História Acaso ou Destino? - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaaino, Naruhina, Narusaku, Nejiten, Sasuhina, Sasusaku
Exibições 180
Palavras 1.574
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vamos esquentar um pouquinho '---'

Capítulo 9 - Um acaso ou destino?


Fanfic / Fanfiction Acaso ou Destino? - Capítulo 9 - Um acaso ou destino?

Sakura on

Acordei com o som irritante de meu despertador. A semana passou muito rápida, já era sexta-feira. Essa semana devo admitir que pensei muito em Sasuke, não sei porque mais ele não sai de minha cabeça.

Arrumei-me para ir a escola, é hoje Hina pegou uma carona comigo, vinhamos conversando animadamente, fazia tempo  que não a via tão sorridente. Chegamos na escola uns 5min atrasadas, e professor e os alunos já estavam todos em seu devido lugar. Prof. Kurenai foi muito educada e nos deixou entrar normalmente. 

A aula estava sendo um saco, tínhamos acabado de voltar do recreio, que pra mim passou muito rápido. Olhei para o outro lado da sala e vi aquele ruivo o tal Sasori me olhando, eu educadamente lhe dei um sorriso e o mesmo respondeu com outro sorriso, virei-me para trás e vi que Sasuke observava essas trocas de olhares atentamente. Idiota.

O sinal bateu avisando o fim das aulas de hoje, e eu já estava exausta. Fui procurar a Hina pra ver se ela ia comigo para casa, mas pude ve-la perto do banheiro masculino conversando com Naruto isso me chamou muita atenção pensei seriamente em ir lá, más, resolvi seguir meu caminho sozinha, eles nem me notaram lá. 

Ao caminho de casa em meu carro, foi inevitável não lembrar de Naruto, do que ele me fez, de Hinata E ate mesmo de Sasuke, sim eu estava confusa não sei que misto de sentimentos são esses. Meu Deus é tão difícil assim amar e ser amado.

Ainda em meu carro pude a vistar uma pequena lojinha, estacionei o carro entrei lá e fiz exatamente isso: comprei uma garrafa de uísque. Agora já dentro de meu carro um pouco mais distante da lojinha estava afogando minhas lágrimas ouvindo uma música qualquer na rádio e bebendo aquele líquido quente mesmo que descia rasgando minha garganta e estava chorando muito.

- Porque Deus? Porque Naruto? Porque eu?

Falava pra mim mesmo.

Nesse sofrimento passei quase um hora ali. Estava meio tonta, mas tinha noção de tudo que fazia. Já estava em frente ao meu prédio, estacionei o carro e pude ver que o carro de Sasuke estava lá. Já sabia que ele estava com Hinata, e derrepente um aperto no coração me atingi.

Quando abri a porta de meu apartamento dou de cara com um Sasuke e uma Hitana abraçados na sala, Hinata parecia está chorando. Resolvi ignorar, afinal, não tenho nada a ver com eles. Passei por eles sem falar nada, não sei porque aquilo me pegou de jeito. O que eu tô pensando? Ele é namorado dela, o mais provável é que se abracem, se beijem, essa coisas que um casal faz. 

E de novo aquele sentimento estranho em mim, sera que isso é ciumes? Não, não. Obvio que não. Onde já se viu eu com ciúmes de Sasuke. 

Lembrei-me de seus beijos naquele dia na boate, onde conheci ele, seus beijos no banheiro do shopping. Acho que isso é preocupação por ele ser namorado de Hinata. De repente ouço minha porta bater.

- Saky queria conversar com voce.

- E cadê o Sasuke.- nossa, falei isso sem pensar.

- Ele já foi pra sua casa. 

- Humm.

- Bem, Sakura. O Naruto... Ele...- Hinata dizia tímida como sempre

- Hinata eu já sei. Ele gosta de você. 

- Você ainda gosta dele?

- Não. Ele ja me fez muito mal, mas, nao consigo odia-lo se é isso que quer saber.

- Você está com raiva de mim?.- Hinata dizia quase chorando.

- O quê? Claro que não Hinata.- Sakura e Hinata se abraçavam e ambas choravam.- 

- Desculpe não ter sido sincera com você?.- Hinata disse e Sakura à olhou tentando entender o que Hinata dizia.- Devia ter te dito que eu também gostava do Naruto-kun.......

Naquele momento fiquei sem reação por dois motivos. Primeiro eu descobri que Naruto gostava de Hinata, agora que ela correspondia essa paixão eu não sabia. E segundo, ela está sendo sincera comigo, como sempre. E eu ainda não tive a coragem de dizer os beijos que tive com o Sasuke.

- Sakura? Sakura? Está me ouvindo? .- Hitana falava sacudindo a rosada pra despertar de seu transe.

- Sim, sim Hinata continue.

- Como eu dizia, achei que ele tinha se interessado por você quando te apresentei a ele. Como eu gostava muito dele resolvi deixar ser feliz com quem achava que ele gostava.

- Mas, ele sempre gostou de você. Só me usou.- Sakura dizia já querendo chorar.

- Ah, quanto a isso, eu não sabia Sakura-chan.- Hinata dizia com certa preocupação  seus olhos.

- Sem problemas Hinata. Você tem todo o direito de ser feliz.-

Elas se abraçaramnaquela tarde e choraram muito, entre as duas quase tudo estava resolvido.

Hinata e eu nos conhecemos desde crianças, e sinceramente não é um par de olhos azuis e muito menos um par de olhos negros que irá me fazer ficar com raiva dela ou coisa do gênero.

Olhei no relógio marcava 18:00, liguei pra Ino para irmos à alguma balada, boate, festa, barzinho da esquina, qualquer coisa que me tirasse desse tédio que é ta em casa sem nada pra fazer em plena sexta-feira, más, Ino disse que nao poderia ir porque ia esta com Gaara, as coisas ali tão fluindo. 

Então liguei pra Tenten, não que ela seja segunda opção ou coisa do tipo, só que me identifico mais com a loira. E o que eu não esperava aconteceu Tenten também ia sair com o Neji. As coisas ali também tão fluindo. Aproveitei e perguntei sobre Temari, e Tenten disse que Temari estava na casa de seu namorado. Nossa sobrei pra titia mesmo. Iria chamar Hinata, mas, ela havia saindo à um tempinho e ainda não voltou, deve está com O NAMORADO DELA.

Então resolvi me arrumar, iria sozinha a alguma balada. Não vou morfar em casa sozinha.

Já eram 20:30, sai de casa e segui a uma balada bem movimentada por sinal. Chagando lá vejo várias meninas quase nuas , me sento num banquinho que fica no barzinho que tem lá e peço um drink, só pra começar a noite. Logo senta ao meu lado um cara estranho e muito, mais muito lindo mesmo. Inevitável não me lembrar do Sasuke nesse momento, foi assim que a gente de conheceu.

- Está sozinha?.- o cara me perguntou. Nossa até nisso ele me lembrou o Sasuke.

- Hoje estou, e você?.- disse dando certa atenção a conversa, afinal, estava solteira, o cara era lindo. Nada me impedia.

- Estou com uns amigos ai. Quer dançar?.- ele já disse se levantando.

- sim.- dei um longo sorriso a ele. 

Fomos para a pista de dança e dançavamos bem sensualmente, vamos dizer assim. Cada garçon que passava eu pegava um copo. Já estava me deixando ser conduzida pelo mesmo. Já não tinha mais controle sobre meu corpo e ele já beijava meu pescoço ali mesmo na pista de dança. 

- Você é muito linda.

Ele sussurava coisas no meu ouvido, que me deixava as vezes constrangida. Mais um garçon passou e mais um copo eu peguei. Já tinha perdido as contas de quantos copos de uísque e vodka já tinha bebido.

- Hehehe, vai com calma rosinha, se continuar nesse ritmo terei que te levar a minha casa e isso nao é nada mai.- ele dizia já demonstrando suas intenções.

- Não obrigada.- Sakura disse se afastando um pouco do cara. 

O mesmo só fez se aproximar de mim novamente e ainda dançava. De repente ele pega no braço de Sakura e vai arrastando ela rumo de fora ela até tenta se soltar mais ele é mais forte. Era muita gente que ninguém percebeu.

- Ai cara me solta está me machucando.- Sakura dizia querendo se soltar.

- Cala a boca garota.

- Ja mandei me soltar.- Sakura gritava

Já estavam na rua e em frente a boate tinha uma mata, então ele arrastou Sakura pra lá que o olhava já querendo chorar temendo o que provavelmente ela sabia que iria acontecer.

- SOCORROOOOO.- Sakura gritava a todo custo tentando tirar o cara que já estava em cima da mesma tentando beija-la a força.

Na tentativa de beija-la, Sakura deu uma mordida em seus lábios que sangrou.

- Vadia.-ele disse dando uma tapa na cara de Sakura.

Sakura já chorava de olhos fechados quando sente aquele cara imundo ser tirado com certa força de cima da mesma.

Sakura abriu os olhos devagar vendo o cara que estava querendo abusar dela, sendo violentamente espancado. Levava socos e pisões sem dó e nem piedade. Então o cara desmaiou. E aquele olhos negros a olharam estendo as mãos para que a mesma pegasse e se levantasse do chão.

-Esta muito machucada? 

- Não.- Sakura nao tinha reação alguma.

- Venha.

- Mas... E esse cara. 

- A polícia já está chegando, já informei os caras da boate.

Já estavamos dentro do Carro, e tudo que se ouvia só era o barulho do carro, nenhum quis trocar nenhuma palavra nem mesmo olhares.

- Sasuke... O que fazia lá?.- Sakura disse quebrando o Silêncio entre ambos.

- Fui te proteger.

- Mais porque?

- Chega de perguntas Sakura. Pare de ser irritante.

- Irritante? So quero que me explique como sabia que eu estava lá. E porque sempre está onde estou.

- Isso é um acaso Sakura.

- Acaso?

- Se você preferi.- Sasuke a olhou.- Destino.

 


Notas Finais


Atenção para o spoiler: Próximo Hentai '-'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...