História Acidentalmente Jikook - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Alfa, Beta, Jikook, Namjin, Ômega, Universo A/b/o, Vhope
Exibições 438
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Sentai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oee pequenos, quero avisar que estarei viajando este fim de semana então não terei como escrever capítulo :c me desculpem ❤

Capítulo 17 - O que eu faço agora?


Fanfic / Fanfiction Acidentalmente Jikook - Capítulo 17 - O que eu faço agora?

POV Jungkook

Ao chegarmos em nosso quarto no hotel, Jiminie não me largou nem por um segundo, estava mais carente do que no cio e sempre com uma expressão triste no rosto, então para tentar anima-lo, comecei a fazer cosquinha em seu pequeno corpo.

- Para com isso Jungkookie - Ele falo, rindo sem controle.

- Só vou parar quando ter certeza que meu pequeno está bem - Digo ainda fazendo cosquinha no mesmo, até ele começar a ficar sem ar então o abraço bem apertado - Eu te amo - sussurro no seu ouvido, enquanto escuto ele suspirar com o carinho que faço em seu cabelo.

- Estou com medo do que pode acontecer agora Jungkook e se ele querer me tirar de você?, porque... - Eu o interrompo.

- Não importa o que sua mãe disse, ele não cuidou de você quando devia e agora você tem a mim, não precisa dele pra nada... - Eu iria continuar, mas sou interrompido pelos lábios doces do chimchim junto aos meus. O beijo mais doce desse mundo, um doce que não enjoa mas sim vicia, aos poucos ele me da espaço para aprofundar o beijo e assim faço enquanto o deito delicadamente na cama e subo em cima de seu corpo, mas infelizmente precisamos parar para respirar.

- Obrigado por nunca desistir de mim Jeon Jungkook - Ele diz, olhando profundamente em meus olhos e quando eu iria voltar a beija-lo, meu celular começa a tocar.

Ligação on/

- Jungkook como foi na omma do Jimin ? - Minha omma diz apreensiva.

- Foi tudo bem, mas descobrimos muitas coisas que nem um de nós esperávamos - Eu digo olhando para o chimchim que começou a abraçar meu pescoço.

- Quero saber de tudo quando chegarmos em Seoul. Já arrumaram suas malas?, saímos em uma hora -  Ele fala desconfiado. Como sempre omma acertou, eu já tinha até esquecido que iríamos embora hoje.

- Estamos arrumando, tchau omma - Digo desligando a ligação.

Ligação off/

- Chimchim levanta, vamos arrumar nossas malas - Falo, já me levando e puxando ele junto.

POV Jimin

Assim que eu e o kookie arrumamos nossas malas, vamos para o aeroporto a caminho de volta para Seoul. A viagem de jatinho foi completamente tranquila, eu deixei o kookie dormir a viagem inteira apoiado em mim, enquanto eu acariciava seu cabelo macio.

Estava tudo bem, menos quando cheguei onde eu morava, pois o sindico me chamou para conversar.

- Senhor Park Jimin? - Ele olha para mim de cima a baixo.

- Sim? - Eu pergunto preocupado.

- Sinto informar, mas você foi demitido de seu emprego e não poderá mais morar aqui, a menos que encontre outro emprego ainda essa semana - Ele me diz como se fosse a coisa mais simples do mundo arrumar outro emprego.

- Não poderia me dar mais tempo? - Eu pergunto esperançoso.

- Desculpa mas são normas e eu preciso cumprir - Ele fala, parecendo não se importar.

- Vou fazer uma ligação - Digo pegando meu celular e ligando para o kookie.

Ligação on/

- Jungkook me ajuda? - Pergunto com uma voz de desespero.

- O que aconteceu baby? - Ele me pergunta com preocupação.

- O sindico falou que não posso mais morar aqui, pois fui demitido de meu serviço, provavelmente pelos dias que precisei faltar para viajar. O que eu faço agora? - Digo triste.

- Você poderia morar comigo e trabalhar na empresa dos meus pais, isso é o de menos amor - Ele fala como se fosse simples. 

- Você tem certeza?, nem falamos com eles ainda e eu não quero ser um estorvo - Eu digo preocupado.

- Eles te adoram, vão concordar sem dúvida e não será um estorvo, só trabalhará com a família. Você poderia ser meu secretário - Ele fala com voz maliciosa.

- Jeon Jungkook não pense coisas erradas, iremos trabalhar! - Eu o repreendo.

- Que baby malvado, vou te punir quando trabalharmos juntos - Ele diz, fazendo com que minhas bochechas fiquem muito vermelhas.

- Irei desligar, converse com seus pais sobre isso e me mande mensagem pode ser?. Beijos, Te amo - Digo ainda vermelho.

- Pode deixar amor, vai indo em casa que a gente conversa lá, beijos, Também te amo baby malvado - Ele desliga dando risada maliciosa.

Ligação off/ 

POV Jungkook

Desço a sala para conversar com meu appa, sobre a situação do jiminie.

- Appa, o jiminie perdeu o emprego e está sem onde morar, tem como ele trabalhar na empresa e morar aqui? - Pergunto com o maior sorriso no rosto.

- Parece que você está feliz de ele ter perdido o emprego - Ele diz soltando uma risada da minha cara - É claro que pode, você já até marco ele, não vejo motivo para não morarem juntos, mas quero juízo nada de filhotes antes de terminar a escola - Ele me olha sério.

- Prometo appa e ele pode trabalhar como meu secretário? - Eu pergunto com olhar de cachorro sem dono. 

- Pode ser, mas quero que trapalhem de verdade! - Ele diz com um olhar malicioso.

  Escuto a campainha tocar, então vou correndo atender, assim que abro a porta e vejo meu pequeno, o pego pela cintura e giro fazendo com que ele solte uma risada infantil.

- Oie mais novo funcionário e morador desta residência - Digo colocando ele na ponta do pé no chão  e dando um selinho nele.


Notas Finais


MEU CORAÇÃO VAI PARAR ❤❤❤ 227 FAVORITOS :3333 AMOOO MUITO VOCÊS :33333 MUITOOO OBRIGADA ❤💙💚💛💜❤💙💚💛💜 Um grande abraço a cada um de vocês :3 estarei respondendo todos os comentários em breve :3 lerei todos com carinho :3 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...