História Accept • yoonseok - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Visualizações 129
Palavras 705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


espero que gostem ❤

Capítulo 14 - Borboletas.


Havia se passado três dias, a tarde estava calma, porém, a cada segundo mais fria. A sala estaria silenciosa, se não fosse pelo som da tevê. Hoseok e Yoongi estavam juntos, no sofá, ambos um ao lado do outro, assistindo a uma maratona de desenhos, de alguns DVD's que haviam encontrado. Min martelava a própria cabeça, com a mesma ideia de antes, acreditando ser um pouco estúpida em determinado momento. Hoseok sempre o tratava como um irmão, como alguém impossível de ter... algo a mais. Droga, já estava naquilo a três dias!

  Não é como se Yoongi pensasse tudo isso na época, mas um pouco era inevitável. O medo de se rejeitado, de ter seu coração partido por uma segunda vez, e de um jeito ainda pior do que antes. Queria Hoseok na sua vida, independente de como fosse, então achou que poderia esperar, dizer mais tarde. Era tão difícil tomar uma iniciativa enorme como aquela.

— Tudo bem, Yooni? — Hoseok perguntou, durante um dos episódios do desenho. — Por que você está tão quieto? — Questionou curioso, estudando bem as feições do baixinho.

— A-ah... — Pensou e repensou o prós e contras, sentindo as mãos suarem, assim como a região entre suas coxas juntas. Bateu os calcanhares em um ritmo frenético contra o chão, curvando as sobrancelhas para o mais velho, que aguardava pacientemente uma resposta. — E-eu estava pe-pensando... — Encarou o próprio colo, por ter as bochechas queimando.

— Pensando? No que?

— No... baile, o ba-baile de primavera — encarou o amigo, com os lábios trêmulos. — E-eu pensei e... vo-você... nós... — Hoseok franziu o cenho, mas por fim, pode ter uma ideia do que o pequeno estava falando.

— Você... quer ir... — Jung apontou para o próprio peito, começando a ficar tão nervoso, quanto o baixinho a sua frente, que assentiu freneticamente. — Ma-mas... Yoongi, só... — Só namorados vão juntos ao baile. Yoongi assentiu, apertando as próprias coxas, como forma de esvair um pouco do nervosismo que habitava todo seu corpo suado e trêmulo.

— E-eu sei — concordou.

— E mesmo assim, você quer...? — Yoon pensou, não por muito tempo, já que se pensasse de mais poderia perder a coragem.

  Então, com todo o impulso que conseguiu juntar em seu corpo, moveu-se para frente, apoiando as mãos no encosto do sofá, apertando o forró com as mesmas até que os dedos estivessem esbranquiçados, e com certa brutalidade, pela forma como havia tomado impulso: juntou. Juntou seus lábios contra os do maior, que arregalou os olhos, paralisado.

  Os pequenos segundos que se seguiram, pareciam até horas, já que tudo ficava congelado, quando se tratava de ambos juntos. O mundo parava, as coisas ao redor não tinham mais som. Mas compensação tinha cor. Muita cor. Todas as terminações nervosas do corpo do pequeno Min, gritando o nome de Hoseok. Ele quis gritar junto, mas por sorte tinha a boca de seu melhor amigo, contra a sua, o que impediu que tivesse qualquer tipo de reação escandalosa.

  A verdade era que, estava se achando estúpido por ter tanto medo de não tê-lo feito antes, de não ter tido coragem de beija-lo antes. Céus, ele nunca havia sentido algo melhor. Ao mesmo tempo que tão puro, também tão doce e explosivo. Várias borboletas brincavam na barriga do pequeno, que assim que se sentou novamente em seu lugar, arregalou os próprios olhos, ao notar que finalmente tinha feito. Tinha beijado Jung Hoseok, e não se arrependia.

  Olhou para frente, e encontrou um Hoseok de ombros curvos, e expressão assustada. No entanto, um vislumbre de sorriso, surgia em seus lábios róseos, que demonstraram não só felicidade, mas também compreensão. Ele havia compreendido que o que sentia era recíproco. Yoongi também gostava dele. Ambos gostavam um do outro, um amor puro e carinhoso.

— Yooni... — Jung murmurou, extasiado.

— Vo-você... — Yoongi se virou para outro lado, com a postura travada, e os músculos tensos —, gostou?

— Hm... qual vestido você vai usar no baile? Quero combinar com a minha roupa — respondeu, sorridente, fazendo Yoongi encara-lo surpreso.

  “Mas cá entre nós, até o maior dos distraídos, podia notar as borboletas escaparem pela fresta dos sorrisos que você me arrancava.”


Notas Finais


beijinho apressado e nervoso, mas eles se acostumam c:
eu avisei que esse seria o penúltimo capítulo? 'o' revelações KKKKKKK
bom, eu decidi realmente escrever o bônus, mas só preciso que me respondam mais uma coisa:

com ou sem lemon?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...