História Acaso ou destino? - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Dragon, Got7
Personagens BamBam, G-Dragon, Jackson, JB, Jimin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Amigas, Amigos, Brasil, Brigas, Coreanos, Drama, Inimigas, Intrigas, Músicos, Romance, Tretas
Visualizações 7
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Me doando à você


Fanfic / Fanfiction Acaso ou destino? - Capítulo 22 - Me doando à você

Os garotos chamam uma ambulância e levam-o para o hospital. Eu sem ter o que fazer ligo para os pais de Yoongi, todavia ninguém atende então decido ir até a casa deles correndo para ver se alguém estava lá. Deixo todas as aulas para trás, sei que isso me causaria problemas, mas agora o mais importante era a saúde de Suga, pera o que eu acabei de dizer? 

Chego na casa em que eu estava hospedada e ouço barulhos vindos do 3 andar, onde ficava o quarto dos pais de Yoongi. Bato na porta e ninguém responde até que abro de repente, e vejo o Sr.Min com uma amante em sua cama (de casado) fico chocada, fecho a porta e saio correndo. Como ele pôde fazer aquilo com a sua esposa? Deixei isso de lado por um momento e peço que o chofer da casa me leve para o hospital Saint Louis, pois havia ligado para os meninos para saber onde Suga tinha sido encaminhado. 

Entro correndo e pergunto na recepção onde o paciente Sr. Min Yoongi está e a moça que aparentava ser de meia idade informa que é na ala de emergências. Meus olhos saltam surpresos encarando os olhos de azeitona da atendente, não penso em nada apenas saio correndo hospital a fora, peço informação ao segurança e ele diz em qual andar fica a emergência. Pego o elevador e aperto o botão que me levava ao 5º andar. Chego e saio correndo entre os extensos corredores procurando rostos conhecidos, quando estou quase desistindo vejo um pontinho alaranjado saindo do banheiro masculino tento visualizar melhor o rosto para ver se eu reconheço-o e claro?! Era Namjoon. Vou até ele e pego-o de surpresa, quando me vê Nam realmente se assusta com a minha presença. 

- Ei! Você deveria estar na escola, o que está fazendo aqui e como chegou até aqui? Isso trará problemas para a senhorita. - disse Namjoon com seu jeito responsável e certinho de sempre 

- Resumindo: longa história que eu posso contar mais tarde se você quiser eu preparo até um café para nós conversarmos mas agora eu quero saber como e o que aconteceu com Min. - digo impacientemente e ironicamente, nunca tinha falado daquela maneira com ninguém. Porém, só fui ignorante porque eu odeio que as coisas saiam do meu controle e no final as pessoas Ainda fazem mistério que saco. Eu sou o tipo de pessoa que lê a última página do livro  para saber se valerá a pena o tempo que eu irei gastar lendo-o. 

Namjoon engoliu seco e apenas assentiu, em seguida, fez um gesto sinalizando que eu o acompanhasse. Quando chegamos na porta do quarto tinha uma enfermeira parada, parecia estar à espera de alguém, até que ela se dirige a Kim Namjoon e pede que eles conversem em particular. É aí que eles se retiram e vão para um lugar mais reservado, minutos depois Kim volta com um semblante triste.

- O que? O que foi? O que ela te disse? PARA DE FAZER MISTÉRIO - falei enquanto sentia meu rosto queimar e meus olhos ficarem cheios de lágrimas.

- A enfermeira me informou que o Yoongi precisa de transfusão de sangue urgentemente, apenas quem tem sangue O negativo pode doar, porque ele é O negativo. O problema é: esse sangue é muito raro e, se não encontrarmos alguém rápido ele corre risco de morrer. Ele teve uma hemorragia grave, não para de perder sangue. - Namjoon tentou manter a calma mas era notável como ele estava desesperado.

- Mas, ma-mas...Eu doou, nem que meu sangue seja qualquer coisa eu doou, não sei porque ele está sim mas tem uma justificativa, eu vou fazer ele sobreviver eu vou conseguir sangue para ele. 

Fui atrás da enfermeira para falar que eu queria doar sangue para Yoongi e, ela disse que eu precisava passar por um exame para ver se meu sangue era compatível, eu apenas concordei e ela pediu que eu a seguisse, assim o fiz. Assinei alguns papéis e fui fazer a coleta de sangue, o único detalhe que eu tinha esquecido era que eu desmaiava quando via agulhas. Adormeço profundamente e a moça que coletou meu sangue para análise quase tem um treco, você não pode desmaiar quando está tirando sangue é muito perigoso. Lembro exatamente o que ela disse "Quase que quem morre é você e não seu namorado hihihi". Namorado. Na-mo-ra-do. Quem disse que eu ainda sentia alguma coisa por aquele idiota? Só tinha consideração pela mãe dele, um amor de pessoa. Tive que esperar 3 horas para o resultado sair, o que é relativamente rápido, já que é um processo de emergência. 

- Senhora (s/n), seu sangue é...

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...