História Additcs To Love - Jikook - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Jikook, Namjin, Park Jimin, Surubangtan, Taeyoonseok, Vhope
Exibições 486
Palavras 850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Que as tretas comecem. Hehehehe

Boa Leitura!!

Capítulo 32 - Zero.Quinze


Fanfic / Fanfiction Additcs To Love - Jikook - Capítulo 32 - Zero.Quinze

                     [Park Jimin]

Eu acordo, e olho para o lado vejo que estou sozinho na cama, me pergunto onde está Jungkook eu olho no a meia e são apenas 8 horas, porque ele estaria acordado a essa hora?

Me levanto da cama com um pouco de dificuldade pois minhas pernas estão doloridas por causa da noite interior, quando me lembro é inevitável não sorrir. Desço as escadas e procuro Jeon, mas não o encontro.

- Jungkook! - Eu o chamo, mas não obtenho resposta. - Jungkook! - Chamo de novo e ouço algo cair de dentro do banheiro, então vou correndo pra lá. - Jeon, está tudo bem?

- Está sim Jimin, eu apenas escorreguei. - Ele fala, eu tento abrir a porta, mas está trancada.

- Abre a porta Kookie, deixa eu te ajudar. - Digo com uma voz carinhosa.

- N-não precisa. - Ele responde seco. - E-eu to bem Jimin, só vou tomar um banho.

- Apenas tome cuidado. - Jungkook acordou estranho, então resolvo fazer um café para nós dois já que eu perdi o sono e ele também, provavelmente.

Faço um café preto e procuro algo pra comer mas só encontro algumas bolachas, quando me viro pra por na mesa, lá estava Jungkook me observando com os seus cabelos molhados, uma calça de boletom prets e com a sua parte de cima, céus esse garoto era a definição de beleza. - Eu tentei fazer um café decente, mas não tinha muitas coisas então, foi o que deu pra fazer.

- Está ótimo Jimin. - Ele diz e me da um beijo rápido de bom dia, eu encosto uma de minhas mãos em sua cintura e Jungkook estava muito quente.

- Está tudo bem? Você está fervendo e seus lábios estão secos. - Falo com uma expressão de preocupação.

- Não ligue pra isso. - Ele se senta me puxando para o seu colo. - Que se dane esse café, eu quero você. - Ele beija desesperadamente meu pescoço e minhas cravicula, sua mão vai até a minha bunda, e ele a aperta fortemente, Jeon estava eufórico me pergunto como ele tirou tanta energia pra 8 horas de manhã.

- J-Jeon. - Ele não me deixava falar, me interrompia com pequenos selares, suas mãos chegam na minha calça e então, eu o paro. - Me desculpa, mas eu não to muito afim agora, Daddy.

- Tudo bem. - Ele responde frustrado. - Nem um boquetezin?

- Jungkook! - Eu o repreendo e caímos na gargalhada, ele riu mais do que eu esperava, Jeon estava com um humor estranho, uma hora todo brincalhão e na outra pedindo fortemente por sexo.

- Vou arrumar as nossas coisas, para irmos embora, eu deixei algumas roupas limpas, pra você, vá se trocar.

Eu o beijo pela última vez, e subo as escadas, me arrumando pra podermos irmos embora, quando eu termino Jungkook já estava com tudo arrumado para irmos embora daquela casa, que eu sentiria saudades, ouve momentos bons aqui, momentos muito bons.

♡☆♡☆♡☆♡

Em vez de ir para minha casa, acabei mais uma vez na casa de Jeon, ele insistiu para que eu fosse ja que seu pai estava viajando a trabalho, ele ficará sozinho por uns dois meses, isso significa que passarei dois meses em sua casa.

- O que você quer fazer hoje Jungkook? - Eu pergunto e um sorriso malicioso se forma em seu rosto. - Algo que não não seja relacionado a sexo.

- Podemos pedir pizza. - Ele sugere.

- Não tem algo mais saudável? Sabe, ainda está na hora do almoço. - Eu reclamo e consigo ver ele rolando os olhos.

- Tem você. - Esse garoto está impossível hoje - Que tal um X salada pra você e um X tudo pra mim? - Não consigo evitar em rir.

- Jungkook isso é tão pedreiro, pede um prato feito que entregue logo.

- Quanto preconceito Jimin, só porque eu como muito. - Vejo o fazer um lindo biquinho e não resisto, acabo roubando um selinho. Jungkook pede os lanches, então quando ficamos esperando eu deito minha cabeça em seu colo e ele acaricia meus cabelos, ficamos em silêncio todo esse tempo, estava relaxante, até o motoboy chegar e Jungkook ter que levantar pra atende-lo.

- Jimin! - Ele me chama. - Faltou dinheiro, sabe aquela mala que eu levei ontem? Então lá tem dinheiro no bolso esquerdo, pega pra mim por favor.

Eu me levanto vou até a mala que ele disse, eu não consigo me recordar em qual dos bolsos da mala ele disse, então resolvo abrir o direito e encontro uma seringa, acompanhado de uma colher e vários saquinhos com um tipo de pó branco.

- Porque você está demorando? - Ouço a sua voz impaciente, eu me viro com aquilo na mão e Jungkook fica pálido, a boca seca, pele quente e euforias repentinas, como não percebi antes? - Eu posso explicar, olh...

- Isso é heroína Jungkook? - Eu falo torcendo pra que não seja, mas é uma atitude falha, pois sei exatamente como aquilo era. Jeon seu idiota.

                            🔺


Notas Finais


Eu nem ia postar cap, mas eu tô tao triste pelo disband da 2ne1, que é resolvi dar as caras aqui.
Me sigam no Twitter @JrLounrenco
Até o próximo cap, beijos da Mommy! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...