História Ações previstas e uma criança - Durarara!! (Yaoi) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Durarara!!
Personagens Celty Sturluson, Izaya Orihara, Shinra Kishitani, Shizuo Heiwajima
Tags Ação, Anime, Celty, Celty Sturluson, Drama, Drrr!, Durarara, Izaya, Izaya Orihara, Romance, Shinra, Shinra Kishitani, Shizuo, Shizuo Heiwajima, Yaoi
Visualizações 221
Palavras 688
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei para postar, pra variar, mas na outra fic eu já expliquei o que está acontecendo.

Não tenho nada a dizer, só agradecer.

Um beijo da 👻

Capítulo 6 - Petiscos e intimidade


Os dois saíram da loja e ficaram andando  pelo centro da cidade por um bom tempo. 
A inimizade entre os homens mais perigosos de Ikebukuro pareceu nunca existir. Os dois chamavam a atenção das pessoas, já que estavam andando juntos com uma criança. 

- Tô com fome! - Gritou Louwae de repente.

- Não grite, garoto - Puniu Izaya.

- O que você quer comer? - Perguntou Shizuo olhando para o menino que logo fez uma expressão pensativa. 

- Chocolate! 

- Tem uma loja de doces aqui perto - Informou o moreno.

- Já é tarde, vamos comer algo mais decente.

- Tipo arroz e feijão? - Palpitou a criança - Não quero, é ruim.

- Não, não... vamos a um bar que eu trabalhava a alguns anos atrás, lá tem petiscos muito bons. 

- Tá bom - O garoto sorriu concordando com a cabeça.

Os três se dirigiram para o local sugerido pelo loiro. Chegando, sentaram em uma mesa perto ao balcão de bebidas e pedidos. 

- Gosto daqui - Disse o pequeno pegando um canudo para brincar.

- Eu também - Inteirou o moreno.

- Que bom, é simples, mas é muito bom.

- Combina com você esse tipo de lugar.

- Como assim? - Shizuo franziu o cenho curioso.

- Aqui é tão calmo, aconchegante, porém, por ser um bar, fica agitado as vezes. 

- O que você quis dizer com isso?

- Nada, eu só... sei lá, pensei que esse tipo de lugar se parece com o tipo de lugar que você frequenta, e por isso trabalhava aqui... ah, deixa pra lá. 

O loiro riu com atrapalho do menor e acenou para um dos garçons que estavam próximos. 

- Sim senhor, o que deseja? - Perguntou o garçom com um bloquinho na mão pronto para anotar os pedidos. 

- Eu quero coca e batatinha frita! 

- Está bem - Disse Izaya - E você, Shizu-chan?

- Quero peixes fritos e uma cerveja, e o que você quer?

- Ah, eu não estou com muita fome, sabe... eu estou bem.

- Não vai querer nem um martini ou algo do tipo?

- Pode ser - O menor deu de ombros.

- De maçã? É o melhor.

O moreno fez que sim com a cabeça, o garçom anotou o pedido e rapidamente foi para trás do balcão preparar a comida. 

- Vocês se conhecem a muito tempo? - Indagou Louwae fitando os adultos.

- Sim, desde o colégio - Respondeu Izaya. 

- São amigos?

- Muito pelo contrário.

- Não parece, mais parece que são... - O menino foi interrompido pelo informante que bateu a mão na mesa.

- Não começa com isso, seu peste - Repreendeu, prevendo o assunto que a criança tocaria. 

- Izaya, tudo bem, é uma criança - Pacificou Shizuo.

- Mas...

- Mas nada, aproveite a noite, tá bem? - Exigiu.

- Tá - O moreno se afundou na cadeira desconfortável com a tranquilidade e certa intimidade que seu inimigo estava lhe proporcionando.

Alguns minutos se passaram e o copeiro trouxe as bebidas e os petiscos colocando-os sobre a mesa. Louwae bateu palmas comemorando a chegada da tão esperada Coca-Cola com batatas fritas. 

- Experiente - Disse o loiro enfiando um pedaço de peixe frito na boca - É bom.

- Acho que não, obrigada - Dispensou fazendo o gesto com a mão.

- Você vai gostar, sério, experimenta - Insistiu pegando um pedaço do peixe tentando enfiar na boca do menor.

- Tá bem, tá bem - Izaya cedeu e revirou os olhos - Eu como Shizu-chan - Mordeu um pedaço do petisco da mão do ex-barman.

Shizuo comeu o que sobrou e olhou para Izaya que mastiga vagarosamente - Então, o que achou? 

- Muito bom, posso pegar mais?

- Claro - O loiro assentiu. 

Era uma noite anormal e estranha tanto para os dois quanto para os que olhavam para eles. Podiam estar incômodos, mas não significava que não estavam gostando, muito pelo o contrário. Não queriam admitir, porém, nem mais se tratavam mal. Os inimigos que em pouco tempo pareciam se odiar, agora, tinha algo para confessar.

 

 


Notas Finais


É bem curto, mas o próximo será melhor, aguardem.
Pelos errinhos peço perdão!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...