História Acaso ou destino? - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Personagens João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Tags João Guilherme, Jolari, Larissa Manoela, Lm&jg
Exibições 169
Palavras 638
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Que nessa fase só aconteça coisas boas



LARI NARRANDO
Seis meses se passaram minha artistica tava otima tinha acabado minha turne pelo Brasil que durou três meses e agora estou na Espanha me preparando pra minha primeira turne na Europa mesmo a  minha vida artistica indo muito bem a vida pessoal continuava a mesma coisa ainda chorava ao lembrar de tudo que eu passei com o João enfim acabei de chegar na espanha com a Giovanna e a minha mãe
Lari: chegamos Europa - falei baixinho
Gih: e que nessa fase da vida só aconteça coisas boas
Silvana: vamos meninas - saimos do aeroporto indo em direção ao hotel em que ficariamos em duas horas chegamos fomos para recepção fizemos nosso cadastro e subimos foi cada um pro seu quarto como na Europa já era noite dormimos


JOÃO NARRANDO
Já se passaram seis meses desde que cheguei no mexico tava escrevendo meu livro "João sendo João" que estava quase pronto e hoje é o lançamento da minha grife a vida pessoal continuava do mesmo jeito vez ou outra lembrava da Lari me vinha a vontade de ligar mais sempre batia um medo enorme e não ligava enfim hoje acordei bem cedo coloquei o meu terno fui buscar a minha mãe e fomos até a grife
Maite: ansioso?
João: muito né mãe nem durmi direito essa noite
Maite: eu imagino - em vinte minutos chegamos na grife lá tinham muitos fotografos e reporteres de varios paises dei algumas entrevistas entrei com a minha mãe tinha muitos famosos lá tipo muitos mesmo enfim a festa foi seguinto até que chegou um momento que as lembranças vieram novamente - que foi filho?
João: queria que o papai e os meus amigos estivessem aqui
Maite: eu estar aqui com você não te deixa feliz?
João: claro que deixa mãe
Maite: acho bom mesmo e outra eles estão aqui sim
João: como assim onde eles estão?
Maite: bem aqui oh no seu coração - ela falou colocando a mão em meu peito - sabe porque eles estão aqui?
João: não
Maite: porque mesmo depois de tudo o que aconteceu você ainda quarda todos com você as lembranças dos bons momentos
João: é você tem razão
Maite: agora coloca um sorriso nesse rostinho lindo e vai curtir a festa da sua grife vai - me levantei e fui curtir a festa horas se passaram a festa acabou e logo fomos pra casa levei minha mãe pra dela e fui pra minha 
João: cheguei Ciça - entrei falando com a mulher que cuidava da casa 
Ciça: que bom senhor João
João: senhor não por favor Ciça só João pode ser?
Ciça: claro
João: to morrendo de cansaço - disse me jogando no sofa
Ciça: agora então com essa grife ne
João: é vai ser cansativo a partir de amanhã os trabalhos começam
Ciça: boa sorte
João: brigadão Ciça eu vou precisar de muita sorte mesmo - falei rindo
Ciça: ai ai bom João deixa eu ir que já na minha hora amanhã cedo eu to aqui
João: ta bom vai lá pode ir até amanhã - ela foi embora me levantei fui pro meu quarto vi meu violão e decidi depois de meses parado compor novamente então pequei meu caderno e uma caneta logo começei a compor e fui tentando até saiu isso


vou tentar não esquecer
as palavras que eu
disse antes de partir
vou levar você
comigo onde for
mesmo quando não
mesmo quando for..

.
sabe quando te vi
o meu tempo quis parar
nos teus olhos encontrei
a razão pra não
deixar mais de sonhar
mesmo quando não 
mesmo quando for..

.
onde estiver
vou te esperar
mesmo quando não
mesmo quando for
ainda que você
me esqueça...


dei o nome dessa musica de ainda que você me esqueça quardei o violão e fui durmi lendo a musica
 


Notas Finais


ta ai como prometido e hoje ainda tem mais um


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...