História Eu ( acho que ) gosto de garotos - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 158
Palavras 1.249
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Josei, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Foto da capa : Akise e Aoi s2

Capítulo 30 - Capítulo 30


Fanfic / Fanfiction Eu ( acho que ) gosto de garotos - Capítulo 30 - Capítulo 30



Haru } 



Assim que Kai saiu de perto, suspirei aliviado, achei que talvez  ficaria sobrando. 


Olhei para minha mão entrelaçada com a do Yuki e sentir um negócio na barriga, encarei o loiro ao meu lado e sorri ao ver seu rosto vermelhinho. 


- Meu Yuu está envergonhado, que amor - o abracei e o mesmo retribuiu me apertando. 


- Te amo - sussurrou em minha orelha, fazendo-me  arrepiar.


Sorri contra seu pescoço e aspirei seu cheiro, sua mão desceu as minhas costas e apertou minha coxa, senti minhas bochechas esquentarem e me afastei. 


- Vamos beber algo - falei o puxando.


- Claro - sorriu e me acompanhou. 


O levei até a cozinha e abri a geladeira, achei um pote de sorvete e sorri Yuki pegou uma garrafa onde continha um líquido laranja ( provavelmente era suco de laranja ) 


- Espero que Kai não se importe - abri o pote e Yuki riu.


- Tenho certeza que não vai - me sentei na bancada da cozinha e o encarei, o mesmo caminhou até mim, pegou a colher ao meu lado e retirou um pouco do meu sorvete, levou a colher até sua boca e sorriu, sua mão livre repousou em minha coxa, o encarei envergonhado e o mesmo gargalhou - não vou fazer nada, não se preocupe - o loiro colocou a colher dentro do pote, botando o mesmo em cima do balcão - então... vamos ficar aqui até que horas ? 


- Não sei - murmurei - que ir embora ? 


- Bom... quero, mais se você quiser ficar, nós ficamos - sorri para o mesmo e o puxei, enlacei sua cintura com as minhas pernas curtas e passei os braços pelos seus ombros - H-Haru ? 


- Me beija Yuu - pedi. Yuki ficou me encarando e logo senti seus lábios acariciarem os meus, sorri entre o beijo e o puxei mais contra mim, suas mãos foram de encontro a minha cintura e as minhas sua face.


- Ops desculpa - me separei de Yuki e encarei a pessoa que nos interrompeu - H-Haru e Y-Yuki ? 


Aoi } 


- Valeu - falei mais o loiro saiu andando e nem olhou para trás. 


Olhei ao redor e vi algumas garotas me olhando, fingi não notar a presença delas e virei a cara, voltei meu olhar ao mesmo de antes e vi as garotas virem até mim.


??- Aoi... certo ? - a morena mordeu os lábios e pressionou seus seios os fazendo quase sair de sua camiseta decotada.


- Sim - não dei muita atenção e olhei ao redor novamente em busca do Pirralho.


??/2 - Você é muito lindo s2 - falou uma loira sorrindo, suas amigas(?) A olharam e fraziram as testas.


- Valeu...


??/3- Nossa Luo como você é atirada - murmurou uma ruiva.


?? - Né... nem parece que rompeu um relacionamento recentemente - complentou a morena olhando suas unhas. 


??/2 - Eu ? E você que estava esfregando essas tetas murchas na cara dele, me poupe Mah - rebateu a loira. Me afastei prevendo que ia dar treta. 


?? - Sua abusada eu... - escutei as três brigando e suspirei frustrado por não achar o pirralho.


O céu tá bem bonito hoje, da pra ver várias estrelas. 


Dei mais uma vez, uma olhada ao redor e vi pernas penduradas na sacada da casa.


Será ? 


Não pode ser...


Olhei melhor para os sapatos e reconheci o tênis, velho e surrado do pirralho, sorri e adentrei a casa novamente, subi as escadas pulando degraus, ao chegar no corredor fui abrindo porta por porta, interrompi algumas fodas e um cara queria tretar comigo mais nem dei chance, acertei um soco nele e sai do quarto. 


- Caramba como essa casa é grande - murmurei irritado por não achar o pirralho.  


Abri mais algumas portas, até achar um quarto super escuro, entrei no mesmo e fechei a porta atrás de mim. 


- Pirralho ? - chamei baixo.


Andei um pouco e bati com a perna em algo, murmurei um " ai " mais alto do que eu queria e massagiei minha perna.


Fui até a janela e passei pela mesma; encontrei o garoto de madeixas vermelhas deitado com seu braço em seu rosto, cheguei mais perto e me deitei ao seu lado.


- P-Pirralho ? - chamei baixo.


- Hum ? - murmurou e retirou seu braço, virou o rosto em minha direção e percebi que seus olhos estavam vermelhos e o mesmo cheirava a álcool - Aoi ? 


- Er sim, por que está aqui sozinho ? 


- Rsrs que foi tá preocupado comigo ? 


- Talvez esteja - continuei firme o fitando, o ruivo nada falou apenas suspirou e vi lágrimas grossas passearem por seu rosto.


Ai droga ele tá chorando...


Não sei o que fazer...


- N-Não chora por favor, o que foi... falei algo errado, to te incomodando ? - me sentei e segurei em sua mão.


- P-Por que está sendo gentil ? - perguntou enquanto fungava.


- N-Não sei...


- Você é patético - riu e enxugou suas lágrimas - está com pena de mim, não é ? 


O que ? 


- N-Não, não é isso... eu quero saber o porque daquele cara ter te agarrado e por que está chorando... Não é pena, só... eu... me desculpe por não ter ajudado... eu sou um covarde e... se o Kai não tivesse chagado e-eu..- Akise me abraçou e senti minha camisa molhada, acariciei seus fios.


Nunca fiquei tão próximo assim de alguém..


- I-Isso é estranho - murmurou contra meu peito - você é um babaca.


- Tá, eu sei... agora para de me xingar e me diz o motivo das tuas lágrimas. 


- Não te interessa - se afastou e colocou seus fios ruivos para trás com a ajuda de seus dedos - você não é nada meu, não tenho que te dizer motivo algum, afinal todo mundo chora.


- Agora quem tá sendo babaca é você.


- Aish que dor de cabeça - colocou a mão na testa e fez uma cara enjoada.


- Vem - estendi a mão para o mesmo e o levantei - você bebeu muito ? 


- Não sei... Cadê o Kai  ?


- Sei lá.


- Eu mereço, Deus só me castiga, tinha que colocar justo você para me achar no quarto, não podia ser uma loira gostosa ? - reclamou e lhe dei um cascudo - aii cassete.


- Eu sou muito melhor que uma loira - murmurei irritado e fiz bico, Akise gargalhou e me afastou de si.


- Achei que você fosse hetero - o ruivo continuou a rir.


- QUE SABER ? SE VIRA! 


Andei até a porta e abri a mesma Akise a fechou e segurou minha mão. 


- Vai me deixar sozinho ? 


- SIM EU VOU, PASSEI A DROGA DA FESTA TODA TE PROCURANDO... E QUANDO FINALMENTE TE ENCONTRO VOCÊ FICA AI DE GRAÇA, QUE SE FODA VOCÊ, SEU PIRRALHO RIDÍCULO, EU PODIA TÁ COMENDO UMA GAROTA AGORA MAIS TO AQUI COM VOCÊ, POR QUE EU REALMENTE FIQUEI PREOCUPADO E...- Akise selou meus lábios e acariciou minha bochecha, o mesmo estava na ponta dos pés e seus braços estavam por meus ombros, senti minhas bochechas esquentarem e algo no meu estômago, segurei em sua cintura e o deitei na cama que avia no quarto, pedi passagem com minha língua, e o mesmo negou e se separou de mim, o encarei surpreso pelo mesmo ter me beijado e sorri ao ver o ruivo com as bochechas vermelhas.


- Finalmente descobrir um jeito de calar essa sua boca - murmurou e mordeu os lábios, desviando o olhar logo em seguida.


Notas Finais


Já votaram no bts hoje ?

Só eu to ansiosa pra k7 para ver meus meninos ?

Só eu que to morta com o " TE AMO " do Namjoon mozin ontem na live ?

Só eu que to feliz por AoKise finalmente se pegar ?

Aaaaaaaaa são tantas coisas s2

Muitas coisas estão por vim na fanfic, espero que vcs continuem gostando do meu trabalho s2


To postando capítulo agora porque mais tarde vou tá ocupada :')


Espero que tenham gostado, não esqueçam de comentar sz


Beijuu


Te amo vcs meus bbs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...