História Acting On the Target - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, One Direction
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags 5 Seconds Of Summer, 5sos, Niall Horan, One Direction, Romance
Exibições 16
Palavras 3.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como eu já queria escrever esse capítulo a décadas então vou acabar com a curiosidade de vocês de saber tudo do Niall, e se tudo correr certo hoje, como é a minha última prova eu vou tentar postar outro capítulo hoje, mais não prometo nada, só vou tentar.

E chegamos a 1000 exibições! Eu to tão feliz! Será que chegamos a 1500 até o fim do ano? E a 10 favoritos? Sério se isso acontecer eu vou vomitar arco-íris de oito cores!

Capítulo 27 - Desde o Começo- Parte 1


Narrador's P.O.V.

-Eu... Eu vejo fantasmas Lu!- o loiro disse olhando a namorada que de uma expressão séria, abriu um sorriso e começou a rir, ele a encarou confuso enquanto a menina quase chorava de tanto rir.

-Ai...  Niall, eu sei que você adora descontrair mais agora é sério- ela disse depois que conseguiu parar de rir, voltou a ficar séria- a verdade Niall.

-Mais é verdade!- ele bufou e depois lhe veio uma ideia na cabeça- e eu posso provar!- ele começou a procurar em todos os cantos do carro e a menina o olhava confusa, ele abriu o porta luvas revirando algumas coisas e puxando uma pasta de lá, leu alguns papéis e deu para a menina, ela olhou a pasta e olhou o loiro com uma sombranselha arqueada, ele só apontou os papéis para ela ler, a mesma revirou os olhos e tirou os papéis da pasta começando a ler, não ler exatamente tudo, só passando os olhos pelos papéis, aquelas coisas de médicos não faziam muitos sentido, embora algumas coisas ela lembrava da escola, até que algumas coisas fizeram sentido.

-Niall... O que é isso?- ela perguntou apontando para o papel que parecia ser a primeira consulta de Niall.

-O resultado do primeiro exame.

-Isso eu entendi aqui, mais e essas outras palavras, o que significam?

-É um exame de uma ressonância cerebral, foi mais um de vários exames que eu fiz pra terem certeza, naquela época com a tecnologia não tão avançada como hoje eles não conseguiam o resultado de primeira, então teve várias, até que descobriram o que realmente era, mais só depois de vários anos deram um nome pra isso,        Viepirits, que do latim significa ver espíritos, antes pra o que algumas pessoas chamavam de loucura ou talvez alucinações os médicos comprovaram que a maior parte dos diagnosticados com loucura na verdade tinham isso, já tem médicos especializados nisso, mais já é comprovado, o assunto ainda não foi a mídia porque poderia assustar muito as pessoas então só os que tem sabem, mais é uma coisa muito rara de acontecer, não tem haver com genética e nada disso, é simplesmente por acaso, dá última vez que eu soube quantas pessoas mais tinham isso, era eu e mais 5 só.- ele explicou e a cada palavra dele Luísa prestava atenção, quando ele terminou sua cabeça estava a mil tentando entender, fantasmas? Até onde ela havia aprendido fantasmas, monstros e coisas assim nada era real, pelo menos era o que os desenhos do Scooby Doo falavam.

-Niall... Me explica isso desde o começo por favor.- ela pediu olhando pra baixo, o loiro respirou fundo se lembrando de tudo desde o começo.

Niall's P.O.V.
23 anos antes...

-Niall com quem você tá falando?- minha mãe perguntou entrando no meu quarto.

-Com meu amigo Steve mamãe.- disse pra ela.

-Hum que legal! E falando sobre o que?- ela disse ajoelhando do meu lado.

-Ele tá me falando o que ele queria ser quando ficasse mais velho, e eu também to contando pra ele! Eu quero ser jogador de futebol mamãe!- disse batendo palmas e olhando pra Steve que estava como eu.

-E o que o Steve quer ser?- ela perguntou olhando pra ele junto comigo.

-Ele quer ser o rei do mundo!- disse e ela arregalou os olhos.

-Rei do mundo Niall? Como assim?

-Ele quer mandar em todo o mundo, pra todos serem os melhores amigos dele que fazem tudo o que ele quiser, e ele disse que eu posso fazer isso junto com ele, eu quero ser amigo de todo mundo mamãe!

(~)

-Mamãe! Mamãe! Mamãe!- disse correndo até ela que estava fazendo o almoço.

-Que foi meu pequeno?- ela disse me pegando no colo.

-Olha o desenho que o Steve fez no meu braço! Ele disse que chama pent... Pente... Penta... Pentagrama!- disse mostrando a estrelinha dentro do círculo no meu braço que ele pintou de canetinha.

-Niall! Meu filho porque você desenhou isso? Onde você aprendeu isso?- ela disse de olhos arregalados olhando o desenho.

-Mais não fui eu mamãe, foi o Steve, ele disse que é o desenho favorito dele então eu pedi pra ele desenhar em mim pra saber como era, eu gostei dessa estrelinha.- disse tocando a estrela, ela abriu a torneira e passou água no desenho o fazendo desaparecer aos poucos.- MAMÃE NÃO!

-Niall, eu não quero mais você com esse desenho entendeu?- ela disse me colocando no chão, meus olhos estavam marejados.

-Mais mamãe...

-NIALL NÃO! ME OBEDESSA E FIQUE LONGE DISSO!- ela gritou e eu subi pro meu quarto chorando.

-Steve!- chamei ele e o mesmo saiu do banheiro.

-Que foi Nini? Ela não gostou do desenho?- ele disse se sentando ao meu lado na cama, eu só estendi o braço que ainda estava úmido e um pouco borrado pela tinta da caneta.

-Por que ela não gostou? A estrela é ruim?- perguntei secando as lágrimas.

-Não, ela é muito boa! Sua mãe que é uma chata.- ele cruzou os braços e eu ri.

-Ela disse que não me quer mais com esse desenho.

-Mais ela não precisa saber certo?- ele disse e eu assenti sorrindo.

(~)

20 anos antes...

-Steve o que você tá fazendo?- perguntei entrando no meu quarto que estava todo escuro com algumas velas iluminando, ele estava desenhando um pentagrama bem grande na parede com giz de cera.

-Vamos jogar um jogo!- ele disse quando terminou o desenho pulando da cama.

-Se a mamãe não brigar comigo depois por causa do desenho tá bom.- disse fechando o a porta do quarto- como vai ser esse jogo?- disse me jogando no puf que tinha no meu quarto.

-Vai ser assim, eu vou dizer umas palavras enquanto eu desenho uma coisa no seu braço, depois você vai pegar um fósforo, ascender e colocar nele.- disse e depois me deu a caixinha com fósforos.

-Tudo bem, parece fácil.- ele se sentou no tapete do meio do quarto e eu sentei a sua frente, ele pegou uma lâmina e meu braço.- vai doer?- perguntei de relance vendo ela encostar a lâmina no meu braço.

-Um pouco, mais vai valer a pena depois, você confia em mim Nini?- ele disse e eu assenti rapidamente, ele começou a cortar fazendo um desenho que eu já conhecia muito bem, um pentagrama, até agora não sei o por que da minha mãe ter surtado uns anos atrás quando o Steve desenhou aquilo no meu braço, mais nem procurei saber o por que.

Ele ia cortando e via meu sangue saindo e escorrendo, saia bastante e doia muito mais eu tentava aguentar, ele acabou e me deu a caixa de fósforos, acendi um o direcionando para meu braço.

-Niall a mãe mandou você... NIALL!- Greg entrou no quarto e eu parei o fósforo, ele correu em minha direção pegando o fósforo e apagando.

-Greg!- disse e ele me pegou pela mão me puxando rápido escada abaixo me levando pra sala de jantar.

-Mãe olha o que o Niall fez!- ele disse mostrando meu braço pra mamãe que ficou pálida olhando o desenho.

-Meu filho! Por que você fez isso?- ela disse ajoelhando ficando do meu tamanho.

-Mais não fui eu mãe! Foi o Steve que fez isso, era uma brincadeira.

-Brincadeira não Niall James Horan!- ela se levantou colocando as mãos na cintura- Greg pegue seu casaco e do seu irmão também.

-Aonde vamos mãe?- meu irmão perguntou subindo e voltando logo com os casacos.

-Ao hospital.- ela disse vestindo o dela que estava ao lado da porta e me ajudando a vestir o meu.

-Mais eu não gosto de hospitais mamãe!- disse vendo-a pegar a chave do carro.

-Você não tem que querer nada agora Niall, só me obedece.- disse puxando eu e Greg pra fora de casa, antes de sair vi Steve no topo da escada olhando tudo chorando.

(~)

-Olá Niall, eu sou o doutor Henry, vou te fazer umas perguntas e você responde elas sinceramente okay.- o médico disse e eu assenti- o que essa imagem significa pra você.- disse me mostrando uma foto.

-Um pentagrama- disse.

-E como você sabe disso?

-Meu amigo me mostrou.

-Quem é esse amigo? E por que ele te mostrou isso?

-O Steve me mostrou isso, ele falou que era a imagem favorita dele, e eu achei bonitinha, gosto de estrelas.- disse sorrindo e ele anotou alguma coisa.

-Você sabe o que ela significa?- neguei com a cabeça.- como é esse seu amigo?

-Ele disse que tem várias formas, mais quando ele tá comigo ele geralmente se parece exatamente comigo.

-A quanto tempo são amigos?

-Haw... Desde que me lembro por gente eu acho.

-Ele não te assusta por se parecer exatamente com você?

-Não, é até legal, como se eu tivesse um irmão gêmeo.

-E o que vocês costumam conversar?

-Sobre tudo mais ou menos, mais ele sempre fala mais do que ele quer fazer quando crescer.

-E o que ele quer?

-Ser o rei do mundo, ele quer dominar tudo, e sempre fala de uma flor vermelha... Eu não sei o que é mais ele fala que sai das pessoas quando se machucam muito, ele fala que é muito bonito, eu já pedi pra ele fazer em mim mais ele disse que eu não posso fazer isso porque eu sou especial.

(~)

18 anos antes...

-Senhora Horan acho que descobrimos o que seu filho tem.- doutor Henry falou pra minha mãe que estava ao meu lado, desde a minha primeira consulta com ele vem sendo comum, consultas, exames, perguntas e muito mais exames, por dois anos e eu já estou cansando dessa vida.- Fizemos muitas pesquisas e baseando nos exames de ressonância cerebral descobrimos que Niall tem um lobo a mais no cérebro, ele é muito pequeno e bem escondido no cérebro, quase impossível de se achar, ele é muito raro, e permite as pessoas verem espíritos.- quando ele disse isso meu sangue gelou, Steve era um fantasma então? Por que ele nunca me contou isso?- chamamos isso de Viepirits, que é a pessoa que vê espíritos.

-E tem cura doutor?- minha mãe perguntou.

-Ainda não sabemos, essas descobertas são muito recentes e vão demorar mais alguns anos para acharem uma possível cura, mais estamos experimentando um remédio que diminui o funcionamento dessa parte do cérebro, só que não vão parar, podem atacar a qualquer momento.

-Qualquer coisa se meu menino ficar bem.- minha mãe disse, eu estava com um mal pressentimento mais minha mãe faria eu tomar os remédios por bem ou por mal.

(~)

-Niall você está tomando os remédios direito certo?- doutor Henry perguntou, já fazia 6 meses desde a última consulta, eu assenti pra ele.-O Steve voltou a aparecer?

-Só umas poucas vezes, ele está muito triste comigo, eu não queria tomar esses remédios, to perdendo um amigo por mais que ele seja um fantasma nunca me fez mal.

-Niall... Ele não era seu amigo, estava te usando, o pentagrama que ele tanto desenhava é um símbolo do mal, ele não era bom pra você, vai entender isso mais pra frente.

(~)

15 anos antes...

-Niall?- ouvi a voz que não ouvia a muito tempo.

-Steve!?- ele apareceu na minha frente e eu dei um passo pra trás.

-Nini, o que foi?- ele disse chegando mais perto e eu me afastava.

-Me falaram pra ficar longe de você, por favor Steve, eu não quero fazer isso mais eu não posso desapontar minha mãe.

-Sério que você acreditou naquela bobona?

-Não fala assim dela!

-Uma mulher que não deixa você ficar com o melhor amigo é o que? Uma bobona!

-Mais eles me diceram que você não era meu amigo, que estava me usando todo esse tempo, além de não me contar que era um fantasma desenhava em mim um símbolo do mal! O que mais você esconde de mim?

-Eu nunca escondi nada de você Ni! Só achei que na época você não entenderia, mais deixa isso pra lá vim aqui por outro motivo.

-Qual motivo?- disse meio receoso.

-Lembra dos nossos sonhos quando pequenos? Ser o rei do mundo? Eu descobri um jeito de conseguirmos isso, mais só você pode me ajudar, e ai o que acha? Dominar-nos o mundo, impondo tudo o que acreditamos e os outros nos obedecendo.

-Não Steve! Isso é muito errado! Não podemos dominar o mundo, não faria as pessoas felizes.

-E quem se importa com as pessoas?

-EU ME IMPORTO!

-Ah! Poupe-me Niall, você está bonzinho demais pro meu gosto! Cadê o Niall meu amigo que queria dominar o mundo comigo?

-Esse Niall amadureceu e viu que isso era errado, não quero ver as pessoas tristes, quero ver elas felizes!

-Credo! Desde que você entrou naquela porcaria de coral você mudou muito!

-Mudei pra melhor e você devia fazer o mesmo!

-Nunca vou ficar bonzinho como você, mais só um aviso, eu vou te dar um tempo para repensar minha propósta, vou ir aparecendo pra você me dar uma resposta, mais quando esse tempo acabar, eu vou levar a coisa que você mais amar no mundo, e você vai se arrepender por ficar esse metido a cantorzinho ridículo bonzinho que você é.

(~)

11 anos antes...
Quando a banda começou

-Meninos antes da nossa entrevista eu preciso contar uma coisa pra vocês...- disse me sentando no sofá ao lado de Zayn e Louis.

-Pode dizer loira.- Harry disse sentado na poltrona ao lado do sofá, Liam estava na outra poltrona.

-É um segredo meu a muito tempo... Eu só vou contar pra vocês por que caso aconteça alguma coisa, vocês sabem que eu não queria fazer isso, simplismente não posso controlar...

Eles me ouviam atentamente, contava tudo sobre Steve, e agora sobre as ilusões que ele vem me causando, que ele vem ficando mais forte e pode causar ilusões em outras pessoas também, e que quando os ataques mais fortes acontecem eu fico fora de mim, com uma força que não é natural, não vejo o real, só o que ele quer que eu veja, além do grupo que ele está juntando pra dominar o mundo.

-Mais cara... Isso é quase impossível de acreditar... Mais se você está dizendo então é verdade.- Zayn disse.

-Não tem mesmo uma cura pra isso?- Harry disse.

-Queria muito que tivesse, não aguento mais aquele insuportável vindo sempre tentar me fazer mudar de idéia.- eu disse me levantando e colocando as mãos nos olhos, eles vieram me abraçar em grupo.

-Não importa seus problemas Nini, sempre estaremos com você.- Liam disse e eu abracei eles apertado.

-Eu amo vocês meus irmãos!

(~)

Estava no hotel com os meninos, na verdade eles estavam, eu estava voltando de um restaurante, iria encontrar uma antiga amiga da escola lá, eu sempre fui gamado nela e ela está me dando uma chance agora, eu estou estupidamente feliz.

Cheguei no meu andar e fui andando até meu quarto, eu dividia ele com Liam mais ele ia sair hoje, abri a porta e vi uma imagem que apertou meu coração, meu melhor amigo beijando minha garota!

-LIAM!- gritei fazendo os dois se separarem rápido, ela me olhava sem reação já Liam estava sorrindo de um jeito maligno- Por que você fez isso? Eu confiei em você Liam! Você era meu irmão de outra mãe!

-Ahhh Niallzinho! Ainda acha que consegue ficar com alguma garota? Nunca! Sério você estaria bem melhor se tivesse ficado com o Steve.- ele disse e riu, meu sangue borbulhou de tanta raiva.

-CALA A BOCA!- parti pra cima dele o dando um soco e o mesmo caiu no chão, minha visão ficou turva e uma dor de cabeça imensa me atingiu, fechei os olhos e logo os abri, Liam estava jogado no chão gemendo com sangue saindo da orelha, dei um passo pra trás assustado, olhei pra minha mão e eu estava segurando uma faca que tinha sangue, arregalei os olhos soltando a faca, o que foi que eu fiz?

(~)

Sete horas depois, ainda estavamos no hospital, Liam estava na sala de cirurgia, eu e os meninos estavamos tensos na sala de espera, eles não perguntaram nada doque aconteceu e eu também não faço questão de explicar, porque nem eu tinha certeza doque aconteceu.

-Responsáveis por Liam Payne.- um médico chegou perguntando e nós nos levantamos.

-Como ele está doutor?- Louis perguntou.

-Ele fraturou o tímpano, tivemos que fazer uma cirurgia para não afetar a cóclea ou o estribo, mais tirando isso ele está muito bem, e o paciente pediu pra ver o senhor Horan, quarto 57.- ele disse e saiu, respirei fundo e fui ao quarto, entrei e Liam logo me olhou.

-Como você está amigo?- perguntei indo até perto de sua cama.

-Apesar de tudo eu estou bem, e você como está?

-Horrível, ainda não acredito que consegui te machucar, você sabe que eu nunca seria capaz disso mais eu...- ele me interrompeu.

-Foi um dos ataques né?- suspirei.

-Sinceramente, eu não sei, eu vi uma coisa na hora, mais depois eu vi outra, o que realmente aconteceu?

Liam's P.O.V.

Estava no quarto quase dormindo, mais acordei com um berro.

-LIAM!- pulei da cama e vi Niall me encarar com ódio, sua pupila estava muito contraída e o quarto nem estava tão claro assim.

-Que foi seu louco, eu tava quase dormindo.- disse me sentando na cama.

-Por que você fez isso? Eu confiei em você Liam! Você era meu irmão de outra mãe!

-Doque você tá falando Niall? O que foi que eu fiz?- derrepente ele ficou mais vermelho ainda- Niall de onde você tirou essa faca?

-CALA A BOCA!- ele veio pra cima de mim rápido.

-Niall não! É uma ilusão cara não acredita nela!- gritei de dor quando ele atingiu a faca na minha orelha, ficou longe de mim quando eu cai no chão, minha orelha estava sangrando, depois de ver Niall soltando a faca eu desmaiei.

(~)

Niall's P.O.V.

Estava muito pálido quando ele contou isso, nunca imaginei que Steve chegaria ao ponto de me fazer machucar meu amigo pra eu me juntar a ele, se ele fez isso quando o tempo ainda não acabou eu não quero nem saber o que ele vai fazer quando acabar.

-Liam... Me desculpa mesmo, você sabe que eu nunca faria isso.

-Eu te perdoou Niall, sei que não tem culpa, mais da próxima vez, pega tipo um travesseiro ao invés de uma faca do nada tá.- ele disse e nós rimos.

(~)

-Então meninos, sobre o machucado do Liam, o que vamos falar pra mídia? Não podemos dizer que o Niall fez isso.- Simom disse, estavamos tendo uma reunião depois que Liam saiu do hospital, a mídia ainda não sabia doque aconteceu mais uma hora eles iam descobrir e estávamos pensando em um jeito de disfarçar.

-Podemos dizer que ele caiu.- Louis disse mais ninguém concordou, não parecia uma boa idéia.

-Podemos dizer que isso não é de agora, que foi na época que o Liam fazia box.- Harry disse.

-Claro! Ótimo Harry! Então se a mídia perguntar ele fraturou o tímpano quando ele fazia box.- todos concordamos.

Continua...
   


Notas Finais


O que vocês acham dessa história? Sinistro! O que acham que vai acontecer agora que a Lu sabe de tudo? Será que ela vai entender ou vai deixar o Niall?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...