História Acorrentada - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~Bono

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Sting Eucliffe
Tags Nalu
Exibições 427
Palavras 638
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo! Olá, boa tarde o/
Demorei, sim. Demorei, desculpa, desculpa

sorry, e sei que ficou curto qq'
Boa leitura!

Capítulo 13 - Sorriso


Lucy franziu o cenho, ao ouvir o que a doutora dissera.

- Mas eu tenho prova, nessa sexta! - exclamou cruzando os braços.

- Sra. Lucy, você precisa me entender - a medica tombou o tronco um pouco a frente, e juntou as mãos em cima da mesa. - O seu mal estar de ontem, foi ocasionado por excesso de carga, e estudos demais. Seu corpo está pedindo para descansar.

Lucy se acomodou melhor na poltrona de couro branco, e olhou rapidamente no jaleco da medica "Mirajane".

- Eu tenho prova nessa sexta, tem como me receitar algum remédio. Eu pago o que for necessário. - disse Lucy. E a doutora, Mirajane, olhou-a incrédula.

 

»x«

 

- Luce, eu não acredito que você tentou subornar a doutora - disse Natsu, freando o carro no sinaleiro.

- E pra ajudar eu não consegui convencê-la - murmurou à loira, olhando para um jovem que ajudava uma senhora atravessar a rua.

- Oras Luce. Mirajane é uma doutora profissional. - indagou-o entrando na propriedade, com sua Land Rover escura. - Claramente ela negaria o seu pedido, e lhe obrigaria a descansar - ri, - espero que a obedeça. - comenta, estacionando o carro na garagem.

- Eu irei...

 

=xx=

 

Lucy procurava algo para entreter; já que fazia dois dias que fora ao médico, e hoje ela se encontrava sozinha em casa.

- Eu deveria estudar, mas estou proibida - bufou se jogando na grande cama de casal, o teto parece bem mais interessante nesse ângulo, pensou. Sentou-se na beira da cama, esticando-se pegou o celular de cima do criado-mudo, e deslizou o dedo no contato de Natsu, que já no segundo toque a atendeu.

 

- Luce, precisa de algo?

- Não, fiquei com vontade de ouvir sua voz.

- Luce, Luce. Eu já sei o que você quer mocinha. - ri. - Porém isso não vai funcionar

- Ah, Natsu.

- Desculpa amor, mas você sabe o que lhe foi receitado.

- Eu sei. Natsu!

- Diga amor.

- A que horas, você chega?

- Hum. - Natsu se acomodou melhor em sua cadeira. - Acho que as sete, por quê?

- Poderia claro se não estiver cansado. Poderia comprar torta de limão.

- Torta de limão?

- Uhum, é que meio que eu fiquei com vontade.

- Você viu o comercial da nova padaria, não é? - sorri perguntando.

- F-Foi

- Tudo bem, eu compro. - disse, e Lucy pôde ouvir alguém o chamar. E ele dizer que o aguardasse - Luce, eu tenho uma reunião agora. Vejo-te mais tarde?

- Sim, eu te amo e boa reunião.

- Obrigado, eu também te amo.

 

Lucy finalizou a ligação, e colocou o celular de volta ao lugar. Deitou-se, novamente, só que de lado. E ficou, apreciando à vista da janela, para o céu. Sentindo as pálpebras pesarem, Lucy adormeceu.

Algumas horas depois, Lucy fora despertada, pelo toque insistente de seu celular..

 

Desconhecido.

 

Lucy deslizou o dedo pela tela.

- Alô?

- ... - ninguém respondera, e Lucy encerrou a ligação. Olhando para tela por alguns segundos e assustou-se, quando o celular vibrou. Era Levy, perguntando o motivo de ela não ter atendido. O que resultou horas de conversas.

 

=xx=

 

- Como foi seu dia, amor? - Natsu perguntou, bebericando um pouco de seu suco de laranja.

- Sem novidades - respondeu Lucy simplista, levando um pedaço de torta a boca. Natsu sorri.

- Luce

- Hum?

- O que acha de irmos amanhã, ao cinema?

Lucy que antes, mantinha sua atenção para torta. Encarou o namorado a sua frente.

- Sério?

- Claro, amanhã eu não terei nada para fazer. E, aliás, você escolhe o filme.

- 'Tá, mas depois do cinema. Podemos ir ao parque? - perguntou Lucy animada.

- Claro, faço de tudo pra ver esse seu lindo sorriso.


Notas Finais


Postado por Bono (antiga Kadye)

Beijinhos '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...