História Acho que estou apaixonada por Kim Seokjin (Long Imagine-Jin) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jin, Você
Visualizações 68
Palavras 1.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa pela demora, sério mesmo. É que eu estava com um uns problemas pessoais e eu não tava com cabeça pra escrever, e também a falta de tempo não tava ajudando.
Me desculpem mesmo.
Acho q esse capítulo tá curto, o próximo vai ser maior.

Enfim, boa leitura ♡

Capítulo 6 - Inesperado


Fanfic / Fanfiction Acho que estou apaixonada por Kim Seokjin (Long Imagine-Jin) - Capítulo 6 - Inesperado


Sai rapidamente da cozinha deixando Jin para trás.

Cheguei na sala e Taehyung e o Hoseok me olharam confusos. Namjoon estava sentado no sofá, fingindo que estava prestando atenção na TV que estava ligada novamente.

- Cadê as coisas S/N? Eu tô com fome. Você demorou todo esse tempo e não trouxe nada - Taehyung reclamou.

- Ãm... Desculpa Tae. E-eu vou pegar. - Eu não sabia o que falar, nem que desculpa dar pra ele.

Assim que me virei para ir em direção a cozinha, dei de cara com Jin, que já havia trazido boa parte das coisas.

- O que está faltando? - Perguntei, tentando não mostrar meu nervosismo.

- Só falta dois copos, mas pode deixar que eu pego.

- Não precisa, você já pegou a maior parte das coisas. - Saí antes que ele dissesse mais alguma coisa para me impedir.

Um silêncio desconfortável tomou conta enquanto estávamos comendo. Não havia nem uma risada nem conversa. Só um Taehyung e um Hoseok sem entender o que estava acontecendo, um Jin com cara de arrependido e um Namjoon aparentemente irritado.

O clima não estava nada bom. E eu não fazia idéia de como amenizar.

- Eu já volto - Falei e me levantei indo até o andar de cima da casa onde ficava os quartos. Peguei meu celular e liguei para a vaca da Jihye que havia me deixado na mão.

Demorou uns 6 toques pra ela atender. O que era estranho já que ela sempre costumava me atender rápido.

- Alô?

- Muito obrigada por não vir Park Jihye. Fiquei muito feliz com isso. - Falei irônica.

Ouvi um barulho estranho na chamada e franzi o cenho. Jihye suspirou antes de responder.

- M-me desculpe. Ouve um imprevisto e... Aí... - Ouvi uma risadinha nasalada no fundo. Em seguida ela gemeu. -Sério, não tô brincando. Ela gemeu em alto e bom som-. O barulho estranho que eu estava ouvindo... Era o som de algo sendo... Chupado.

Fiz uma careta.

Ah não. Não pode ser. Ela não tá fazendo isso.

- Por favor Jihye me diz que você não está transando neste exato momento. - Pedi de olhos fechados, implorando mentalmente pra que não fosse isso.

- Bem... Não necessariamente. - Ela riu.

- Ah eu não acredito nisso. Eu ficaria mais feliz se você não tivesse me atendido.

- Desculpa, achei que não deveria fazer você esperar já que te deixei na mão. Eu acho que vou... AÍ MEU... AAAH... JEON JUNG...

- Não sou obrigada a ficar ouvindo você gemendo. Vou desligar - Falei brava com imagens perturbadoras passando pela minha cabeça. Eu não mereço isso.

Desci as escadas encontrando os meninos ainda na sala.

- S/N por que você tá corada? - Hobi perguntou assim que me viu, fazendo os outros três me olharem e franzir o cenho.

- Eu tô?

Nem percebi.

- Está. O que aconteceu?

- Melhor eu privar vocês de ter imagens perturbadoras em suas cabeças. Mas preciso fazer uma pergunta. Algum de vocês conhecem um tal de Jeon Jung alguma coisa? - Indaguei.

- Jeon Jungkook? - Tae perguntou espantado.

- Sei lá... Acho que é. Quem é esse?

- Amigo do irmão da Jihye. E eu acho que ele é da sua sala da faculdade.

Parei um pouco pra pensar. Estava fazendo muito sentido. Então será que ele era aquele garoto que ela vivia conversando? Pior. Será que ela tava pegando ele?

Droga. A aposta. Se isso for verdade e ela realmente estiver pegando ele, perdi a aposta. E eles não podem saber disso.

- Por que a pergunta? Você conhece o Jungkook? - Tae arqueou uma sombrancelha.

- Só de vista eu acho. - Mordi o lábio inferior. - Enfim acho que vou embora agora. Já está ficando tarde.

- Eu também vou. - Namjoon finalmente disse algo.

- Eu ainda não terminei de comer. Vou daqui a pouco - Jin falou pegando mais um pedaço da pizza.

Como ele come, meu Deus. Não consegui segurar a risada.

Me despedi deles e Namjoon também. Ele saiu da casa ao meu lado. Assim que fechou a porta disse:

- É perigoso você ir pra casa sozinha a essa hora.Quer que eu vou com você até lá?

- Não Nam. Que isso. Não precisa.

- Não tem problema pra mim. Se você quiser eu vou com você.

- Ãm... Tudo bem então. - Dei de ombros.

Caia uma garoa fina, então abri o guarda-chuva.

Percebi que ele estava um pouco relutante em se aproximar de mim, então o puxei pelo braço e passei meu braço pelo dele.

De repente uma dúvida me veio a cabeça. E com um pouco de receio resolvi perguntar.

- Nam... Por que você não gosta do Jin?

Ele me olhou de um jeito esquisito e depois voltou a olhar para frente.

- Não é que eu não gosto do Jin.

- É o que então?

- Se eu falar você vai rir da minha cara. Ou não vai entender porque você é muito lerda.

- Ei! - Exclamei empurrando ele de leve - Eu não sou tão lerda. Talvez... Só um pouquinho. - Fiz bico.

Namjoon riu fazendo suas covinhas aparecerem.

O mozão - vulgo Seokjin - que me desculpe, mas tenho que admitir que meu amigo é muito lindo. Já tinha reparado isso faz tempo, mas sempre preferi deixar em "off".

Sabe aquele ditado "Você é meu amigo, mas eu te pegaria"? Então, esssa é a minha situação em relação ao Namjoon.

- S/N você é muito lerda. Pode ter certeza. Uma prova disso é que você não presta atenção no que acontece ao seu redor.

- O que você quer dizer com isso?

Ele ficou sério de repente.

- Tem gente que gosta de você mais do que como amiga e você não tá vendo.

- V-você quer dizer que tem alguém perto de mim que é afim de mim?

- Eu não diria só afim. - Ele olhou para o lado, como se quisesse evitar me olhar.

- E... Quem é essa pessoa?

- Agora não é a hora certa pra você saber.

- Por que não? Namjoon, se você sabe de algo relacionado a mim eu tenho direito de saber.

- Eu só não quero deixar um clima estranho e nem ferrar com seu psicológico.

- Meu psicológico já é todo ferrado. Não tem como ferrar mais. E por que vai ficar um clima estranho? É só você falar ué, não vai ter clima nenhum.

- Acredite, vai sim.

Chegamos em frente a minha casa, e paramos, com Namjoon à minha frente.

- Mas eu quero saber! Me fala! - Tô parecendo criança, credo.

- Quer mesmo saber?

- Sim. Por favor.

- Depois não vai falar que eu não te avisei.

E então ele fez uma coisa completamente inesperada por mim. Namjoon puxou meu pescoço e selou nossos lábios.

Na hora eu fiquei sem reação. Por alguns segundos eu fiquei de olhos arregalados até eu processar o que estava acontecendo e fechar os olhos.

- Isso responde a sua pergunta? - Ele disse após se afastar poucos centímetros da minha boca.







Notas Finais


S/N é a pessoa mais lerda sim ou claro? Ksjdksjdk

Vou tentar não demorar tanto dessa vez. Até o próximo capítulo. BJÃO ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...