História Acho que é amor - Bibidro - Capítulo 16


Postado
Categorias Bianca Tatto Marques (BIBI), Jhennifer "Coelha" Angelina, Pedro "SrPedro" Montanari, Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso
Personagens BIBI Tatto, Pedro "SrPedro" Montanari
Tags Bibidro, Toelha
Visualizações 120
Palavras 1.525
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLO HELLO.
Voltei com mais um capítulo.
Hoje um capítulo mais ou menos, mas é o que tem.
Espero que gostem.
Até às notas finais 👇 👇 👇.

Capítulo 16 - Conhecendo youtubers



Point of view Bibi Tatto


Acordei eram seis horas, o Pedro ainda dormia, me levantei e fiz minhas higienes pessoais, e como em todos os dias fui acordar o Pedro.

-Amor… Acorda.- eu digo lhe dando um selinho.

-Só mais cinco minutos.- ele diz

-Peppo, levanta dessa cama.- eu digo.

-Já que não posso ficar aqui deitado mesmo.- ele diz enquanto se levanta.

Depois que ele se arru mou fomos tomar o café da manhã.

-Oi mãe.- ele disse.

-Oi Letícia.- eu disse.

-Oi crianças.- ela disse.

-Mãe não nos chama criança.- o Pedro disse.

-Eu chamo do que eu quiser muleke quem manda nessa casa sou eu.- ela disse.

-Calma.- o Pedro disse.

Tomámos o café e fomos para a escola. As aulas foram normais, mas quando tocou a saída eu vi meu pai. Lá vem merda.

-O que você está fazendo aqui?.- eu pergunto.

-Nós podemos falar noutro sítio?- ele perguntou sem jeito.

-Não, eu não tenho nada para falar com você.- eu digo.

-Por favor, eu juro que não faço nada, eu só quero falar com você.- ele diz.

-Bianca, fala com ele, eu vou com você.- o Pedro diz.

-Tá, eu falo com Você.- eu digo.

-Obrigado.- ele diz.

Nós fomos andando até à minha antiga casa. Quando entramos tudo estava diferente. A casa estava limpa, o que não era normal. Não havia garrafas de bebidas espalhadas por toda a casa. Estranho, muito estranho.

-Eu quero pedir desculpas.- ele disse olhando nos meus olhos, o que me surpreendeu.- Ontem eu estava aqui e uma psicóloga veio aqui dizendo que eu lhe tinha contado tudo sobre nossa relação, e me fez ver que nada daquilo foi culpa sua, e que eu tinha sido injusto com você. Você era só uma criança e eu culpei você.- ele disse.

-Agora você viu que tudo o que fez foi errado? Depois de tudo o que aconteceu? Tudo o que eu precisava era de um pai. Minha mãe tinha acabado de morrer, porra.- eu disse já chorando.

-Eu sei, que tudo o que você precisava era de um pai. Eu fui um merda. E eu sei que você não me vai perdoar, mas pelo menos eu tentei.- ele disse também chorando.

-Agora eu não consigo perdoar você, quem sabe eu consiga daqui a algum tempo.- eu disse.

-Eu sei. Eu vou me internar numa clínica de reabilitação.- ele diz.- Ele é que é o seu namorado?- ele pergunta. Mas como ele sabe que eu tenho um namorado.

-Sou sim.- o Pedro diz.

-Cuida bem dela, ela é uma menina muito especial.- ele diz sorrindo fraco.

-Eu vou cuidar, não se preocupe senhor.- o Pedro diz.

-Só Fábio, eu gostei de você.- ele diz.- Te amo filha.- ele diz.

-Nós vamos indo.- eu digo.- Até qualquer dia.- eu digo saindo daquela casa.

-Até.- ele diz.

Fomos até casa em silêncio, o Pedro sabia que eu não queria falar sobre aquilo agora. Quando chegamos em casa comemos e depois de tudo arrumado, nós fomos para o quarto dele.

-Vocês acha que eu devo perdoar ele?- eu pergunto.

-Você é que sabe, mas dizem que toda a gente merece uma segunda oportunidade, e eu acho que o seu pai mudou, ele merece uma segunda oportunidade.- ele diz.

-Eu vou pensar.- eu digo.

-O que é que nós vamos fazer?- ele pergunta.

- Não sei.- eu digo.

-Eu vou editar os vídeos, você me ajuda?- ele diz.

-Claro Pe.- eu digo.

-Então vem, eu quero ouvir os seus covers outra vez.- ele disse.

Nós começamos por editar os vídeos dele, e depois editamos os meus covers. O Pedro achou que nós devíamos chamar os nossos amigos para eles virem ouvir os meus covers, eu ainda tentei dizer que era melhor não, mas ele praticamente me ignorou, e agora aqui estamos nós acabando de ouvir os covers. Meu Deus, que vergonha.

-Bibi você canta muito bem.- a Flokiis diz.

-Acho que todos concordamos com isso.- a Coelha disse.

-O-obrigado.- eu disse com vergonha.

-Você podia cantar uma música para nós agora?.- o Rezende pediu.

-Hoje não é um bom dia.- eu digo.

-O que aconteceu?.- a Flokiis pergunta e eu contei tudo o que aconteceu com o meu pai.

-Alguém têm algum conselho?- eu pergunto.

-Bibi, pelo que você acabou de me contar eu acho que ele mudou, então porque você não tenta dar uma oportunidade a ele? Apesar de tudo o que ele fez, ele ainda é seu pai e ele te ama.- a Flokiis diz.

-Eu concordo, mas você ainda o ama?- a Coelha pergunta.

-É claro que eu ainda o amo.- eu disse.

-Então faz o que a Flokiis disse, fala com ele, e dá uma oportunidade. As todo o mundo erra.- a Coelha disse.

-Eu vou fazer isso.- eu digo.

Ficamos em silêncio porque não sabíamos sobre o que falar. Quem nunca ficou sem assunto, não é mesmo?

-Flokiis, vocês tem passado mal?- eu pergunto.

-Não muito.- ela diz.

-Imagina se você tiver gêmeos? Ia ser muito legal.- eu digo.

-Só para você, né? Porque eu e o Rezende íamos ter o dobro do trabalho, o dobro de preocupações e dobro de cansaço.- ela diz.

-Eu quero muito ter filhos gêmeos, mas não é uma coisa muito fácil de acontecer.- eu digo.

-Se um já dá trabalho, imagina dois.- a Coelha diz.

-Eu achei que tomar conta do Matheus foi muito fácil.- eu disse dando de ombros.

-Isso é porque ele estava muito calmo, às vezes ele não dorme a noite toda.- o Total disse.

-Crianças são assim.- eu digo.

Nesse momento, o celular do Pedro toca.

-Eai português?- o Pedro diz.- Te passo o endereço da minha casa por mensagem.- ele diz.- Está com o Wuant?- ele pergunta com os olhos arregalados.- E a namorada dele também? Putz eu quero conhecer eles, e você tem de conhecer minha namorada.- o Pedro diz olhando para mim.- Você vai gostar dela.- ele diz sorrindo.- Tá, até já.- ele diz e desliga o celular.

-O que tá acontecendo amor?- eu digo.

-Meu amigo Kazzio está a vir para cá, ele é português namora com a Miss Pinguina e vai trazer um dos melhores youtubers portugueses o Wuant e a namorada dele, a Ana.- ele diz e eu me empolgo, eu conheço todos eles.

-Você conhecia o Kazzio e não me falou?- eu pergunto.

-Nem lembrei de falar para você, mas agora você vai conhecer eles.- ele disse.

-Tô boiando.- a Coelha diz.

-Eu também.- disseram os outros.

-Quando eles chegarem vocês vão perceber.- o Pedro disse.

Ficamos à espera na sala, eles nunca mais chegavam, eu estava muito nervoso ia ser a primeira vez que eu conheceria youtubers “grandes”. A campainha tocou, o Pedro se levantou e me estendeu a mão para eu ir com ele, eu peguei a mão dele e abrimos a porta.

-Olá.- o Kazzio disse acenando.

-Oi português, tudo bem com você?- o Pedro pergunta.

-Está tudo bem e contigo caraças?.- ele pergunta.

-Também. Quero apresentar a você a minha namorada.- ele diz apontando para mim.

-Oi meu nome é Bianca, mas me chama Bibi.- eu disse.

-Olá Bibi o Pedro já te deve ter dito o meu nome.- ele disse.

-Já disse sim.- eu digo.

-Então eu vou apresentar as pessoas que trouxe comigo.- ele disse.

-Aparece Wuant.- ele diz e o Wuant sai de não sei onde fazendo uma careta e nós rimos.- Aparece Ana.- ele diz uma garota muito bonita aparece.- Ah e Miss anda cá morzinho.- ele diz e ela aparece sorrindo.

-Entrem.- o Pedro diz.- Tenho mais pessoas para apresentar a vocês.- ele diz enquanto anda até à sala.- Então esses são o Rezende, a Flokiis, a Coelha e o Total.- ele diz apontando para cada um deles.

-Oi.- eles dizem em uníssono.

-Eu sou o Kazzio estes são o Wuant, a Ana e a Miss.- o Kazzio disse também apontando para cada um deles.

-Oi.- eles disseram aos nos amigos, nos sentamos e começamos a conversar.

-Então Wuant você faz vídeos de quê?- a Flokiis pergunta.

-Eu faço uns vídeos de games com comédia, a minha comédia é basicamente dizer algumas merdas e o pessoal curte.- ele diz.

-E o Kazzio?- a Coelha pergunta.

-Eu faço vídeos de Minecraft.- ele diz.- Mas e tu e a Bibi fazem de que, Pedro?- o Kazzio pergunta.

-Eu e ela é principalmente de Minecraft mas ela também faz covers.- o Pedro diz e ele sorriem.

-Então tu sabes cantar bem, certo?- ela pergunta e eu assinto.- E se nós e dessemos músicas portuguesas e tu cantavas uma delas?.- ela diz.

-Eu topo, só não sei se consigo cantar perfeito porque é difícil falar ou cantar sem sotaque Brasileiro.- eu digo.

-Então nós vamos dar-te o nome de algumas músicas e todos nós ouvimos, tu escolhes uma e depois cantas para nós.- ela diz.

-Ok, quais são as músicas.

-São: Mia Rose- Sussurro, Mia Rose- Tudo pra dar...- ela diz.- Não sei mais.

-Eu sei mais uma: Carolina Deslandes- A vida toda, e acho que só. Escolhemos umas calminha Bibi.- o Wuant concluiu.

-Ok, vamos ouvir e depois eu decido qual vou cantar


Continua



Notas Finais


Olá de novo,
O que você acharam do capítulo de hoje?
Pus youtubers portugueses, porque sou muito fã deles (do Kazzio nem tanto).
Vou deixar o link das músicas aqui, se puderem e quiserem me ajudem a escolher (eu sou tipo, indecisa nível hard):
Mia Rose-Sussurro: https://m.youtube.com/watch?v=8erwfuWlD8s
Mia Rose-Tudo pra dar: https://m.youtube.com/watch?v=RbvBMUNIDoc
Carolina Deslandes- A vida toda: https://m.youtube.com/watch?v=75iqd2yJH6w
Então é isso.
Até segunda.
Paz e amor ✌ ❤. 👌 👌 👌 🙈 🙈 🙈 🙈.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...