História Adam, Sauli e Tommy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 2
Palavras 674
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1


 Há muito tempo atrás, Adam havia tido um relacionamento com Tommy, ex membro de sua banda. Quando não deu mais certos eles 
resolveram romper esse relacionamento de anos e cada um foi viver a sua vida. No decorrer do tempo Adam conheceu Sauli. Durante essa 
amizade de 3 Anos e meio, Adam e Sauli começaram a se sentir atraídos um pelo o outro. Adam, para não perder tempo, marcou um encontro com Sauli para almoçar em um restaurante que ficava perto de sua casa e Sauli logo aceitou ir.
 Ao chegar no restaurante, eles almoçam conforme o que tinham combinado e depois da refeição Adam toca no assunto sobre os seus 
sentimentos por Sauli. Sauli que não é bobo, pensou: 
 - Será que ele quer comigo o que eu quero com ele? 
 E Adam com entusiasmo perguntou a Sauli: 
 - Sauli, já nos conhecemos há algum tempo e me agrada muito a sua presença nos meus shows. Com tudo o que passamos juntos 
percebi que sinto algo diferente por você.
 Adam pega nas mãos de Sauli e olha nos seus olhos...
 - Sauli, você aceita ser meu namorado?
 E Sauli todo bobo com um sorriso que não cabia no rosto respondeu:
 - Olha, Adam, eu venho disfarçando o que sinto por você há meses e se eu disser que eu não quero, vou estar mentindo (Risos)
 - Então, você aceita? É isso? (Risos)
 - Sim, Adam. Eu aceito, pois gosto muito de você. E os dois pombinhos se abraçaram e se beijaram.
 Um dia, Tommy estava andando pelas ruas de São Francisco e avistou Adam e Sauli do outro lado da rua entrando em um supermercado e
ele curioso foi atrás.
 - Quem será aquele com Adam? Vou lá ver de perto.
 Ele disfarçou andando por entre os setores e fez que estava escolhendo alguns produtos. De repente, Adam o vê e diz:
 - Tommy, você por aqui? Que surpresa...
 - Oi, Adam. Há quanto tempo não nos víamos.
 - Tommy, quero que você conheça Saulí.
 - Olá. Você que é o famoso Tommy? Prazer em conhecer.
 - Prazer.
 - Eu e ele estamos juntos. Nos conhecemos nos shows e ficamos amigos e agora estamos ficando.
 - Hum. Legal. Boa sorte para vocês. Tchau. Se despediram e cada um foi para um lado.
 Tommy sai sem levar nada mas ficou meio chateado de ver que Adam já estava tocando sua vida com um novo caso amoroso enquanto ele
estava só mas focado em sua carreira tocando com velhos amigos.
 - Legal esse seu amigo, Adam. Mas me responda: por que ele saiu da sua banda?
 - Acho que ele se cansou de tudo. O estilo dele é tocar rock e eu não podia dar isso á ele. Ele achou que era hora de focar nesse sonho dele de tocar rock de verdade.
 - Áh. Legal. Tomare que ele tenha sorte.
 Tommy não queria admitir mas estava com ciúmes ao pensar em Adam com Saulí e em tudo que passou ao lado de Adam nos shows, nas 
viagens. Eles foram tão felizes juntos até ele decidir que estava na hora de tocar o tão querido rock n´roll.
 Ele pensou em ligar para Adam para falar com ele mas desligou antes que atendesse. Achou melhor não atrapalhá - lo pensando que ele 
poderia estar com Saulí. Mais tarde Adam pega o celular e estranha ao ver o número de Tommy nas ligações não atendidas.
 - O que será que Tommy quer comigo? Eu passei a tarde toda fora ocupado. Será que é importante? Vou ligar para ele.
 Tommy vê que era Adam mas resolve não atender. Prefere deixá - lo esperando.
 - Que estranho. Ele me liga mais cedo e agora só chama.
 - De quem você está falando?
 - Tommy me ligou e só agora vi a ligação dele e queria saber o que ele queria mas só chama.
 - Hum. Não deve ser nada de importante senão ele teria deixado recado.
 - Deve ser isso mesmo. Vamos jantar que eu estou morrendo de fome.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...