História Acompanhante of Luxury (Kim Taehyung) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine V, Kim Taehyung
Visualizações 36
Palavras 1.391
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Hentai, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem 😊
BOA LEITURA!
Descupe qualquer erro.

Capítulo 8 - Beijo e discursão


Fanfic / Fanfiction Acompanhante of Luxury (Kim Taehyung) - Capítulo 8 - Beijo e discursão

ANTERIORMENTE

S- Vai para a casa do caralho seu idiota falo me explodindo de raiva,o mesmo estaciona o carro e desce bruscamente batendo a porta do veículo, segura em meu braço com força e diz.... 

*****************************************

Taehyung- Sei que você me deseja e não resiste aos meus toques!

S- Me solto de seu braço com fúria e  a raiva estampada em minha face.Me deixe em paz seu idiota ,você me insulta e me ofende,agora tem a audácia de dirigir palavras a mim?! Você é muito patético mesmo,me afasto dele mas sou puxada novamente e nos entreolhamos,Taehyung me beija, a princípio eu não cedo,mas de alguma forma ele esta coberto de razão não resisto a ele e seus toques,ele aperta minha cintura sem tirar seus lábios dos meus eu não resisto e acabo sedento ao seu beijo,nesse momento nossas línguas tocavam-se em uma armonia intensa e gostosa,nossas respirações foram ficando intensas,suas mãos passeavam por todo meu corpo e parando euforicamente em minha bunda me causando um desejo enorme em te-lo dentro de mim,mas cesso nosso beijo me lembrando do insulto que o mesmo me disse na saida da boate.

Taehyung- Sabia que não ia resitir! Que foi esta com medo? Eu não mordo,a não ser que você queira.

S- Olho para ele sem palavras,pois o mesmo estava certo,mas eu estava disposta e desistir dessa loucura que me deixa desnorteda e ao mesmo tempo curiosa em saber a seu respeito, aish que droga! Dito a mim mesma em meio a pensamentos....Você é um cretino senhor Kim,parece que adora brincar com os sentimentos alheios,não te entendo,você acha que sou seu brinquedinho esta enganado.

Taehyung- É mas sou um cretino que você adora, dou um sorriso malicioso para a mesma que estava ficando vermelha de raiva,atitude que me deixa escitado,pois adoro alcamar mulheres nervosinhas a fodendo com força, dito em meio a pensamentos sujos,quando me desperto com um tapa em minha face.

S-Não vi a hora que fiquei possessa de raiva com o que foi dito por ele e desferir um tapa em sua face deixando o mesmo estático,sai andando apressada acenando por um taxi que passava na avenida,entrei no veiculo e ditei o endereço de minha casa,fiquei o caminho todo tentando digerir o que havia acontecido e mais uma vez sentir meus olhos arderem.

TAEHYUNG ON

Entro em meu carro sentindo ainda a ardencia do tapa que levei,mas isso não vai ficar assim,essa garota me deixa estremamente atraido e não vou desistir dela tão fácil e quem ela pensa que é para me regeitar dessa forma?! Resolvo ir aquela boate novamente,pois estava muito aborrecido e precisava foder alguém,vamos ver do que a Sook é capaz de fazer hoje.

TAEHYUNG OFF

                              (...)

S-Chego em casa totalmente cansada e realmente não consigo assimilar nada do que ocorreu...procuro por Jany e me lembro que ela iria trabalhar na boate hoje,então vou tomar um banho me troco,visto uma roupa confortável e me deito,fico pensando o quanto meus sentimentos pelo Taehyung estão confusos nesse momento,por que meu coração me maltrata dessa forma,maldição! E que beijo foi aquele?! Me questiono passando os dedos em meus lábios sorrindo boba,sinto um fogo subir por meu ventre lembrando de seus toques,fecho meus olhos lembrando dos seus beijos por meu corpo no dia em que estavamos na boate e desço minha mão para dentro do meu baby doll e começo a massagear meu clitores lentamente com flashs de sua boca me lambendo toda no dia da boate...ai meu Deus o que esse homem me causa! Começo a arfar e fico totalmente em estaze me tocando e lembrando do quão o senhor Kim é atraente,nesse momento estava viajando em desejo e imaginando o senhor Kim me pegando afoito,mordo meus lábios contendo meus gemidos e me contorcia na cama de escitação pensando no mesmo,cesso meus atos com o celular tocando era Jany.

LIGAÇÃO ON

J- Samantha abre essa porta,eu esqueci a chave.

S- Droga! Falo quase que inaldivo,mas minha amiga escuta do outro lado da linha.

J- Que?

S- Nada estou descendo.

LIGAÇÃO OFF

S-Abro a porta para a mesma e ela me puxa para o sofá.

J-Tenho que te contar algo ou melhor te alertar,olha a Sook falou que aquele tapa que você deu nela não ia ficar barato,que você ficasse na sua e não procurasse o Taezinho disse a ela imitando o jeito que a Sook fala,Samantha não demonstrava  nenhum tipo de preocupação,pois a mesma parecia perdida em devaneios,estalo meus dedos em frente sua face com a intensão de desperta-la.

S-E daí, ela gostou de apanhar?!Olha Jany eu não sou de brigar até mesmo porque sou muito reservada,você sabe disso,mas se ela tocar em mim não vou deixar barato.

J- Primeiro,você deixou de ser reservada depois que conheceu o senhor Kim,com as maluquices que anda fazendo,e segundo ela é nada mais nada menos que filha de um dos homens mais procurados de Seoul,ele é chefe de tráfico internacional de armas,como sei disso?! Pois bem o seu amado Kim,dito amado fazendo aspas com as mãos estava lá bebendo e me chamou para conversar a princípio não quis ir, pois o mesmo tinha te desprezado e eu fiquei chateada com ele,mas depois meu chefe disse pramim ir,por que segundo ele o dinheiro do senhor Kim é precioso pois ele gasta muito na boate o que é rendimento para ele,mas voutando ao assunto,ele estava muito bebádo e falava muitas coisas desconexas e no final de tudo ele disse que a Sook não fez o serviço direito e eu fiquei sem reação, afinal de contas o que eu tenho haver com eles,mas enfim ele disse a mim em auto e bom som "é imprestável igual o pai dela,aquele imbécil que me obriga a pagar algo que não devo",ai perguntei quem era o pai dela e ele me falou que era o Lee Jong-suk (nome aletório de um ator coreano) e você não tem noção do quanto ele é perigoso.

S-Será que o senhor Kim e seus sócios/amigos tem alguma ligação perigosa,MEU DEUS JANY! É por isso que o Kook mandou me afastar dele?!

J- Não sei,mas é melhor você evitar a Sook eu não sei do que ela é capaz.

S-Mas que provas temos que isso possa ser verdade,afinal de contas ele estava bebádo e supostamente não sabe o que fala.

J-Mas é melhor ficarmos em alerta.

S-Após a longa conversa que tivemos contei do ocorrido mais cedo entre eu e Taehyung na saida do espediente e ela ficou boquiaberta com que falei e riu da minha situação na hora em que falei que desferi um tapa na face dele ,a mesma disse a mim que foi merecido...Jany foi para seu quarto,e eu fui para o meu pensando nessas possibilidades malucas e o quanto minha vida estava se tornando uma bagunça,me deito na cama e acabo adormecendo.

                              (...)

Acordo com o despertador do meu celular me surdano e levanto sonoleta de minha cama,tomo um banho,faço minhas higienes matinais,tomo o café e saio porta a fora para mais um dia de trabalho...Chegando na lanchonete me deparo com o Jin todo sorridente na entrada,o comprimento com um bom dia e ele me responde com aquele ar de felicidade que o rodeava,a manhã toda foi tranquila até certo ponto,quando avisto a Sook entrando e gritando meu nome,como ela descobriu não sei,Talvez o Kook tenha falado,fico com receio pois a mesma chamava a atenção de todos dentro do recipente,meus colegas de trabalho me olham perplexo pois não imaginava alguém com tanta fúria atrás demim,ela me avista perto de um dos meus colegas e vem com tudo para cima de mim,me desvio da mesma mas é envão,ela me empurra fazendo com que eu caia encima da mesa onde tinha dois clientes,fico possessa de raiva e a tiro de cima de mim e puchando seu cabelo logo em seguida,todos voltam seu olhar para nós,Jim tenta separar a briga entre a gente e eu me solto dele e vou para cima dela fazendo com que minhas unhas arrancassem sangue de seu rosto,nessa hora gerou-se um grande tumulto dentro e fora da lanchonete e o espetáculo estava feito,começamos a trocar palavras de insultos umas a outra e a briga foi cessada com pessoas nos segurando.

Jin- CHEGA! Parem vocês duas,Samantha vai la para a cozinha quero conversar com você e a senhorita poderia se retirar por favor ja causou tumulto de mais por aqui,direciono minhas palavras a garota que chegou procurando por Samantha. Peço um de meus funcionários para acalmar os animos dos clientes la fora e vou para a cozinha conversar com Samantha.


Notas Finais


Xiii sera que vai dar B.O?
E ai continuo ou não?
Comentem e favoritem 😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...