História Acho que te amo - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~dudamitagata

Exibições 161
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Festa, Ficção
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLOOOO
CAP FOFUUU

Capítulo 13 - Conversa com o Tio Fábio


Fanfic / Fanfiction Acho que te amo - Capítulo 13 - Conversa com o Tio Fábio

Pov's Pedro Montanari

-Você não faz ideia do quanto eu te amo...- Digo para Bibi

-Nem você a ideia do quanto EU te amo...- Ele sorri para mim- Pedro...

-Hum?

-Você será fiel a mim?

-Claro que sim... E você vai ser ciumenta?

-Depende... Pra mim não é ciúmes e sim medo de te perder para outra pessoa...

-Mas você não irá me perder para ninguém, porque do mesmo jeito que você é só minha eu sou  só seu 

-Eu me sinto muito insegura em relação a essas coisas de namoro e tals, principalmente quando não tem aliança...

-Mas porque?

-Porque quando alguma pessoa que presta acha a outra bonita, olha primeiramente para o dedo para ver se é compromissado e se não tiver aliança já dá encima...

-Pode deixar que algum dia ainda irei comprar uma aliança para a gente...

-Sabe oque vai ser mais difícil nesse nosso relacionamento?

-Oque?- Ele pergunta

-Os inscritos, pois tem uns que super nos odeiam juntos

-Mas assim, se eles realmente forem nossos fãs eles irão desejar apenas o bem para a gente... E além do mais, a gente nem precisa se assumir para eles tão cedo assim, vamos deixando vestígios, vendo a reação deles, e quando a gente se sentir mais confortável, nos assumimos...

-É...

Sinto minha barriga roncar

-Tô com fome...

-Depois eu que sou gorda...

Eu saio da barraca, espero Bibi, ela sai, na hora de andar a ouço gemer baixo de dor, vou até ela

-Seu pé?

-Uhum

-Temos que ir no hospital...

-Primeiro come, depois nos vamos, de boa, eu aguento...

-Eu não vou ficar parado vendo você sentindo dor...- Ela me olha com um sorriso lindo, retribuo com um outro sorriso e a levo para o hospital...

 

*Chegando lá...*

O hospital estava vazio, por isso logo fomos atendidos, o médico faz o raio-x, esperamos sair o resultado enquanto conversarvamos

O resultado chega e o médico explica que ela quebrou o pé e que iria ter que ficar cerca de 4 dias de repolso, agradecemos ao médico e vamos embora

-Amor? Acho melhor irmos para sua casa...

-Não precisa...

-Você precisa ficar de repolso, tem que dencansar, sua cama, seus vídeos, nada de andar...

-Tá bom pai- Ela tira sarro de minha cara

-Prefiro que você me chame de amor, vida...

-Tá bom lindo... 

-Agora melhorou...

Avisamos aos amigos de Bibi tudo que houve e vamos para a casa dela 

Chegando lá...

Os pais da Bibi nos olham assustados 

Pov's Bianca Tatto

-Oque que aconteceu com seu pé filha?- Minha mãe pergunta preocupada

-Bom... Nós estavamos andando, aí encontramos um palhaço assassino, ele saiu correndo atrás da gente, eu tropecei, cai, Pedro me carregou até a barraca, aí fomos no hospital e o médico disse que quebrei meu pé, ele pois o gesso, e agora vou ficar cerca de 4 dias sem andar... E ainda temos que conversar sobre aquele negócio com eles Pedro... - O olho e o mesmo já entende que é sobre o namoro

-QUE NEGÓCIO BIANCA?- Meu pai pergunta

-Bom... Você fala Pedro...

-Bom seu Fábio, vamos sentar, acalmar o coração?

-Oque que vocês fizeram? Se previniram?

-Pai, seu exagerado, não é isso que você tá pensando, senta, ele vai explicar...

-Então... Assim, eu gosto, na verdade posso dizer que amo a Bibi... E ela também me ama... E como senhor sabe... Quando a pessoa se ama elas...

-Namoram...- Meu pai diz- Vocês estão namorando?

-Ér... Sim... Você não está bravo né pai?

-Bom filha, você já tem 16 anos, sei que você é responsável, tem bastante juízo, confio em você, eu sei que por mais que eu queira não posso te prender durante a vida inteira, sendo o único homem que você ama... Bom, Pedro, você ama minha filha?

-Sim! Muito!

-Promete ser fiel a ela?

-Nunca seria capaz de trair-la, também acho horrível quem trai...

-Gostei da sua resposta rapazzz- Ele diz animado- Garoto bom esse aí filha!- Rio

-Filha, agora a pergunta... E você o ama do mesmo jeito que ele diz amar-te?

-Sim pai...

-Eu sei que você será fiel, então por mim tudo bem vocês namorarem, super apoio é como que a galera fala? Chupa? Ship?

-Shippar pai- Rio

-Isso, eu shippo vocês! Bibidro!- Eu e Pedro rimos...

-Bom, vocês pediram permissão ao Fábio mas porque não pediram permissão a mim?

-Tá bom dona Kátia- Pedro ri- Eu amo muito sua filha e então... Posso namorar com ela?

-Oooo menino, eu te conheço desde pequeno na barriga da sua mãe, sei que você é bom menino, e eu sinto que você fala a verdade, eu sinto que você realmente a ama, e eu já sei a tempos oque ela sente por você... Então vocês podem namorar SIM claro que sim, também shippo Bibidro!- Eu e Pedro sorrimos, deito minha cabeça em seu ombro, o mesmo beija minha testa

-Tô com sono- Digo manhosa

-Quer que eu te ajudo a subir?

-Uhum...

Ele se levanta, me ajuda a subir, chegando em meu quarto, me deito, ele se reencosta ao meu lado, me abraça, ele dorme antes mesmo de mim, acaricio seus cabelos e observo cada parte de seu rosto tentando achar alguma imperfeição, mas não acho nada, esse garoto é perfeito demais e o mais incrível de tudo é que agora...

ELE É MEU E EU SOU DELE...


Notas Finais


MEU COREEE
PRECISO FAZER TRATAMENTOS PARA NÃO GRITAR QUANDO LER OU VER ALGO FOFUUUU
[B RPP4 4
BJJSSS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...