História Acenda meu fogo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Frankie J. Grande, Maite Perroni, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Frankie J. Grande, Lauren Jauregui, Maite Perroni, Normani Hamilton, Personagens Originais, Troye Sivan
Tags Camren, Camren G!p, Lauren G!p
Visualizações 1.238
Palavras 1.530
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como diz a sinopse é uma adaptação, espro que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Camila Cabello pegou sua caneca favorita da prateleira, acrescentou dois pacotes de açúcar e exatamente duas colheres de creme de leite, encheu a metade de descafeinado e a outra metade de café regular e mexeu. Ela ergueu-a aos lábios, prestes a tomar o primeiro gole feliz da manhã, quando percebeu a cabeça de seu assistente agitando-se negativamente e parou a meio caminho de seus lábios ávidos.

"O quê? "

Frankie James Grande encolheu os ombros e alisou a manga perfeita de sua camisa de linho impecavelmente limpa e de um impressionante branco.

"Nada. É só que não é de admirar que você não tem nenhum homem ou mulher em sua vida. Veja o modo exigente e preciso que você faz seu café. Nenhum homem ou mulher poderia viver com seus padrões incrivelmente altos."

Ela pensou sobre o último idiota que ela tinha saído. Infelizmente, os chamados altos padrões não tinham sido estendidos para ele.

Camila levantou uma sobrancelha perfeitamente aparada.

"Primeiro eu não curto mulheres, so fiquei com duas na faculdade, E você, por que você acha que pode falar?"

"Eu tenho um homen na minha vida." lembrou Frankie.

"Eu sei! Obrigada por esfregá-lo na minha cara, eu decidi é exatamente o problema. Todos os homens bons desta cidade são gays."

Frankie inclinou a cabeça, considerou o pensamento, depois assentiu.

"Você está certa!" Indicou-se com um movimento dramático de um braço, "No caso em questão, você curti sim, ou não se lembra daquela festa a uns 4 meses atras..hum.." fala agitando as sobrancelhas.

Camila riu.

"Aquilo foi por impulso, eu estava carente e curiosa, ela era interssexual, e foi a primeira pessoa interssexual que conheci, mais pelo menos eu sempre terei você. Agora vamos lá, a entrevista de Maitê será na televisão em alguns minutos e eu não quero perdê-la."

Ela abriu o caminho da sala de descanso para a sala de conferências e ligou a televisão de lá.

Frankie bufou quando ela ligou a televisão.

"Ainda me deixa puto, que você não chute o traseiro da Maitê, ela publicou seu primeiro romance aqui com a gente, então puxou sua auto biografia lésbica com a nossa concorrência onde ela escreve o próximo bestseller número um do New York Times." Camila olhou pra ele.

"Nós já passamos por isso. Eles não são nossos concorrentes, nós publicamos romances não biográficos. Nós sempre soubemos que isso era o que Maitê queria escrever. Seu romance conosco foi apenas um trampolim para torná-la famosa, assim ela poderia conseguir sua biografia publicada. Além disso, ela é minha amiga, assim quer parar de ser mal-intencionado."

"Oh, há uma cadela neste quarto, irmã, mas não sou eu." Com isso, ele cruzou os braços e se recusou a olhar em sua direção.

Frankie era um grande auxiliar, em um campo onde encontrar e realmente manter um bom, era quase impossível, e de alguma forma em seus dois anos e meio juntos, eles também se tornam amigos. Mas em momentos como este, ela gostava de fantasiar sobre um dia em que ela realmente se sentiria como sua chefe e ele não lhe desafiasse.

Então, o apresentador na televisão introduziu Maitê

"Shhh! Ela está bem." Camila pegou o controle remoto da mesa de conferência e aumento o volume. Maitê olhou na tela grande em seu terno preto e cabelo curto. A entrevista correu perfeitamente, todos os dois minutos da mesma. Maitê falou sobre seu novo livro e sua vida que levou até a escrita dele. No final, Maitê mencionou o nome de Camila, e agradeceu por ter publicado seu primeiro livro que levou ela a fama.

Camila desligou a televisão e disse complacentemente.

"Veja, ela me agradeceu. E eu espero ver um aumento nas vendas de seu romance por isso, é uma situação ganha-ganha para todos."

"Ganha-ganha? Você já esteve na sala de conferências com os caras grandes tempo demais, você está começando a soar como eles. Em seguida será 'pensar fora da caixa'." Ele enfatizou seu ponto com aspas no ar.

Camila revirou os olhos, pegou o café e saiu pela porta.

"Oh, falando de estar fora da caixa, eu não vou ficar no meu apartamento na próxima semana, vou estar dormindo na Maitê. Vou deixar-lhe seu número, desde que o meu celular não funciona em seu prédio."

Frankie levantou uma sobrancelha.

"Você tem algo a me dizer? Você mudou 'oficialmente' de equipe devido à falta de homens heterossexuais elegíveis nesta cidade? "

"Não, e pare com isso. Vou cuidar do gato dela enquanto ela está fora em um outro cruzeiro."

Frankie bufou.

"Você odeia gatos!"

"Eu não odeio! Eu escolhi não ter nenhum, isso é tudo. Ei, quantas vezes você acha que eu tenho que limpar a caixa de areia do gato?"

"Quando se cheira ruim. " Frankie olhou para ela como se fosse um imbecil.

"Não cheira ruim sempre?" Camila assumiu que faria, considerando o que o gato depositar nela.

Frankie assentiu complacentemente.

"Muito bonito. Divirta-se com isso."

"Pare de ser amargo, porque eu estou ajudando a Maitê. Além disso, o meu apartamento é frio e o apartamento da Maitê é sempre quentinho e ensolarado, para não mencionar que é muito maior que o meu. Será como estar em férias por uma semana."

Frankie fungou.

"Não é como se você não pudesse se permitir comprar um apartamento melhor."

"Sim, com meu salário enorme de Editor. Além disso, você sabe que eu estou guardando para uma casa."

Eles haviam chegado ao escritório de Camila, e ela deslizou por trás de sua mesa e abriu o navegador de e-mail, tentando não se sentir sobrecarregada pelos oitenta e um e-mails por ler esperando por ela.

"Eu sei, sua casa de sonho com a cerca branca e o marido bonitão. Sorte para você, Home Depot agora instala cercas, desde que você não parece ter o galã para fazer isso por você." Garoto, oh garoto, Frankie estava sendo mais amargo do que o habitual.

Camila não podia conter em se perguntar se havia realmente problemas no paraíso e Troye não era tão perfeito, afinal. Embora, colocando-se como Frankie classificou Troye, à santidade. Ela, também, veio a pensar nisso.

"O que você sabe sobre Home Depot?" Camila questionou. Ele não era o único com atitude amarga. "Eu tenho algumas amigas lésbicas, no meu próprio circulo de amigos!" E com isso, ele se dirigiu para fora de seu escritório.

Camila suspirou. Era sexta-feira e só não estava com vontade de trabalhar no dia de hoje, especialmente depois de ver Maitê em um talk show transmitido nacionalmente.

O trabalho de Camila tinha sido suficiente para cumprir por um tempo, mas agora ela queria mais. Talvez fosse a falta de um homem em sua vida, ou seu apartamento deprimentemente pequeno, ou o fato de que ela havia lançado inúmeras carreiras de outros escritores e ainda tinha que obter a sua própria e dar um chute no próprio traseiro e dando um jeito no modo que estava sua vida.

Seja qual for a causa, ela estava sentindo uma inquietação de estar no edifício sentada atrás de sua mesa e de frente para o dia quase insuportável. O toque do seu telefone forneceu um pretexto bem-vindo para sair do fossa. Ouvindo irradiar a voz de Maitê com grande excitação através do fone de ouvido fez Camila dar um sorriso.

"Você me viu?" Maitê gritou.

"Claro! Você estava ótima. E obrigado pela menção."

"Você está brincando, né? Eu não teria sequer estado lá sem você! E adivinhe o que aconteceu? Oprah chamou! Estou reservada em sua amostra da semana depois que eu voltar."

Camila agarrou através da névoa verde de inveja que se instalou de repente sobre ela naquele bocado de informação e realmente conseguiu chegar a um sincero “Parabéns!” para Maitê. "Oprah. Uau!"

Para sua própria sanidade, Camila mudou de assunto.

"Então, você está pronta para o seu cruzeiro?"

"Mais do que pronta. Eu preciso de algum tempo fora após esta primeira etapa de conferências de imprensa. Saímos de Nova York ao meio-dia de hoje. Você está pronta para ficar no meu lugar?"

"Sim. Tenho minha mala pronta e sua chave extra na minha bolsa. Nada de especial que eu preciso saber sobre como cuidar do gato?"

"Só não deixe-o sair. Ele vai fugir, e acredite, ele não é fácil de pegar!" Maitê alertou.

Grande. Isso era tudo que Camila precisava, perder acidentalmente o gato de Maitê.

Embora realmente o quão rápido pode ser um gato? Será que eles não têm essas pequenas pernas curtas? E aquela cauda longa deve ser fácil de agarrar, como uma espécie de alça.

"Entendi, não deixar o gato para fora. Agora você tem um grande momento e não se preocupe com coisa alguma. Se divirta, eu vou ficar bem."

Ou pelo menos ela esperava que sim.

Horas depois, o maldito gato era a última coisa em sua mente quando Camila parou em frente à porta do apartamento de Maitê e lutou com as chaves e fechaduras, duas de cada uma, para ser exata.

"Droga." ela murmurou e virou a chave mais uma vez, apenas para descobrir que a maçaneta não se virou. Ela inverteu a chave na maçaneta, mas a porta ainda não abriu.

Ela suspirou profundamente e deixou cair a testa com força contra a porta.

"Problema? "A voz rouca feminina atrás dela a fez virar a cabeça rapidamente. Houve uma breve luta dentro dela sobre se ela devia ou não usar seu spray de pimenta, que foi imediatamente resolvida, no momento em que viu a deusa grega que estava diante dela. 

Entao, contínuo?


Notas Finais


Tambem tenho outras histórias, se quiserem ver, ta aqui o link.
https://spiritfanfics.com/perfil/skyssie/historias


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...