História Addictec to you (Jungkook-BTS Imagine) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine, Jungkook, Namjin, Sexo, Vhope, Yoonmim
Exibições 255
Palavras 3.736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


🍮❤💜💖 OI PUDINS! VOLTEI! 🙌
Saudades de vocês!
OBRIGADA PELOS 110 FAVORITOS!
😍😍😍😍😍
Enfim, eu disse que ia fazer especial, não disse?
Então... está aqui o especial.
Vocês acabaram não votando em qual casal queriam que fosse esse especial lindo, então eu disse: "Quer saber? Vou fazer de todos que eu falei."
E fiz mesmo. Sou louca u.u😂😂😂
Feliz dia das Crianças gente!
Ah, e hoje é o níver do nosso Jiminnie💞
Aquele fofo. Meu bias rsrsrsrsrs😂😍
Enfim, sem mais delongas vamos a fic. Espero que gostem.
Nos vemos lá embaixo.💖💜❤🍮

Capítulo 16 - Décimo quinto: Bônus de 100 favoritos!


Fanfic / Fanfiction Addictec to you (Jungkook-BTS Imagine) - Capítulo 16 - Décimo quinto: Bônus de 100 favoritos!

(Autora On)

Os dias passaram rapidamente após o ocorrido com Min Yoonsuk. O grupo finalmente via paz para poder trabalhar. Eles davam duro todos os dias pelo sucesso do projeto e eram admirados por seu esforço.

Ao ver que o grupo dava tudo de si e apresentava resultados satisfatórios sobre o trabalho que estavam realizando, decidiu dar-lhes um dia inteiro de folga.

Os 4 casais decidiram então que passariam esse tempo “ a sós”, para aproveitar, cada um à sua maneira.

~Namjin:

No apartamento dos dois loiros, o tempo sem as “crianças” - Já que viam os outros como verdadeiros filhos - decidiram ficar apenas aproveitando o tempo juntos assistindo à um filme qualquer.

Só havia um problema: o mais novo estava plenamente desconfortável pela distância de seu Hyung, apesar de estarem sentados juntos no mesmo sofá, o Dongsaeng queria ficar mais perto do Seokjin.

- Jin… - Chamou.

- Hm? - Perguntou o outro, pois estava concentrado no filme.

- Chegue mais perto Hyung. Eu não gosto de toda essa sua distância de mim. - O mais velho ri do pedido fofo do mais novo, mas o faz.

O mais alto sorri com o ato e sutilmente passa seu braço direito pelos ombros largos do namorado, que apoia sua cabeça na curvatura do pescoço do mais novo.

Eles ficam assim por mais algum tempo até que o mais novo decidi “brincar” com seu Hyung.

Passa a mão grande livre pela coxa do mais baixo, a alisando e dando leves apertões no local. Apreciando o toque do namorado, o outro apenas arfa.

Namjoon começa a animar-se, e subir sua mão, a fim de ter um contato mais íntimo com o Hyung. Ele vai direto para o membro coberto pelo short de Jin. Massageia aquele local com cuidado, e recebe suspiros e gemidos baixos do amado em resposta.

- Ahh.. Joonie…

Aquilo deixava o mais alto excitado, e logo o volume em sua calça ficou aparente, sem nem mesmo ser tocado.

Ele tira as vestes da frente quando percebeu o “amiguinho” do namorado despertar. A glande fica exposta, e o loiro mais alto trata de acariciar levemente e lentamente aquele local, logo partindo para movimentos cada vez mais rápidos e precisos.

- Joonie… - Geme o Seokjin. - Não me… torture…

O mais novo olha para o rosto do namorado e tem a visão mais erótica que já teve em sua opinião :

Kim Seokjin com a cabeça apoiada no sofá, de olhos fechados apenas apreciando o momento. As veias ficam cada vez mais grossas, e o membro pulsa na mão do Dongsaeng, que sentia o seu próprio baixo ventre latente em sua cueca, que estava dolorido e clamava por atenção.

Quando sente que o outro está quase em seu ápice, para os movimentos e o puxa pelo queixo para um beijo cheio de desejo e paixão. As línguas travavam uma guerra em ambas as bocas, as mãos de cada um passeavam pelos corpos, logo cessando o beijo e tirando as peças, uma por uma. Quando todas as roupas se encontram no chão, o mais novo empurra o mais velho gentilmente no sofá, o deitando e admirando cada pedaço do corpo do amado.

- Jin… Preciso de você... - Diz, fazendo o Hyung corar.

- Também preciso de você Joonie… - Diz o Seokjin.

Os dois trocam olhares cheios de amor e luxúria. Atacam os lábios um do outro. Logo o Dongsaeng marcava seu Hyung com chupões e beijos que distribuía pelo corpo do mais velho. Chegando aos mamilos róseos, deu leves mordidas com direito a chupões e lambidas, o que fazia o mais baixo gemer alto. Lambeu todo o abdômen trabalhado de Jin, e quando chegou ao membro pulsante que clamava por atenção, passou a língua pela glande vermelha, o mais velho apenas gemeu alto, implorando por mais. Sem mais cerimônias, Namjoon enfiou tudo em sua boca de uma vez, o que fez Seokjin gritar.

- NAMJOON! - Gritou inebriado com o prazer que o outro loiro lhe proporciona.

Ele chupava, lambia, mordia, como se o pênis do outro fosse a coisa mais deliciosa do mundo, e embriagava-se com os gemidos do outro, pois era ele o responsável por tal coisa.

Ele era a razão do prazer de Kim Seokjin, e isso lhe deixava profundamente satisfeito. Quando sentiu que o outro estava perto de gozar, movimentou-se ainda mais rápido e sentiu o gosto doce invadindo sua boca. Ele engole tudo e rapidamente levanta seu olhar, observando o amado que tinha a face corada por conta da temperatura elevada de seu corpo, fios grudados na testa suada e os olhos levemente fechados, por conta da ejaculação. Volta para cima do corpo de Jin, o beijando novamente. O mais velho inverte as posições e sem cerimônia, ataca o pescoço de pele branca, o marcando, mordendo, chupando. Arranhava de ele o abdômen levemente definido do mais novo, porém que o mais velho amava. Desceu até o falo de Namjoon e abocanhou-o com tudo. Passando a língua pela glande, lambendo toda a extensão com veias pulsantes e grossas.

- JIIIIN! - Gemia alto o mais novo.

Isso excitava o loiro baixo cada vez mais. Logo o mais alto goza, e ele engole toda a sua doçura. Namjoon troca as posições e beija Jin suavemente, como se quisesse acalmar o amado, pois sabia que agora não tinha mais volta.

- Jin, você quer mesmo? Eu não quero te machucar… - Pergunta o mais alto, preocupado.

- Quero sim Joonie. - Diz Jin e o puxa para perto. -  Você nunca me machucaria.

E isso foi o bastante para encorajar Namjoon, que beijou de forma apaixonada e afoita o namorado, logo lhe dando dois dedos para chupar. O seu Hyung assim fez, como se fosse um pirulito. Ele se posicionou entre as pernas do mais velho, abrindo-as, e logo introduzindo o primeiro dedo. Seu amado gemeu de dor no início, o que preocupou Namjoon, que tratou de beijá-lo e dizer que estava tudo bem. Depois introduz o outro dedo e faz movimentos de tesoura, alargando o interior de Jin, que gemeu alto.

Após isso, ele posicionou seu membro na entrada do Seokjin e o penetrou lentamente. No início um grito de dor se fez presente, porém logo se transformou em prazer e o mais novo começou com os movimentos lentos.

- Mais ra-pido… Joonie… - Suplicava Jin.

Logo a velocidade aumenta e a força também, fazendo-o acertar a próstata do mais velho que gritou de prazer com aquilo. O mais novo passou então a apenas acertar esse local, arrancando gemidos altos do amado. Vendo o membro esquecido do outro, começou a masturbá-lo na velocidade de suas estocadas e logo os dois gozam juntos. O mais novo cai ao lado de seu Hyung no sofá apertado. O cheiro de sexo pairava no ar. Os dois se olham, notando a felicidade no olhar de cada um. Namjoon pega a mão direita de Jin e enlaça os dedos.

- Eu te amo, Kim Seokjin. - Diz o Dongsaeng. O mais baixo sorri e o beija.

- Também te amo, Kim Namjoon. - Diz o Hyung,

Após isso, o mais alto beija a testa do mais baixo e se senta no sofá, pegando Jin no colo e o levando até o banheiro. Os dois tomam banho juntos e dormem, depois de um belo dia de amor.

[...]

~Yoonmin:

Yoongi dividia o apartamento com Jimin. Os dois haviam ficado mais próximos depois da briga entre o esverdeado e Jungkook, que sempre rendia uma pequena discussão entre os dois. E mesmo Yasi dizendo que Yoongi havia feito aquilo apenas por gostar de Jimin, ele jurava não ter sentimos dessa magnitude pelo ruivinho.

Mas a verdade, era que o albino-esverdeado tinha uma certa afinidade por Jimin. Sempre teve, desde que o conheceu. Porém, tinha receio de confessar, pois o mais baixo sempre falava sobre Jungkook e como sofreu por um amor unilateral pelo melhor amigo, jurando que ele iria ao menos compreendê-lo. O que sabemos que não aconteceu.

Ele sentia que perdia para o moreno, em tudo. E que, ainda por cima, não tinha a atenção do ruivo, não conseguia despertar nada nele.

Contudo, o que ele não sabia, era que Park Jimin possuía sentimentos pelo esverdeado desde que o conheceu a 2 anos após esbarrar nele dentro daquele campus.

Como não precisariam ir à Universidade naquele dia, e como estavam de folga, eles ficariam a sós no apartamento. Não que um deles se incomodasse, muito pelo contrário, eles amavam a companhia um do outro. Só não confessavam para ninguém, mas sabiam muito bem disso em suas mentes.

Eles conversaram um pouco sobre coisas da Faculdade, e principalmente sobre a mais nova amiga e colega de classe de Jimin, Yasi.

A garota era bonita e super inteligente, nisso os dois concordavam plenamente. Yoongi até havia confessado que nos primeiros dias sentia inveja da menina, alegando que o mais novo dava atenção demasiada à ela.

O ruivo defendia-se dizendo que eles nem namoravam, portanto ele não tinha direito de sentir ciúmes. O esverdeado alegava ser “ciúmes” de amigo. O que não convencia muito o ruivo.

Logo, o assunto morreu. Um silêncio desconfortável surgiu e nenhum dos dois sabia como acabar com ele. Haviam tantas coisas para dizer um ao outro, porém ninguém tinha iniciativa, o que dificultava as coisas.

As bocas se abriam e fechavam quase na mesma velocidade. Vontade de confessar os sentimentos reprimidos, existia. Coragem para fazê-lo? Não tanta.

- Bom… - Começou o ruivo. - Quer pedir alguma coisa para comer? Eu peço.

- Ah… boa ideia.- Diz o esverdeado levemente entristecido.

- O que vai querer?

- Você...- Sussurra.

- Como disse? - Diz Jimin virando-se.

- O que? - Pergunta Yoongi desconfiado.

O que o esverdeado não sabia, era que falou um pouco alto demais.

- Você disse que "me quer"? - Pergunta, sem acreditar.

- Disse sim. - O mais velho se levanta e caminha em direção ao mais novo, o prendendo contra a parede. - Quero você, Park Jimin.

- Yoongi, o que quer dizer com isso?

- Eu quero dizer que te amo. Pronto, falei finalmente. - Começa o esverdeado, deixando o mais baixinho sem reação. - Desde que eu te conheci… eu sinto isso. Sempre quis te dizer, só que você falava tanto no Jungkook e como ele era incrível que pensei que nunca teria chance com você, mesmo sabendo que ele fez tudo aquilo com você… eu sentia necessidade de te proteger, por isso eu fiz aquilo com o Jungkook a alguns dias atrás… eu queria te proteger a qualquer custo daquele canalha… - Ele suspira. - Eu amo você Jimin.

- Yoongi… eu… - Ele é interrompido.

- Desculpa… eu não deveria ter falado isso… sinto muito Jimin. - Diz o esverdeado.

- Não, Yoongi… eu… Eu sinto o mesmo. - Dessa vez, o verdinho ficou sem reação. - Eu sinto o mesmo, sabe? Desde que te conheci, você sempre foi carinhoso comigo, queria me proteger, dizia que ele não me merecia e que eu era muito bonito para ficar sofrendo pelos cantos… ainda mais pelo Jungkook… - Suspira cansado. - E quando ele veio me pedir desculpas, o jeito que você ficou, querendo me proteger de tudo… fez eu me apaixonar ainda mais por você. - Diz e sorri. - Eu amo você Min Yoongi. Muito.

- Jimin… isso é sério?

- Sim, muito sério. - Diz e o esverdeado não espera duas vezes, e beija o ruivo com vontade. Expressando todos os sentimentos que havia guardado por aquele tempo durante o beijo. O ruivo passa suas mãos pela cintura de Yoongi, que agarra a cintura do mais baixo.

Os dois se beijam de forma apaixonada por algum tempo, até que o ar fez falta e eles se separaram, puxando ar. Depois de se recuperarem um pouco, os dois voltaram a se beijar, de forma mais voraz, adentrando a língua na boca do outro. Exploravam cada pedaço da boca de cada um, até que Yoongi foi abaixando uma de suas mãos até as nádegas do ruivo, que acaba por empurrar o esverdeado, que se assusta.

- Desculpa… eu… não estou pronto para me entregar ainda… - Diz, entristecido. - Eu não posso me entregar ainda… mas prometo que vou ficar com você! Só… pode esperar por mim? - O esverdeado se aproxima do ruivo e pega em sua mão.

- Jimin… se eu esperei dois longos anos por você, posso esperar mais um pouco. - Diz, sorrindo.

Os dois se olham, sorrindo ternamente e se beijam mais uma vez.

Como se pelo beijo, selassem a promessa de esperar um ao outro.

[...]

~V-Hope:

- Puxa, obrigado pela ajuda Hoseok. - Agradeceu o moreno.

- Ah, não há de quê TaeHyung. - Diz Hobi. - Foi muito legal da sua parte mesmo de folga querer ajudar uma amiga. Ela deve ser realmente muito querida para você.

- Sim, ela é. Além de uma fofura e um amor. - TaeHyung ri.

Os dois riem. Mesmo estando de folga, o moreno optou por continuar com as entrevistas, afinal amava fazer aquilo. Ele havia encontrado Hoseok na rua, por pura coincidência após decidir continuar as pesquisas e fazer a publicidade do projeto R.M. que tinha de tudo para ser um sucesso.

Por mais que não quisesse admitir, tinha um afeto pelo garoto que o acompanhava. Hoseok havia saído do cabeleireiro no centro de Seul, e encontrou TaeHyung entrevistando pessoas. Ele havia ido pintar seus cabelos, que agora estavam alaranjados, o que chamava ainda mais a atenção de Tae, pois já o achava atraente antes. Imagine agora.

- Você ficou bonito com esse cabelo Hoseok. - Confessa.

- Ah, muito obrigado. - Agradece o alaranjado. - Admito que fiquei com medo no início, mas com seu elogio me sinto mais confiante.

Jung Hoseok nunca havia admitido, mas desde que teve de fazer um trabalho junto ao Kim, começou a ter um certo interesse no mesmo. Que percebeu isso e decidiu se afastar, mesmo que tentasse disfarçar isso a todo custo. Ele sabe que uma certa garota morena de óculos (lê-se Yasi.) já havia percebido. Talvez ela com toda a sua inteligência tivesse percebido a pequena queda que o menino alien tinha por seu colega de curso, ou talvez um penhasco inteiro.

Os dois entrevistaram mais algumas pessoas e decidiram parar. Já deveriam ser umas 16:00 quando acabaram tudo e decidiram sair para comer em uma lanchonete.

Eles conversaram animadamente sobre diversos assuntos. Gostaram da companhia um do outro. Até que ao final do “lanche”, quando estavam saindo, Hoseok como possuía um carro, decidiu dar carona a Tae que morava no mesmo prédio de Jin e Namjoon. Eles pararam no sinal, pois estava fechado e o alaranjado começou a rir.

- O que foi? - Pergunta o alien.

- Sabe… eu estava aqui pensando… o que nós tivemos foi praticamente um encontro. - Diz Hoseok, fazendo TaeHyung corar.

- Mas… nem tínhamos combinado nada… - Defende-se o moreno, que acaba ganhando mais uma risada do laranja.

- Eu sei… é só que… pareceu um encontro para mim… - Diz ele e fica ruborizado. - E… eu gostei muito da sua companhia…

- Também gostei da sua. - Diz TaeHyung e os dois sorriem.

O sinal se abre e Hoseok dá a partida no carro. Ele dirige até o prédio e para em sua entrada.

- Bem… chegamos. - Diz o laranja.

- Obrigado pela ajuda, carona e também pela sua companhia. - Diz o moreno e tira seu cinto, já pegando suas coisas.

O moreno precisava dizer o que estava preso, e viu que aquela era a oportunidade perfeita para falar.

- Tae… - O moreno o olha. - Eu… queria saber se… gostaria de sair comigo um dia?

- Como? - TaeHyung aceitaria na hora, porém estava surpreso.

- É… eu sempre te achei bastante interessante. E desde aquele trabalho… eu me interessei mais ainda por você. Só que você se afastou… - Diz triste. - E, como hoje tivemos esse tempo juntos, eu sei que gostei e queria saber se quer sair em um encontro comigo… sabe, repetir a dose? Eu gostei muito da sua companhia, e queria ter novamente. E então, aceita?

- Eu… - O mais novo estava estático, porém viu que o convite era sério e decidiu aceitar. - Aceito. Será um prazer ter um encontro com você, Jung Hoseok. - Sorri o moreno, arrancando um sorriso ainda maior do alaranjado.

- Venho te pegar aqui amanhã às 19:00, Ok? - Pergunta Hoseok, já animado pelo dia seguinte.

- Claro. Até amanhã. - Diz o moreno e dá um beijo na bochecha do alaranjado, saindo do carro e sorrindo bobamente.

Os dois aguardavam ansiosamente pelo dia seguinte.

[...]

~Yasook:

(N/A:foi o nome que eu achei legal :-P)

A garota de cabelos castanhos claros se arrumava, pois Jungkook disse que a levaria para um lugar especial naquela noite. Ele ficou ansiosa pelo encontro, que ele disse que seria uma surpresa.

Ela adorava surpresas e surpreender, mesmo que sua curiosidade a fizesse acabar descobrindo tudo antes da hora. Só que com o seu amado era diferente, ele não estava disposto a expor nada sobre o tal “lugar misterioso” a qual iria levá-la, o que a fazia ter mil e um pensamentos sobre o tal lugar.

Ela optou por usar um vestido de alcinha branco estampado com algumas plantas alaranjadas. Havia ligado para todos os garotos, porém todos sempre dava ocupado. Ela se preocupou, mas depois deixou para lá. Deveriam estar aproveitando a sua folga, assim como ela.

Calçou rasteirinhas e passou um batom rosa claro, juntamente com um delineador, lápis de olho e rímel pretos. Passavam das 19:30 quando ela escutou as famosas batidas na porta. Perfumou-se e foi atender a ele, que vestia um casaco preto fosco, uma blusa vermelha e uma calça jeans rasgada, com uma bota alaranjada.

- Annyeonghaseyo maknae. Está bonita. - Diz ele.

- Obrigada Oppa. Annyeonghaseyo. - Diz ela.

- Vamos? - Pergunta a oferecendo o braço direito.

- Nossa, que cavalheiro. - Diz ele e riem. Entram no elevador.

- Ei, vai precisar usar essa venda. - Diz e tira um pedaço de pano do bolso de seu casaco.

- Aish, para que isso? - Pergunta ela, revirando os olhos.

- É uma surpresa. - Diz ele, sorrindo. - Não poderá ver nada.

- Aigoo, está bem. Mas só coloco no carro.

- Feito. - Aceita ele e o elevador se abre.

Eles se dirigem até o carro e ela coloca a venda em seus olhos grandes e castanhos, os cobrindo. A cada minuto que passava, Yasi ficava cada vez mais ansiosa para ver o tal lugar, enquanto Jungkook apenas esperava para ver a reação da amada ao ver a surpresa que ele havia preparado para aquela noite.

Depois de muitos minutos torturantes para Yasi, eles finalmente chegam ao local indicado. Ele estaciona o carro é ajuda a garota a sair, guiando-a pela casa e indo até seu terraço. Ele a para na frente do lindo local que havia preparado:

Um piquenique às escuras, já que seu terraço tinha um lindo jardim.

Ele havia posto um tapete longo as meio das plantas dali, um aparelho de som, uma cesta cheia de comida que ele mesmo tinha preparado para aquele momento especial, uma garrafa de vinho tinto e duas taças.

Retirou a venda da garota com cuidado.

- Surpresa! - Exclama. - Espero que goste. Eu arrumei tudo apenas para nós dois.

- Omo! Kookie… está tudo tão lindo… - Diz ela, emocionada. - Para que tudo isso?

- Queria mostrar que posso ser romântico quando quero. - Diz. - E também, por que você merece tudo isso. E muito mais.

- Jeon… Obrigada. - Diz e beija o garoto com vontade.

Ele a conduz para sentar-se no tapete e coloca uma música de fundo calma que ele achou combinar com o momento. (N/A: eu achei que Lost do BTS combinou com o momento, mas fica a critério de vocês.)

E ali eles ficaram. Aproveitando o momento lindo que ali estava.

O que Yasi não sabia, era que havia outra surpresa para ser revelada. Só que ainda iria vir.

Eles conversaram bastante, riram, disseram que se amavam… se beijaram… e ficaram aproveitando a bela vista das estrelas. Até que finalmente ele decide abrir a garrafa de vinho.

- Cuidado. - Adverte a morena.

- Não se preocupe. - Diz ele. Após a garrafa ser aberta, ele os serve e estende uma das taças a ela.

- Para que tudo isso, Jungkook? Está tudo tão lindo que não quero que o momento acabe nunca. - Confessa, o que fez ele sorrir.

- Yasi… - Começa. - Quando nos conhecemos, eu admito, fui um babaca com você. Eu errei. E muito. Pedi perdão , e agora você está do meu lado, como alguém que estou conhecendo pouco a pouco. - Para, pois precisa respirar. - Eu fiz isso tudo para demonstrar que eu te amo, e que posso mudar por você, mostrar que sou decente e digno de ter seu amor. - A morena escutava cada palavra com atenção, sem nunca desviar seu olhar dele. Seus olhos brilhavam a cada palavra dita e isso fazia o coração de Jeon Jungkook palpitar. - Enfim, como nós já nos conhecemos bastante, e como vejo que estamos indo para o lado mais sério… eu decidi fazer isso. - Ele bota a mão em seu bolso e pega a caixinha. Ficando de joelhos na frente da morena. - Yasi-Ah, eu amo você. E gostaria de perguntar, se quer ser minha namorada?

- Jungkook… - Ela começa a chorar e beija o garoto com toda a vontade que tem. - Eu quero. Quero namorar com você.

Ele a abraça e a gira no ar. Depois a traz de volta ao chão e a beija, com paixão. Ela abre a caixinha que mostra uma bela pulseira com as iniciais “JK” em um coração dourado. Ele coloca em seu braço direito e nota que ele possui a mesma pulseira, só que com o nome “YASI".

Os dois se beijam mais uma vez e olham um ao outro.

- Amo você Jeon Jungkook. - Diz e sorri.

- Eu também amo você, Yasi. - Diz.

E, abraçados, apreciam a vista das estrelas daquele lindo terraço, selando o acordo de que se amariam, até onde pudessem.


Notas Finais


🍮❤💜💖 Então pudins, foi isso. Espero que tenham gostado. Eu fiquei desde 16:00 até meia noite e vinte escrevendo, só para vocês.
E Também por que vocês merecem. 😉😊
Enfim, gostaria de agradecer por todo apoio. AMO VOCÊS SEUS PUDINS LINDOS!🍮🍮🍮🍮
E gostaria de lembrar para votarem sobre com quem querem a próxima fic:
Jimin
ou
Jin
Até a próxima meus pudins. 🙌
Kisses.😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...