História Acomplicces and Loves - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Viih_67

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Acomplicces, And, Familia Destruida, Fanfic Triste, Loves, Órfã, Originais, Primeiro Amor, Tristezas
Exibições 17
Palavras 381
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie gente, eu sei que está pequeno o capítulo, mas como diz o titulo: "Só o começo..." Atualizada todas as quartas ou antes. Essa menina da capa é a personagem: "Ana Luísa"
Boa Leitura meus amores <3

Capítulo 1 - Só o começo...


Fanfic / Fanfiction Acomplicces and Loves - Capítulo 1 - Só o começo...

Me chamo Ana Luisa, tenho 17 anos, estou na primeira série do ensino médio, minha pele é branca e meus cabelos castanhos claro. Vou contar um pouco da minha história...      

Amanhã será meu primeiro dia de aula, estou com medo, claro! 
Vocês devem estar se perguntando, "Medo? De que?"  de não conseguir fazer amizades...
Sou muito anti-social, então é bem difícil as coisas para mim...
Na minha antiga escola sempre me zoavam... Para ser sincera, nunca tive amigas e nem amigos.
Meu pai morreu quando eu tinha 2 anos e minha mãe desapareceu quantos eu tinha 12 anos. Desde então eu fui mandada para um orfanato. Um casal me adotou e a Helena, minha "mãe" gostava de mim. O marido dela, Robert no começo foi até legal, mas depois que conheceu uma mulher misteriosa começou a virar um "monstro".
Helena me pôs em uma escola particular; sempre quando eu chegava o Robert maltratava eu e a Lena (Helena). Em um dia chuvoso de noite ele convidou ela para sair e queria me deixar em casa. A Lena pediu para eu não ficar com medo é ficar em casa. Mas eu temei, então eu fui... 
Ele parou o carro em um lugar deserto, tirou ela de dentro do carro a força com as mãos amarradas e um pano na boca.
Ele tirou uma faca do carro e a esfaqueou. Depois pegou o corpo dela e jogou dentro do mato e foi embora. 
Essa foi a cena mais triste e horrível que eu já vi em toda a minha vida. Eu comecei a chorar, chorar sem parar. Ela podia não ser minha mãe, mas era como uma!
Eu fugi, vivi pelas ruas procurando comida, abrigo... Cresci e aos meus 15 anos um idoso me deu um apartamento e as coisas que nele há. Não é grande coisa, mas agradeço muito ele, que hoje em dia esta morto. 
Quando fiz dezesseis anos procurei uma escola para mim, mas não consegui achar. Descobri que tenho uma tia, ela é balconista de uma loja de roupa. Me matriculei em uma faculdade chamada White Castle e começarei as aulas amanhã!
Ela só me da dinheiro para pagar a escola e comprar as coisas para mim, ela teve que se mudar então deposita o dinheiro em minha conta.


Notas Finais


Até o próximo capítulo! Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...