História Acasos da vida - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 4
Palavras 364
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Dia seguinte


O dia seguinte Emma passou o tempo todo esperando a ligação de Enye, mas Enye não ligou, Emma decidiu não esperar mais, pois, não queria mais uma desilusão amorosa e ela também tinha coisas mais importantes com o que se preocupar, ela estava cursando letras e trabalhando como vendedora na loja de sua irmã Emily, ia a acadêmia três vezes por semana, morava sozinha na casa herdada pelos avós já falecidos e quando tinha um tempo fazia hora extra na loja de roupas de Emily. 

Era sábado, já haviam se passado três meses desde a ultima vez  que Enye, Emma e Deiwon haviam se visto, Deiwon ligou para Emma e Enye pedindo para elas irem até um restaurante no meio da cidade pois estava desesperada e precisava conversar.

Chegando no restaurante Emma encontrou Deiwon e Enye sentadas em uma mesa mais reservada do restaurante, foi ate lá e sentou.

Emma: Olá meninas, que saudade de vocês.

Deiwon: Também estava com saudade meu bem, mas chamei vocês aqui porque tenho um assunto muito sério pra falar.

Enye: Então fala gatinha, estamos ouvindo.

Deiwon: Sabe aquela noite na boate?

Emma e Enye: Sim, o que tem?

Deiwon: Depois que sai de lá com Bryan, fomos para casa dele e transamos e não usamos proteção alguma, resumindo, estou grávida.

Emma: Nossa amiga que legal, mas o que deu? Você não parece animada.

Deiwon: O Bryan falou que era impossível e que o filho não podia ser dele, mas eu sei que é dele porque ele foi meu primeiro e único cara.

Enye: Ele sabe que foi o primeiro?

Deiwon: Acho que não, eu não falei, eu pensei que de repente poderia abortar o feto.

Emma: Não Deiwon, é uma vida, um ser vivo, se você não tem condições, dê essa criança pra alguém que tenha, mas não aborte, não vou deixar você fazer isso. 

Deiwon: Tudo bem Emma, vou pensar nisso. Deiwon se levantou e foi embora.

Enye: Emma você já vai também ou me acompanha em um café?

Emma: Eu fico um pouco pra colocar o papo em dia.

Enye: Desculpa não ter ligado, fiquei confusa e envergonhada.

O garçon chega na mesa trazendo dois cappuccino. 

Emma: Esquece isso, o que importa é que está tudo bem entre a gente.

Enye: Você namora? 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...