História Acaso ou destino? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Romance, Yaoi
Visualizações 1.166
Palavras 846
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aí vamos nós!

Trouxe aqui o capitulo 1, e sinto muito que está pequeno :/, mas eu achei melhor separar assim. O próximo (de verdade) é maior!

ENJOY!

Capítulo 2 - Capítulo 1 - Meeting in the supermarket


Fanfic / Fanfiction Acaso ou destino? - Capítulo 2 - Capítulo 1 - Meeting in the supermarket

— Hana, larga isso! Eu já disse que só vamos levar um pote de nutella, então pode largar esses três! — Jimin já estava se arrependendo de ter ido ao supermercado com as crianças.

Era sempre assim, elas pegando tudo que viam pela frente e ele tirando do carrinho.

— Mas appa, é um pote pra cada um! — Hana disse, tentando convencer o pai.

— Não é não, e... Espera, cadê sua irmã? — Park já procurava com os olhos a filha. — Yoongi, cadê a Ahra?

— Não sei appa, ela estava bem aqui do meu lado agorinha mesmo. — O garoto disse olhando para os lados.

Jimin por um segundo sentiu o sangue sumir de seu corpo e começava a ficar desesperado só de pensar que sua filha estava perdida naquele supermercado lotado de pessoas.

— Appa, olha quem eu achei! — ele ouviu a voz de Ahra e a localizou correndo em sua direção instantaneamente.

— Filha, onde você estava? Quer me matar do coração? — Jimin já a pegava no colo com desespero não notando mais nada a sua frente a não ser sua filha quase desaparecida.

— Aish, appa, fui só pegar aquela bolacha que eu gosto. Mas olha quem eu achei, a Yun! – Disse a menina apontando em direção as suas costas onde Jimin pôde ver uma menina do mesmo tamanho que as suas e tão fofa quanto.

Logo se lembrou dela e procurou com os olhos se tinha algum adulto a acompanhando, e quando notou que não havia, suspirou pesadamente.

— Oi, lindinha. Cadê o seu appa, hm? – Jimin perguntou se abaixando para ficar da altura da garota.

— Ah, eu não sei, a Ahra me puxou até aqui, mas ele estava pertinho. – Ela respondeu normalmente.

Jimin logo pensou em como crianças não tem noção do que um pai passa ao perceber que seus filhos não estão onde deviam estar.

— Entendi, você não devia sair de perto dele, você pode se perder, não é mesmo?! — Park disse e logo continuou. – Mas vamos achá-lo, vou te ajudar. E você mocinha, — Disse ele se virando para a filha – Não saia de perto de mim e nem tire seus colegas de perto dos pais! O que eu faço com...

— Yun! Filha, onde você estava?! – Um Jungkook empurrando um carrinho apressadamente, onde se encontrava além de suas compras seu outro filho, vinha em direção a eles. – Não saia de perto de mim, quantas vezes tenho que dizer? – Logo se abaixou e pegou a menina no colo a colocando dentro do carrinho em seguida, junto ao irmão – Não vai mais sair daí.

— Sabe que é uma boa ideia?! – Disse Jimin, se levantando e sendo percebido por Jungkook pela primeira vez. – Me desculpe, Ahra arrastou ela até aqui. – Trouxe a filha para mais perto e imitou o gesto do outro a colocando em seu carrinho de compras. – Também quase morri de susto ao notar a falta dela. Jeon, não é?

— Oh, sim, mas me chame de Jungkook. Jeon é muito formal. – Jungkook disse olhando para o homem em sua frente e agradecendo que pelo menos sua filha não estava com desconhecidos. – Mas então, Park? Está só com sua filha dessa vez?

— Park Jimin, pode me chamar de Jimin também. – Sorriu ao responder. – Mas não, vim mesmo com os três, que estão logo aq... —Park parou de falar ao notar que Yoongi e Hana não estavam em seu campo de visão. – Ah, droga!

Jungkook logo entendeu a situação e percebeu que os outros filhos de Jimin tinham escapulido enquanto conversavam.

— Calma, vamos procurá-los, eu ajudo. – Disse prontamente, recebendo um aceno de reposta de Jimin que logo seguiu procurando os filhos.

Passaram-se dez minutos e cada homem voltou com uma criança. Jimin achou Yoongi na sessão dos travesseiros, ele estava abraçando um e quando viu o pai já foi logo lhe pedindo para este lhe comprar um. Jungkook achou Hana com três potes de nutella na mão perguntando a um atendente se ela podia levá-los sem seu pai saber.

Jimin se sentiu aliviado ao ver Jungkook com — além de seus filhos — Hana no carrinho. Depois das devidas broncas aos filhos e agradecimentos a Jungkook, ambos foram ao caixa. Jimin sentia como se fosse uma eternidade, mas só havia passado uma hora no supermercado.

— Sabe? Da próxima vez venho ao supermercado enquanto as crianças estiverem na escola. – O Park mais velho suspirou, enquanto guardava suas compras no porta-malas de seu carro, que coincidentemente estava estacionado ao lado do da família Jeon. Seus filhos já estavam bem quietinhos dentro dos carros.

— Concordo plenamente, eles não conseguem parar quietos, é terrível. – Jungkook concordou enquanto também guardava suas compras.

— Obrigado, Jungkook. E desculpe a confusão. – Jimin já fechava o porta-malas e se encaminhava ao lado do motorista para entrar em seu carro.

— Não foi nada, Jimin. Nos vemos por aí. – Jeon disse e sorriu.

Jimin respondeu igualmente devolvendo o sorriso e logo entraram em seus carros, dando partida e rumando cada um para sua casa. Jimin não pôde deixar de pensar em como era fácil sorrir de volta quando Jeon sorria, sentia como se já o conhecesse há tempos. É, pelo visto poderiam ser bons amigos.


Notas Finais


E foi isso! Essas crianças querem matar os pais, não é? Confesso que já me perdi no supermercado quando era pequena (com anuncio no auto-falante e tudo) KKKKKKKK

Espero que tenham gostado, e o próximo sai logo, logo! Até <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...