem sempre as coisas acontecem como realmente queremos, então em algumas situações o narrador acaba escolhendo atravez de um sistema aleatório a decisão, podendo usar de dados e sorteios.

Vamos lançando os capitulos aos poucos ;) espero que gostem

Capítulo 1 - Prologo


Fanfic / Fanfiction Acanum - Capítulo 1 - Prologo

Prólogo

Lyel

Estava frio, conseguia sentir meu sangue congelando enquanto a geada caia sobre minhas mãos e meu rosto, minha face direita sobre o chão gelado, e o sabor de sangue na boca, enquanto meus olhos se fechavam lentamente. Acho que finalmente poderei descansar um pouco, já não enxergava muito bem o que acontecia à minha volta, mas podia ouvir os passos e gritos desesperados dos que estavam por perto. Tudo aconteceu tão rápido, eu não consegui me lembrar em que momento deu tudo errado, mas já estava feito, a ingenuidade de uma única pessoa foi capaz de causar tamanha destruição, queria me mover, mas não tinha forças para isso, tudo que podia fazer era ficar de olhos fechados e escutar o momento que a morte iria chegar. Nesse momento, um som irritante me fez despertar. Já era de manhã o que havia acontecido era um pesadelo, o fantasma de uma memória que me perseguia pelos anos que se passavam.

 

Levantei da cama, coloquei meus pés no chão. Ele estava gelado, o que me fez pensar novamente naquela memória. Fiz um rápido balançar de cabeça e uma respiração profunda seguida de um grito para despertar. Em seguida, me levantei. Precisava me aprontar para mais um dia, mais um dia vivendo essa vida que muitas vezes me questionava o sentido, onde coisas que alguns acreditam ser irreais acontecem diante de meus olhos, onde diariamente devo ver através da máscara do mundo sua real face, a face que pensei que poderia evitar. A face que destrói toda esperança de um dia poder encontrar o que chamam de felicidade. Terminei de me aprontar e então saí daquele pequeno quarto. Ao abrir a porta a visão comum de todas as manhãs, os corredores de madeira de um dos dormitórios da Arcanum, a organização que mudou minha vida.

 

Os membros do dormitório estavam agitados hoje, pareciam adolescentes, já era de manhã. Num mundo como o nosso, onde somos obrigados a lidar com o que há de mais sombrio na humanidade, as opiniões sobre novos membros são bem divergentes. Alguns se alegravam com a adição, outros os viam como empecilhos que poderiam mais atrapalhar do que ajudar. Mas não era de se estranhar esse tipo de pensamento, pois muitos de nós morremos durante o caminho que estamos traçando. O problema não era morte em si, mas a separação era algo que muitos não sabiam lidar, perder um amigo em batalha era algo muito doloroso. Todo dia me questiono sobre minha própria existência, mas sou obrigada a continuar seguindo em frente por não conseguir uma compreensão dessa resposta.

 

Arcanum

Lyel chega ao local que estava acontecendo um seminário sobre a academia. Mesmo já sabendo o que seria dito, aproveitou para fugir das atividades e tentar tirar um cochilo. A garota de 27 anos com cabelos negros longos, que chegavam na cintura, com cerca de 1,70m de altura, estava vestindo roupas confortáveis.

Sentou-se em uma das poltronas do fundo, se acomodando e colocando o capuz sobre os olhos, fechando-os. Nesse momento, as informações já estavam sendo passadas por Kraus, um dos coordenadores da academia responsável pela inserção de novos recrutas. Um homem que já aparentava uma certa idade devido a seus cabelos e barba grisalhos, mas com uma forma física de combatente ativo e uma cicatriz vertical em seu olho esquerdo, resultado de um corte que atravessava sua face. Ele explicava sobre as localizações da Academia.

Kraus começou discursando sobre :

- A Academia Arcanum tem uma vasta extensão e é considerada fora do alcance humano. Protegida e escondida por magia, ela abriga aqueles que tiveram contato intenso com o que chamam de sobrenatural, a face mística do mundo, a face que para muitos é inexistente. Foi criada há milênios, passando de geração em geração, com o dever de manter o equilíbrio entre a luz e as trevas da humanidade. Possui duas bases de operações principais pelo planeta Terra, local conhecido por muitos como Triângulo das Bermudas e Triângulo do Dragão.

- Recrutamos, cuidamos e treinamos pessoas que tiveram contato com essa outra face do mundo, tanto intelectual como fisicamente, ensinando artes místicas, combate, estratégia e tecnologia. Vocês vão aprender desde o básico para conseguirem lidar com as situações adversas que podem acontecer devido a seus Gifts. Vocês terão comida e moradia, mas uma rotina rígida de treinamento, e quem sabe, futuramente queiram se tornar caçadores, ou até mesmo heróis que lutam contra essas forças sombrias.

Lyel sente seu celular vibrar. Nele havia uma mensagem pedindo para que se dirigisse à diretoria. Ela suspirou, pensou por um momento e saiu pelas portas da frente do auditório.



 


Notas Finais


Blog para maior incerssão com musicas

https://arcanusbook.wixsite.com/arcanusbook


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...