História Acho que te amo - Capítulo 40


Escrita por: ~ e ~dudamitagata

Exibições 41
Palavras 2.232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Ficção
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLLLLOOOOO BRASEEEEEEEEEEEEEEEEEELLLLLLLLLL

DPS DE TANTO TEMPO SEM POSTAR, EU VOLTEI, E VOLTEI COM TUDO! CAPÍTULO ENORMEEE! ESPERO Q VCS GOSTEM
BOA LEITURA
<3

Capítulo 40 - Hollywood Studios


Fanfic / Fanfiction Acho que te amo - Capítulo 40 - Hollywood Studios

Pov's Bianca Tatto

Como sempre, acordo antes de Pedro, me levanto e faço minhas higienes pessoais, troco minha roupa e vou ficar na sacada do quarto do hotel observando a rua, sinto Pedro me abraçar por trás, me viro de frente pra ele, ele estava apenas de bermuda

-Bom dia- Digo e ele sorri e me sela 

-Que que foi aquilo ontem?- Ele diz e eu rio fraco- Engraçado que mesmo sendo a mais novas das garotas que eu já fiquei, você é a que me faz melhor, fisicamente e mentalmente- Sorrio para ele 

-Fisicamente né- Rio safada 

-É bem isso que você está pensando...- Ele dá um sorrisinho safado e eu o olho meio assustada 

-Meu Deus, como assim?- Ele ri fraco- Verdade? Tipo verdade mesmo? De coração?

-Sim!- Eu começo a dar crise de riso- Oque que deu em você?

-Não sei- Digo com dificuldade entre o riso, ele começa a rir de mim e eu me jogo na cama e começo a rolar de tanto rir, vou andando com dificuldade pegar água, vou para a sacada, bebo a água e olho pra Pedro, não aguento e começo a rir, sem querer cuspo a água toda pela sacada e rio alto

-Tá bom, sossega agora- Ele diz rindo

-Não dá!- Continuo rindo e Pedro tampa minha boca e continuo a rindo- Vou te lamber!

-Lambe oxi!

-Duvida?- Digo rindo

-Sim! Você não é louca!- Só para ele parar de duvidar de mim, encosto minha língua em sua mão e ele tira a mesma da minha boca

-Ainda duvida de mim?- Digo rindo

-Nossa, você não é normal- Começo a rir mais ainda

-Pedro, me ajuda- Pedro cai e eu só rio mais ainda

-Era pra você se preocupar e parar de rir, mas você só ri mais ainda, oque que ta havendo com você?- Pego mais água e acabo me engasgando e começo a rir de novo, consigo beber a água direito e a crise de risos passa- Passou?

-Agora sim- Ele sorri e se aproxima, sorri meio safado e me beija, sinto sua mão descer até minha bunda e eu "acaricio" seus cabelos da nuca, quando paramos o beijo, Pedro passa a mão pela sua bochecha

-Preciso fazer a barba, ela tá ficando meio grande...

-Ah não amor... Tu fica muito lindo de barba

-Mas você prefere com ou sem barba?

-Prefiro com barba... Sei lá... Sem barba fica com cara de bebê- Ele ri 

-E com a barba?

-Fica com cara de homem adulto e sexy- Sorrio safada e Pedro ri

-Fica sexy?

-Fica...

-Se eu continuasse com ela?

-Eu iria amar...

-Então quer dizer que a senhorita me acha sexy? 

-Não perdi nada pra ter que achar- Rio fraco- Eu tenho certeza...

-E o que faz você ter tanta certeza?

- sorriso, olhar, bunda...- Ele ri

-Tu adora minha bunda que eu sei 

-Adoro mesmo, ninguém mandou nascer parecendo uma tanajura - Pedro começa a rir

-MEU DEUS TÔ ATE SEM AR... Você deveria era ficar preocupada de ter um namorado tão sexy- Ele fala rindo e com uma cara maliciosa

-Eu? Preocupada? Porque? Quem tem que preocupar são as vagabas que dão em cima de você... Tijolos voam...

-Isso tudo é ciúmes? 

- Não, só não acho necessária a existência de seres que andem, se movam, se comuniquem, respirem ou vivam perto de algo que me pertence... Tipo APENAS ME PERTENCE...-Eu falo com uma cara cínica e ao mesmo tempo debochada 

-Meu Deus, minha namorada parece uma psicopata, quando quer- Ele ri

-Não pareço psicopata nenhuma, apenas falo verdades queridoooo- Falo ainda tentando beber água 

-Hurumm hurumm hurumm... Pode pá- Ele fala cantando no ritmo da música 

-Ta chega Valesca Poposuda deixa eu pelo menos beber água porque eu não tô conseguindo olhar pra tua cara sem rir- Falo eu rindo e quase me engasgando novamente

- VALESCA POPOSUDA? BIANCA TATTO MARQUES MONTANARI SE VOCÊ REPETIR ISSO DE NOVO VAI LEVAR UNS TAPAS...

-Primeiro: É BIANCA TATTO MONTANARI MARQUES segundo: V A L E S C A   P O P O S U D A- Falo e em seguida solta um beijo no ar e pisco pra Pedro

-GAROTA VEM CÁ- Pedro fala e começa a correr atrás de mim pelo QUARTO INTEIRO nós caímos e nos batemos com travesseiros ate que Pedro me agarra por trás na tentativa falha de me fazer parar de correr e os dois caem um em cima do outro em um monte de almofadas no chão (Ele tava em baixo e eu em cima e ambos estávamos nos encarando)

Pedro e eu nos encaramos por uns 2 minutos ate que começamos um beijo quente e selvagem com mãos bobas, mas que não rende muito já que ambos estávamos muito cansados porque passamos uns 15 minutos correndo que nem loucos 

-Vamos tomar um banho? Eu tô morta! 

- Vamos gatinha 

Nós nos levantamos e tomamos um banho JUNTINHOS, onde rola alguns beijos e mais mãos bobas, mas nada de mais 

Após o banho...

-Pedro... 

-Oi gata...- Rio fraco

-Vamos num parque? 

-Bora... Qual você quer ir?

-Bora no Hollywood Studios...- Tenho vontade de ir na Hollywood Tower 

-Então bora lá...

Coloco um cropped preto (porque sim), um shorts jeans claro, desfiado e meio que cintura alta (Oque fazia ele ficar meio curto). Ponho um tênis cinza da vans, Pedro vestia uma calça jeans que na direção do joelho era rasgada, ele vestia também uma blusa preta da Kings que vinha mais ou menos até a cocha e seu tênis era meio bege de cano médio.

-Ui que gato gente- Falo brincando com ele e rio baixo, o mesmo também ri fraco.

-Bom... Eu acho que esse shorts tá meio curto, não?

-Não...- Rio fraco

-Pelo menos mostra pouco a sua barriga- Rio fraco e o selo- Só acho que irão ficar te olhando

-Deixa eles olhares, você sabe que eu não dou confiança...-Pedro me abraça pela cintura- Porque eu sou tão baixinha perto de você?

-Não é só perto de mim 

-Nas eu não sou baixinha, eu tenho 1,50 de altura e tenho 16 anos, tá muito bom

-Tá não... Tenho 1,78 

-Só 20 centímetros de diferença... E eu não sou baixinha, você que é um poste ambulante, tá?

-Ou talvez você seja um dedo mindinho no corpo de um ser humano 

-Então vamos tirar a conclusão, eu sou baixinha e tu é alto, mas bora combinar... Você tem 18 anos, eu tenho 16, é muita diferença...

-Só 2 anos

-Você é um adulto... Eu ainda sou adolescente 

-Então eu sou um pedófilo na vida?

-Meio que sim

-Mentira! Você está namorando comigo porque quer! Não te obriguei a nada!

Olho a hora no relógio

-Pedro... Nós temos que ir logo, porque senão não iremos aproveitar quase nada do parque

-Então vamos- Pego minhas coisas e Pedro pega as dele e nos vamos

* Chegando lá * 

Enquanto aguardávamos para entrar no parque

Pov's Pedro Montanari 

Eu e Bibi estávamos no parque, começo a gravar um vlog, Bibi estava muito empolgada, a louca inventou que talvez sentiria frio ao anoitecer, então ela havia levado um casaco quadriculado no tom vermelho, ela havia amarrado o mesmo na cintura, tenho que admitir que ela tava cara demais com essa roupa...

Ela andava saltitando em minha frente igual a uma criança feliz

-Amor... Te desafio a fazer uma coisa...

-O que?- Ela diz

-A dançar "o verão está chegando" aqui mesmo, no meio do parque...

-Beleza...- Só põe a música então...

-Sério?!

-Uhum...- A olho meio assustado, pego meu celular e continuo gravando o vlog, paro no meio do parque e Bibi começa a dançar a música, não sabia que ela dançava tanto assim... Chega na parte do quadradinho, nunca vi como éo quadradinho dela, não sei se é bom ou ruim... Ela me olha, sorri meio safada e começa o quadradinho, vejo pessoas, inclusive homens olhando para ela, ela realmente estava mandando muito bem... Quando vejo um cara mordendo os lábios ao ver aquela cena, tiro a música e vou para perto dela

-Mano, desde quando você dança tão bem assim?

-Desde uns 10 anos... Ninguém nunca notou por causa do meu corpo, mas foi só eu começar a "dieta" e a fazer exercícios que você veio notar, né?

-Bora fazer academia comigo?

-Não... Acho que pagaria mico perto daquelas meninas...

-Você que iria humilhar elas... Faz fit dance... Você iria arrasar...

-Ah, não sei...- Nós continuamos a andar no parque e ela olha para a enorme torre- EU QUERO MUITO IR NISSO!- Ela quase grita no meio do parque

-Vamos lá então...

-Eu comprei aquele negócio que eu esqueci o nome, não precisa pegar fila grande...

-Pelo menos isso então...- Nós entramos no brinquedo e Bibi aperta forte a "barra" do brinquedo- Medo?

-Mais ou menos...- Seguro em sua não tentando a confortar, o elevador começar a subir e suas pernas começam a balançar- Ai meu Deus...- Ela sussurra e eu rio fraco, a queda começa, ela fecha os olhos, começa a gritar, eu apenas ria e ela apertava fortemente a minha mão...

Quando saímos do brinquedo, vejo Bibi pálida, ela se senta no chão, encosta na parede, eu ria, ela me olha, seu lápis de olho estava meio borrado por conta de suas lágrimas de nervoso que estavam escorrendo de seus olhos, eu seguro em sua mão, a levanto e a mesma me agarra, me abraca fortemente igual a uma criança com medo

-Isso é traumatizante- Ela fala- Mas eu quero ir novamente- Ela diz e rimos fraco. 

Nós vamos andando pelo parque vamos em vários brinquedos, pagamos VÁRIOS micos, tiramos fotos e etc.

* Chegando em casa *

Vejo Bibi tirar o tênis e se jogar na cama 

-Você sabe onde está o meu carregador?- Pergunto a ela

-Já experimentou procurar?- Ela diz num tom de estresse 

-Tá estressada porque?

-Se eu soubesse eu teria resolvido o problema

-Nossa, agora tudo que eu falo vou receber patada...

-Quer que eu de flores? Não sou floricultura muito menos jardim...

-Mas poderia me tratar melhor... Você ficou assim de repente 

-Eu poderia mas não quero

-Oque que eu fiz?

-Nasceu

-Certo... E depois?

-Continuou vivendo...

-Beleza então...- Começo a procurar meu carregador e vejo Bibi "se entupindo" de chocolate, eu sei que ela gosta de chocolate, mas não é ao ponto de se entupir 

-Me empresta seu celular?

-Pra que? 

-O meu ta descarregado e eu quero apenas conferir o Twitter bem rápido 

-Pega então 

Pego seu celular, Bibi está muito estranha, estressada, e o pior... Ela ficou assim do nada, vejo uma notificação do aplicativo "clue" em seu celular escrito "tpm chegou" agora eu sei o porquê do estresse e do chocolate, vish, nunca aturei nenhuma mulher em tpm, agora terei a experiência, dizem que tem que haver paciência, tem que dar carinho e tentar compreender ela, e que no máximo em 1 semana ela volta ao normal, NOSSA! Isso é um seríssimo problema mental, só pode! Cada hora a mulher ta de um jeito... 

-Você ta bem?

-To viva num to?

-Eu vi o aviso no seu celular sobre a famosa "tpm" 

-Pedro... Juro que vou tentar manter a calma, mas isso mexe muito com a minha cabeça, eu fico irritada, já peço desculpa se alguma hora eu descontar em você...

-Tudo bem princesa...- A abraço de lado e ela deita a cabeça em meu ombro

* Minutos depois * 

Eu estava arrumando umas coisas quando vejo Bibi se contorcendo e socando uns travesseiros

- AI MEU DEUS, ISSO É SINAL DE POSSESSÃO OU OQUE?!- DIGO ASSUSTADO

-É CÓLICA- Ela quase grita e ouço um choro baixo dela, nossa, com certeza deve doer muito, pelo jeito que ela está...- Procuro o remédio, acho e lhe entrego junto com um copo de água, a mesma toma o remédio e a água e me olha, ela estava tão mal que ainda não havia tomado banho nem mudado a roupa... 

-Amor, vai tomar um banho quente que ajuda a aliviar

-Desde quando você entende disso?

-Eu não entendo mas sei que banho quente ajuda a aliviar dores na região da barriga- Bibi se levanta, pega uma roupa que provavelmente ele usaria para dormir, entra no banheiro e logo ouço o som da água caindo 

* Um tempo depois * 

Bibi sai do banheiro e deita na cama

-Tá melhor?

-Sim...- Ela sorri para mim, pega um remédio no criado mudo, pega água e o toma

-Que remédio é esse?

-Anticoncepcional... Tenho que tomar todo santo dia, tendo relação ou não, porque senão...

-Ata...

-Vamos gravar um cover pro canal?

-Ahh, eu já disse que sinto vergonha da minha voz

-E eu já disse que ela é bonita, bora logo... Estou pensando em cantar tão feliz de Marcos e Belutti 

-Tá...- Nós "ensaiamos" um pouco e Bibi troca apenas sua blusa, começa a gravar e cantamos, eu tocava violão e nos dois cantávamos 

 

Pedro: Você tem vontades, sonhos e manias tão diferentes das minhas e o normal é mesmo duvidar

Bibi: Você curte a luz do sol e eu da lua, enquanto tá dormindo, eu to na rua e quem vê diz que não vai durar

Bibi e Pedro: E o estranho é que eu to tão feliz, tão feliz... E mesmo sendo o teu oposto, não faz mal, eu to disposto a amar e se você topar, os nossos defeitos vão se completar


Notas Finais


N sei oque falar
PREPARA UM VINHO QUE EU TÔ A CAMINHO, N VEJO A HORA DE TE VER IEIEIEIE
Tá bom, pareiii
Espero que tenham gostado
Mil beijinhos
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...