História Adam e Tommy perseguidos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 2
Palavras 461
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2


 Adam e Tommy continuaram com sua rotina de shows mas um dia após terminar a apresentação uns caras fortes suspeitos apareceram e cercaram os dois e os enfiaram em um carro saindo a toda velocidade.
 Eles chegaram em um beco vazio àquela hora da noite e adentraram por uma porta à esquerda deles onde um cara de preto os recebeu.
 - Entrem. Nosso chefe os espera ansioso.
 Adam tentava manter a calma mas pensamentos mil passava em sua cabeça. Tommy suava frio, morrendo de medo pensando no que aconteceria com eles, pois ele já tinha sido vítima de sequestro em outra situação parecida.
 - Finalmente nos encontramos...
 - Quem são vocês? Disse Adam.
 - Nós somos maçons e cansamos de deixar recados para pararem com esse exibicionismo obsceno de vocês mas são teimosos ou tolos demais para continuarem insistindo nisso. Vocês tem duas opções.
 Nessa hora o cara coloca uma maleta na mesa cheia de dinheiro e ao lado uma arma. 
 - Ou peguem essa quantia e sumam para sempre ou sofram as consequências.
 Tommy olhou para Adam em pânico.
 - Podemos pensar antes? Disse Adam.
 - Sim. Mas nada de gracinhas. 
 Os dois se levantaram e foram até a sala ao lado mas sempre vigiados.
 - Adam, melhor pegar o dinheiro e darmos no pé daqui. Eu sei o que é sofrer e ser torturado. Até hoje tenho pesadelos.
 - Mas é a nossa música e fãs? Nós não podemos deixá - los na mão assim de repente e sumir. Prefiro qualquer coisa do que perdê -los. É minha vida e paixão. Nós não vamos morrer. Vamos fazer o que eles querem e ficar com a grana. 
 - Quero sair logo daqui, Adam. Estou começando a passar mal.
 Tommy estava começando a ter uma crise de pânico. Estava suando, tendo palpitações e estava tendo dificuldade para respirar. 
 - Tommy, aguente firme que já vou tirar a gente daqui.
 - Rápido, por favor!
 - Ok. Faremos o que acha melhor para a gente. Pegamos esse dinheiro e você não ouvirá mais falar da gente mas por favor nos liberte logo porque ele está passando mal. 
 Um dos rapazes conferiu e viu que ele estava suando frio e tremendo e sussurrou algo no ouvido do chefe que fez Adam assinar um papel e ao entregar a maleta ainda o ameaçou:
 - Se descobrir que quebrou o acordo já sabe. Disse pondo a mão sobre a arma.
 Os mesmos caras que os levaram até ali, os agarraram pelo braço de cada um e os enfiaram novamente no carro e os deixaram em um lugar qualquer da cidade e sumiram da vista deles.
 - Tommy, força. Os caras já se foram. Nossa! Você está ardendo em febre! Temos que ir urgentemente para um hospital.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...