História Acid Rain (Camren) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Visualizações 170
Palavras 648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Orange, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLOOOOOOOOOOO. Espero que tenha alguém lendo.
Então... é isso.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Acid Rain (Camren) - Capítulo 1 - Capítulo 1

Lauren Jauregui 

Eu dou graças a Deus por minha conquista de trabalho, sei que sou herdeira da grande empresa do meu pai, mas acho melhor eu trabalhar com o que eu realmente gosto. Meu pai é totalmente contra meu trabalho, ele acha que ser professora de jardim de infância é algo que não deveria nem existir, e que eu deveria seguir seus passos, advogacia. Já mamãe acha que meu trabalho é algo incrível, sempre que pode, ela vai me ajudar na escola.

Mamãe e meu pai se separaram a três anos, e agora meu pai está em um relacionamento sério, isso foi o fim das minhas esperanças, mas mamãe diz que foi melhor assim, uma vez que eles brigavam muito por serem tão diferentes. Mas eu já superei.

Normani: -Você só precisa ser gentil, Lauren 

-Normani, você sabe que é impossível eu ser gentil com a nova namorada do MEU PAI!. Sabia que ela tem uma filha?!. Esse é meu fim!. Ela vai roubar meu pai!

Normani: -Lauren, para de falar por um minuto e me escuta!

Clara: -Talvez ela seja uma pessoa boa, filha 

 -Não!. Se ela fosse boa, não roubaria meu pai 

Normani: -Eu desisto. Vou pra minha casa que é melhor 

-Nãoooo, por favor 

Normani: -Acaba de se arrumar logo, mulher 

-Af. Ainda acho desnecessário eu ir conhecer aquelas roubadoras de pai!

Minha mãe soltou um risinho e Normani revirou os olhos. Normani é minha melhor amiga e vizinha, ela e a mamãe estava me ajudando a se vestir para conhecer a namorada do meu pai e lá vai estar a filha dela também. Talvez ela me ajude a separar os dois!. Depois de acabar de me arrumar, liguei para o meu pai e avisei que estava pronta, ele me buscou e logo fomos para um restaurante no centro.

Mike: -Filha, a Camila, filha da Anne é a Camila Cabello!

-Pai, não precisa falar o sobrenome, tô indo conhecer elas, não preencher o documento delas 

Mike: -O engraçado é que você só é bem humorada com aquelas crianças, mas se eu preciso de seu bom humor, você não me dá!

-Elas são crianças, merecem meu amor. Já vai começar?. Pode me deixar aqui que eu volto pra casa 

Mike: -Desculpe, você já é maior de idade, né?!. (Forçou um sorriso)

-É.

Mike: -Enfim, Camila é uma modelo famosa. Nunca ouviu falar? 

-Não me importo com moda 

Mike: -Vai aprender muita coisa com ela 

-O combinado é "Oi, sou a Lauren Jauregui!. Prazer em conhecer".

Mike: -Lauren...

Chegando no restaurante, meu pai falou os nomes das duas ladronas lá e o recepcionista nos levou até uma mesa onde elas estavam sentadas, uma jovem que eu lembrei ser Camila estava com a cabeça baixa, mexendo no celular, já a sua mãe tomava uma taça de vinho. Ao nos ver, ela abre um sorriso desnecessário, ficando de pé, Camila levanta a cabeça e nos olha. Meu Deus do céu ... faz sentido ela ser modelo!. A beleza de Camila era uma coisa absurda.

Sinu: -Lauren!. Tudo bom, querida? 

-Tudo! (Fingi sorrir)

Sinu: -Sente-se, fica à vontade!. Essa é a minha filha, Camila. Você conhece das revistas e televisão, né? 

-Não, desculpe. 

Camila: -Minha mãe acha que é obrigatório me conhecer (Ela fala no meu ouvido e dá um risinho)

Sinu: -Camila, não assuste a menina!

-Tudo bem ...

Sinu: -Seu pai fala muito de você. Disse até que você é professora de crianças, certo? 

-Sou sim! (Me orgulhei)

Camila: -Eu adoro crianças, Lauren. Adoraria conhece-las 

Sinu: -Eu também!. Mas conta mais 

Talvez elas não fosse tão ruins assim. E o resto da noite foi assim, eu contava sobre meu trabalho e as crianças, mas meu pai ficou com a cara fechada o tempo todo, não disse muita coisa também. Também escutei Camila falar sobre algumas coisas do seu trabalho e eu fiquei interessada nas câmeras, desde pequena, tive uma paixão por fotografia.

Eu tentava não olhar muito para a Camila, mas era impossível, ela era muito bonita!.





Notas Finais


Esse é só um daqueles capítulos chatos, porém, importante


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...