História Acredito em Lobisomem - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas, Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Tags Lenda, Lobo, Romance
Visualizações 22
Palavras 560
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 8 - Resolução


Capitulo Anterior:~

[...] acabou até por esquecer os últimos acontecimentos, brincou, cantou, correu, até não aguentar mais, e assim foi o tempo até o meio dia.

Agora:~

Hogo~

Que saco! conselho, blá blá blá..., você não pode ferir os humanos, blá blá blá..., dá um tempo! eu odeio essas reuniões, é sempre a mesma coisa, sempre revisando os artigos de leis, e ainda por cima querendo me incriminar pelo acidente, certo, foi eu o responsável, mas tecnicamente ninguém morreu, então não serei punido, e o fato do motivo ter sido ela me encobre, ahh... ela... mal posso esperar para chegar e sentir seu doce aroma...

(Hakai):-Hey! --passa a mão na frete do rosto de Hogo

(Hogo):-...

(Hakai):-Estava pensando nela? --sorri

(Hogo):-E se estivesse? --pergunta friamente.

(Hakai):-Nada... só que, não deveria deixar muito na cara que ela é seu ponto fraco.

(Hogo):-Aonde quer chegar?

(Hakai):-Deveria tentar encobrir ela, esconde-la, talvez coloca-la no colégio, ela tem quantos anos? dezessete? dezoito? Deve estar no segundo ou terceiro ano do colegial, não é normal casar com essa idade, sem contar que iria ajudar ela a se acostumar a ter uma vida com um lobisomem. Pense na revira volta que deu na vida dela, uma vida normal, uma viagem, um acidente, sem notícia de seus pais, e obrigada a se casar com você. Uou! --se esquiva --Calma! só estou sendo realista.

(Hogo):-Vamos resolver isso, você vai me ajudar.

(Hakai):-Vou?! --olha para Hogo e vê um olhar assassino --"Tô" falando que vou... --disfarça e depois ri.

Meu plano seria usar os poderes de Hakai para desfazer as memórias que os pais dela tiverem de mim e criar uma nova.

Chegamos no hospital na exata hora de visitas, e eles estavam lá, seus corpos estavam leves arranhões, mas estavam conscientes e bem.

(Enfermeira):-Vou deixa-los, com licença.

(Hakai):-Obrigado.

(Hogo):--respira fundo buscando paciência --Se lembram de mim?

(Hakai):-Como é?!

(???):-...não...

(Hogo):-Do que se lembram?

(???):-Lembro de ter visto um... lobo, perde o controle do carro e cair ladeira a baixo.

(Hogo):-Um lobo?

(???):-Sim, um lobo enorme, maior que o normal.

(Hogo):-Certo...

(???):-Mas quem é você?

(Hogo):-Sua vez? --fala à Hakai

(Hakai):-Eu?! O que quer que eu faça?

(Hogo):-Convença à eles que sou o namorado dela.

(Hakai):-No que vo-

(Hogo):-Apenas faça.

(Hakai):-Certo

Hakai fez o pedido de Hogo, usou seu poder hipnótico e convenceu à eles que Hogo era namorado de sua filha.

(Hogo):-Eu já vou indo, melhorem logo.

(???):-Obrigado meu jovem, mas onde está Nanami?

(Hogo):-Não se preocupe, ela está em minha casa, não sofreu nenhum arranhão, por isso não está aqui.

(???):-Obrigada meu filho...

(Hogo):-Com licença senhor e senhora Asahina.

=============******==============

(Hakai):-Você podia pelo menos ter me avisado de sua ideia genial.

(Hogo):-Não lhe devo satisfação. Venha.

Narradora/Autora:~

Hogo se dirigiu ao colégio da cidade e fez a matrícula, de Nanami e dele.

(Hakai):-Eu também! --sorriso sacana

(Hogo)--Arqueia a sombrancelha.

(???):-Certo, preciso que preencha essa ficha.

Quando terminaram, os rapazes se dirigiram à uma loja próxima, compraram os materiais precisos e voltaram para a vila. Aonde ela estava, com aquele doce aroma que tanto agradava a Hogo. Os dois se dispersaram, e Hogo se aproximou para ve-la com um lindo sorriso. Resolveu deixa-la e seguir até sua casa, aonde se jogou no sofá, mas logo ouviu a porta da sala sendo aberta, e novamente aquele cheiro invadir suas narinas o embriagando. Se levantou e a abraçou por trás.


Notas Finais


Desculpe a demora e capitulo curto, não queria deixa-los sem capitulos tanto tempo.
Estou com pressa agora, por isso o terminei aqui. desculpa qualquer erro ortográfico.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...