História Acorrentados num só sentimento - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias 100%
Visualizações 14
Palavras 1.161
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Magia
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Amor escondido, coisa de bandido.


Fanfic / Fanfiction Acorrentados num só sentimento - Capítulo 6 - Amor escondido, coisa de bandido.

No outro dia Moinho foi ensaiar e eu fiquei em casa arrumando as coisas porque logo mais a noite iamos viajar, e como eu não queria ficar sozinha e sei que meu amor ia passar praticamente o dia todo fora resolvendo os detalhes da viagem e da banda, liguei pra Júnior e perguntei se ele tinha um tempinho pra mim, queria mudar meu visual, e como sempre ele é amorzinho, veio atender o meu chamado, e ficou comigo até a tarde, quando ele foi embora, fui tratando logo de descansar porque essas viagens são sempre muito cansativas. A noite eu e Moinho fomos jantar fora e depois nos encontramos com o pessoal da banda já no aeroporto e seguimos viagem. Parecia até um milagre, uma das primeiras viagens que fazíamos a Sampa e a mulher de Diau não estava
Sil: Abelhinha ? Tu viu mulher, a cobra da Roberta não veio, que milagre kkkkk ela não perde a chance de viajar de graça kkkk
Paula: Pois é Patricinha eu percebi isso também kkkkk vou já saber !
Diau..... ( falou de seu lugar mesmo )
Daniel:  Oi
Paulinha: O que houve que Roberta não veio ?
Daniel: Ah é porque a Bequinha tava gripada e tava com um pouco de febre ai achamos melhor ela ficar já que tia dela cuida mal dela mesmo
Paulinha: Ah sim, pois, quanto a gente tá dodói o melhor mesmo é o colo de nossa mãezinha, tomara que ela melhore logo !
Daniel: Vai sim !
Paulinha: Ouviu né , a neném tava dodói!
Sil: Sim
Paulinha: Mulher nem te falei, e esse cabelo ? Tá um arraso , foi Júnior ?
Sil: Foi sim, e ai gostou ?
Paulinha: Amei !!! Eu não tenho coragem de mexer no meu cabelo, mais tu arrasa por nos duas kkkkk
Sil: Kkk pois bem, devia ter, eu gosto dele assim, curtinho mesmo, é mais jovial !
Paulinha: Apois, o meu eu não corto tão cedo !
Chegamos e fomos direto pra o hotel, e descansamos porque a noite ia ter dobradinha , e quando quando já era noite nos aprontamos pra partir logo mais e descemos ate o saguão do hotel pra atender os fãs que estava lá a nossa espera. Partimos para o primeiro show e nós éramos a segunda banda a tocar então fomos ao camarim, fomos entrevistados e logo todos saíram, ficou só eu e a Abelha
Paulinha: Paty tu vai usar essa roupa mesmo ai pro show ?
Sil: Vou , acho q vou, deixa pra trocar quando for pro outro
Paulinha: Sim, eu vou ficar com esse aqui mesmo pros dois
Sil: É ele tá bom, Abelhinha tu vai sair ?
Paulinha: Vou ao banheiro pq ?
Sil: Tu pode ver aonde tem água gelada por favor ? Essa aqui tá muito quente !
Paulinha: Tá eu pego sim !
Assim que Paulinha saiu Daniel entrou e me pegou despercebida porque eu estava mexendo no celular e nem vi ele entrar
Daniel: buuuuh kkkk
Sil: Aiii, tá doido ? Quase me mata do coração
Daniel: Também , fica ligadona ai no celular que nem presta atenção no seu redor
Sil: Eu só tô olhando umas mensagens aqui, você que é todo besta fica assustando os outros, quê que tu quer em ...
Daniel: Tu sabe muito bem
-Falou e já foi logo me agarrando.
Sil: Para Daniel tá doido , vai que alguém entra ai , Paulinha já já volta, ela só foi buscar uma água ali
Daniel: Deixa, só quem pode chegar e pegar a gente aqui é ela , aqui é o camarim dos cantores
Sil: Me solta homi, tu sabe que não e assim, todo mundo tem acesso ao camarim, deixe de besteira e me largue
Daniel: Só depois de um beijinho
Sil: Tá mais só um e depois você sai
- Enquanto nos beijamos nem percebemos que alguém tinha entrado no camarim .... 😱
Sim ....
Era Paulinha pra nossa sorte!😨
Paulinha: Que isso ? Que pouca vergonha e essa ? Ficaram loucos ? Podem cuidar de ir se desgrudando logo !
- Levamos um susto tão grande, que ficamos ate sem reação ! quando vimos que era Paulinha respiramos aliviados e nos soltamos e começamos a rir.
Paulinha: Tão rindo de que ? Eu não tô brincando em ! Vocês tão loucos só podem, já pensou se fosse Sílvio ou qualquer outra pessoa ? Meu pai eterno eu não quero nem pensar nessa hipótese, vocês parecem que nunca aprendem, eu vivo falando pra vocês, camarim não e lugar de se agarrar mais acho que eu vou morrer falando isso e vocês vão continuar fazendo, mais vocês tem uma sorte desgraçada em ? Sempre sou eu pego vocês se agarrando, parece ate minha sina aff
Daniel: É sinal que você tem que parar de entrar nos camarins sem bater na porta kkkkk
Paulinha: E tu ainda tira graça é sombroso? Eu mereço mermo, nã eu vou entregar vocês !
Sil: Vai nada, pare de show que se até hoje tu nunca entregou não vai ser agora que vai entregar kkkkk
Paulinha: Pior que tu tem razão , eu amo vocês demais pra não fazer isso, mais me da uma raiva porque vocês podiam tá junto e não fizeram por onde, agora tão ai, igual amantes se encontrando as escondidas e correndo perigo de seus companheiros pegarem vocês, abre o olho, já falei cuidado com esse agarra, agarra ...
Daniel: Relaxa Abelhinha, fica de boa ai
- Daniel voltou a me agarrar e eu deixei só pra irritar mais a Abelha
Paulinha: Eu já falei pra se largarem, meu pai amado ... Olha , eu não vou ficar aqui sendo cúmplice da traição de vocês não , oh, eu vou indo e acho bom dona Silvânia vim comigo se não Daniel não vai deixar você vim nunca porque eu conheço a peça, vamos logo, vamos entrar já já, André já deve tá vindo nos chamar .
Paulinha saiu me puxando pelo braço ate a porta, e Daniel segurava no outro
Sil: Gente para, eu tô parecendo um boneco sendo puxada de um lado pro outro , me soltem !
Puxei meus braços e eles dois largaram de mim, e Daniel chegou no meu ouvido
Daniel: Fica pra próxima, quem sabe no outro show kkkk
Sil: Jura kkkkk ( com aquela cara de sarcástica )
Paulinha: Vamos ? 😑
Sil e Daniel : Sim !
Então subimos no palco e o show foi realmente show como tem sido todos, o público lindo demais, animado, e no segundo show não foi diferente foi tudo maravilhoso, eu e Daniel não tivemos mais um tempo a sós como no camarim, mais em cima do palco ele me abraçava, me dava varios beijinhos e eu ali temendo que Moinho percebesse algo mais ao mesmo tempo provocando Daniel, e eu sabia que ele ficava mais doido ainda, e depois do show partimos para o hotel.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...