História Adam se insinua para Tommy - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 5
Palavras 758
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo final


 Com o tempo, as coisas só esquentavam entre os dois e era mais frequente eles se beijarem no palco e as brincadeiras entre eles só aumentavam para o delírio dos fãs.
 Tommy adorava provocá- lo e ao chegar por trás de Adam ele sussurrava coisas que só eles entendiam e quase deixava Adam distraído entre uma música e outra. Era onde Adam ficava louco e fazia as cenas se exibindo sensual e sexualmente. Tommy adorava vê - lo se exibindo daquela forma nos palcos e Adam não estava mais conseguindo se controlar com aquelas provocações todas.
 - Tommy, você é um devasso.
 - Eu?! (Risos)
 - Não se faça de inocente. Você sabe como me provocar e eu sei que gosta. Pensa que não vejo como fica quando estamos tocando? Mais risos de Tommy.
 Adam o beijou e depois passou a mão nos lábios para secar do beijo e sorriu.
 - Agora vai que os fãs já estão vindo para as fotos. 
 - Tá bom. Te espero no carro. Hoje á noite, hein. Não se esqueça. Tommy fez cara de sério e saiu.
 Após a sessão de fotos, Adam se despediu de todos e entrou no carro de Tommy que o deixou em casa dizendo que ia ver umas coisas e que o esperava á noite na casa dele. Adam concordou e disse:
 - Pode deixar que o vinho é por minha conta. Se beijaram e saiu do carro.
 Á noite, Tommy se arrumou e botou seu melhor perfume, preparou uma massa que estava no forno para não esfriar e ficou esperando Adam chegar enquanto via um pouco de tv. De repente a campainha toca, ele desliga a tv e atende a porta.
 - Hum... Como esta´ bonito. E se Abraçaram.
 - Como está perfumado...
 - Gostou? Comprei ele esta tarde.
 - Trouxe o vinho. O que temos de especial para acompanhá - lo?
 - Eu fiz uma massa especial com camarões. Receita de família.
 - Como é prendado esse meu garoto. Adam sorriu.
 - Coloque o vinho na mesa que eu vou ver o macarrão e já volto.
 Adam adorou a comida e Tommy também adorou o vinho escolhido. Após jantarem, Tommy guardou o restante na geladeira e foi lavar os pratos e talheres deles. Daí continuaram a beber vinho e tomaram sorvete de sobremesa. Adam parou de tomar seu sorvete e pegou a taça da mão de Tommy e colocou na mesinha em frente do sofá.
 - Deixe - me por isso aqui.
 Adam se aproximou e se inclinou para beijar Tommy que estava todo largado no sofá e depois começou a tirar a camiseta dele. feito isso, ele também tirou sua camisa e teve uma ideia: pegou o sorvete e derramou sobre o tronco nú de Tommy e começou a lambê - lo lentamente o deixando arrepiado. Vendo que ele estava gostando foi desabotoando a calça dele o deixando com muita vergonha.
 Antes de tirar tudo, Tommy o puxou para beijá - lo e passou sorvete nos lábios para poder sentir um gosto mais doce e Adam adorou aquilo. Depois, com ambos só de cueca, eles estavam todo lambuzados de sorvete e suados e resolveram tomar banho, pois estavam muito grudentos daquela brincadeira. Acabaram transando alí mesmo no chuveiro.
 - Adorei essa noite. Disse Adam. 
 - Também. Foi maravilhoso.
 Eles estavam exaustos e Adam acabou dormindo com Tommy.
 No dia seguinte, eles tomaram café e Adam voltou para sua casa para fazer umas coisas antes de voltarem ao trabalho.
 - Não se preocupe... eu pego um táxi. Será mais rápido. Nos encontramos lá com o pessoal. Se beijaram e Adam saiu.
 - Bom dia, gente. Adam estava radiante.
 - Hum... O que aconteceu para você estar tão bem humorado hoje?
 - Sei lá... Acordei feliz, só isso. Adam não queria contar que dormiu com Tommy.
 - Tá bom. Vamos trabalhar que o dia hoje vai ser cheio.
 - Olá, pessoal. Tommy também estava muito feliz.
 Todos se entreolharam imaginando o que poderia ter acontecido para os dois terem chegado felizes.
 - Que coincidência: Adam e Tommy estão felizes hoje. Desembuchem.
 - Bem... nós dormimos juntos esta noite. Disse Adam puxando Tommy com um meio abraço.
 - Huuummm... Debocharam todos - Finalmente. Já era hora de vocês se definirem.
 - Ha ha ha. O que estão querendo dizer com isso?
 - Vocês estão juntos já á algum tempo e ficam se pegando nos shows. Cara, vocês se merecem.
 - Obrigado. Disse Adam e Tommy sorriu sem graça.
 - Gente, agora é sério. Vamos trabalhar. Disse Adam.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...