História Adeul of my boss - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), N.Flying
Personagens Cha Hun, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Jae-hyun, Kwon Kwang-jin, Lee Seung-hyub, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Brasil, Bts, Comedia, Dinheiro, Familias, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, K-pop, Nflying, Rap Monster, Referências De Outros Grupos, Romance, Suga, Treta
Exibições 30
Palavras 1.479
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


02:12 kkkl,eu só resolvo postar tarde kkkk.
Eu demorei desculpas 🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏 DASHI RUN ~ligação com o cap kkk~ ANTES QUE VOCÊS ME MATEM.
Não tenho uma explicação mas estou postando aqui.Na verdade estou em um feriado extendido mas esses dias me deu muita preguiça de 🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏 <3 Amo vocês e obrigada pelos 12 favoritos. <3
Termino de falar aqui escutando Falling in Love de Uniq kkkkk. Podem ler.

Capítulo 4 - Run!


-Helena? Tudo bem? - ouço a voz de Hoseok.

-Óbvio que não. - falo ainda com a cara na mesa do refeitório.

-O que aconteceu? Você nem prestou atenção na aula ao menos.

-Pois é.

-Estão te escravizando Helena? - Taehyung pergunta.

-Quase isso,na verdade,eu só fui obrigada a jogar vídeo game com o satã. - explico.

-Quem? - os meninos perguntam assustados.

-O MinJung,irmão do Jungkook.

-Ah ele te obrigou a jogar. - Taehyung entendeu a situação - Mas por que você chama ele de satã?

-Por que ele é muito chato,implicante e... - paro e olho Taehyung diretamente - Taehyung,o que você está fazendo aqui? Esse papel é do Yoongi,acho que ficaram tanto tempo sem desenvolver a minha história que esqueceram o papel de cada um aqui.

-Você não tem aula agora Taehyung? - Hoseok pergunta.

-Eita,é verdade. - Taehyung sai correndo.

-Aliás,aonde está Yoongi? -pergunto.

-Ahh,ele está "doente" - Hoseok faz aspas.

-Ah,entendo, fingindo estar doente para não vir a faculdade,típico Yoongi.

-Faria o mesmo se as minhas notas não fossem tão baixas.

-Não se preocupe Seok,eu te ajudarei. - balanço a cabeça com um sim e o mesmo sorri.

-Conto com sua ajuda,Lena. - ele faz um coração com as mãos e eu correspondo.

-AHHHHHHHHHH - ouço gritos e tampo meu ouvido.

-Parece que essas Hienas nunca cansam de fazer isso.

-Eu estou até acostumado.

-Se não fosse crime eu arrancaria as cordas vocais de cada uma,aish. - me levanto indo em direção a minha sala passando direto pela multidão.

[Helena Off]
[JungKook On]

-Ei Kook. - sinto alguém tocar meu ombro. - Ali - Taehyung aponta na direção que ia até Helena que andava provavelmente para sua sala.

-O que tem ela Taehyung? - pergunto.

-Sabe,eu sou amigo dela e EU SHIPPO - o mesmo quase grita então o olho irritado.

-Pare de falar besteiras Taehyung.

-O que? Vocês combinam...Jun...Kook...Lena.

-JungLena - Nanjoom aparece atrás de mim me assustando.

-O que vocês estão dizendo?

-Combina,Kook-Ah - Nanjoom insiste.

-Aish,calem a boca. - saio dali sendo seguido pelas meninas.

-YAH,respeite seus hyungs. - Nanjoom reclama enquanto me segue.

[JungKook Off]

[Helena On]

-Ei Helena. - Hoseok me chama enquanto eu lia um livro.

-Hum.

-Yoongi disse que está com tédio.

-Problema dele,ninguém mandou ele faltar.

-Mas ele disse que está em uma situação ruim.

-Que tipo? Se for treta eu vou. - olho para Hoseok animada.

-Ele disse que há um convidado na sua casa,dos seus pais,que bom,não é nem um pouco agradável.

-Qual o nível de não agradável?

-O Yoongi disse que está prestes a bater nele.

-Se for pelo bem da nação diga ao povo que vou. - falo e Hoseok me olha sem entender a piada - Não tente entender - ele sorri e escreve algo no celular.

...

-Vamos Helena. - Hoseok fala enquanto eu colocava os livros dentro da bolsa.

-Estou indo. - organizo tudo depois saímos dali indo para a saída da faculdade.

-Senhorita Helena. - ouço alguém me chamar.

-Ahh,Motorista que eu não sei o nome. - falo.

-Vim lhe buscar para ir pra casa.

-Hum,Jungkook não foi?

-Ele foi senhorita,mas mandou que eu voltasse para lhe esperar.

-Ah,mas eu não irei para casa agora. - digo.

-Para onde vai senhorita,eu posso lhe levar. - ele se oferece.

-Wow,carona de graça. - ando para entrar no carro puxando Hoseok.

-Poderíamos ter ido de Ônibus...mas carro é melhor. - ele sorri.

-Claramente.

...

-Estamos entrando. - aviso enquanto entrava na casa de Yoongi.

-Olá,vocês são amigos do Jovem Yoongi? - Uma empregada pergunta.

-Olha,Jovem eu não sei mas Yoongi sim. - respondo e a mesma sorri nos levando até o quarto do mesmo.

-Yoongi? - Hoseok abra a porta.

-Ah,Hoseok,você me salvou quer dizer na verdade salvou outra pessoa. - o mesmo diz abraçando Hoseok.

-Eai,qual a treta? - pergunto.

-Você só veio por causa disso?

-Não é obvio? - digo - Mas,a visita desagradável já foi embora?

-Ah,infelizmente não.

-Ahh,ainda dá tempo de ver uma briga. - comemoro e Yoongi me olha estranho enquanto Hoseok sorri.

-Lena,pega água para mim,por favor. - Hoseok pede sendo fofo.

-Aish,tu acha que eu sou tua empregada? - respondo.

-Tem comida na geladeira. - o mesmo diz.

-Pra que direção Yoongi? - pergunto.

-Desce as escadas a direita. - ele fala então desço correndo.

...

-Comida,comida,comida. -falo animada enquanto entro na cozinha mas me assusto com alguém.

-Yah,você? - o garoto pergunta.

-Pessoa que eu não lembro o nome,o que está fazendo aqui? - pergunto.

-Jimin,meio que meus pais são amigos dos pais do Yoongi,mas como eles são muito ocupados me mandaram prestar a devida educação ao "resfriado" do Yoongi. - o mesmo faz aspas.

-Ah,entendo.

-E você?

-Eu vim atrás da treta,mas parece que não vai acontecer mais,então vim comer.

-Treta?

-Sim,Yoongi estava prestes a te bater.

-Ah. - o mesmo sorri e quase caio para trás.

-Bom,eu vou comer. - abro a geladeira procurando algo para comer - WOW,tem leite,amo leite. - pego o leite e coloco em cima da bancada - Wow,biscoito,quer? - pergunto para Jimin que me olhava atento.

-Helena não é? - o mesmo pergunta.

-Sim. - continuo minha atenção a comida.

-Helena. - o mesmo segura meu pulso me fazendo olha-lo.

-O que? - o olho confusa.

-Você cursa psicologia certo?

-Sim,por que? - pergunto ainda comendo.

-Eu quero que me ajude.

-Ajudar? Que tipo de ajuda?

-Me ensine a...

-A?

-Me ensine a amar novamente.

-COF,COF. - me engasgo com a comida - O que você disse?

-Me ensine a amar novamente.

-Você não...

-Quando eu era pequeno,a mulher que eu mais amei...

-Ah entendi.

-Entendeu?

-Ela era sua mãe? - o mesmo acente - Sua mãe te decepcionou ou então morreu quando você era pequeno,então como você a amava muito,você não consegue levar nenhuma outra mulher a sério? - pergunto e o mesmo me olha espantado.

- Eh,sim,quando eu era pequeno minha mãe fugiu com outro cara então...eu não consigo levar nenhuma mulher a sério...mas eu não quero continuar com isso...então,me ajude.

-Você quer que eu te ajude a saber amar alguém novamente?

-Sim.

-Mas isso...

-Helena,minha água. - Hoseok aparece nas escadas. - Jimin?

-História longa. - Jimin se afasta de min indo para a sala.

-Por que ele está aqui? - Hoseok pergunta.

-Preguiça de explicar. - digo e volto a comer.

-Hum,comida. - ele corre em minha direção.

-Yah,você não queria água? Vá tomar sua água. - reclamo pelo biscoito roubado.

-Aish,dívida sua gorda.

-Quem é gorda aqui? - o olho séria.

-Vocês estão acabando com a comida da minha casa? - Yoongi desce as escadas com cara de bunda.

-Ainda não,só estou começando. - respondo voltando a comer.

•••

-Estou em casa. - abro a porta de casa entrando.

-YAH,POR QUE DEMOROU TANTO? - satanás me aborda na entrada.

-Aish,estava na casa de um amigo.

-Já está aplicando um golpe em algum cara inocente.

-YAH,RESPEITE SUA NOONA SEU PIRRALHO. - pego o garoto e o carrego até  o meio das escadas. - Ai garoto pesado.

-Ah,eu quero mais,me levanta. - ele levantava os braços.

-Aish - o seguro carregando-o novamente.

-Me deixe no quarto do hyung,hoje irei dormir com ele.

-Okay. - falo carregando o mesmo até a porta.

-Sabe Helena,eu sinto falta da minha mãe.

-Ah,ela trabalha muito então... - me agacho o olhando.

-Não,a Mi Cha não é minha mãe.

-Ela é sua madrasta?

-Sim,a minha mãe morreu,num acidente de carro a...muito tempo. - o garoto diz - eu sinto saudade dela,mas nunca disse isso a ninguém.

-Nem para seu irmão? -pergunto.

-Não.

-Entendo,você tenta fazer o forte na frente das pessoas. - o mesmo acinte - High Five,eu na vida. - levanto a mão e o mesmo bate - Eu te entendo MinJung.

-Entende?

-Sim,meu pai também morreu,afogado,enquanto tentava me salvar.

-Como assim?

-Eu havia entrado na água sem a sua permissão porém não sabia nadar,então comecei a me afogar, era fundo,meu pai correu para me salvar me levando até a beirada mas eu havia perdido um objeto muito importante para mim dado pela mamãe então o pedi para buscar,mas o seu pé ficou preso em algumas algas então ele não consegui retornar.

-Não tinha ninguém para salva-los?

-Não,estávamos sozinhos,eu fui procurar ajuda mas quando voltei ele não estava mais vivo.

-Ahh,eu vou entrar. - ele sorri e entra no quarto e também faço o mesmo.

Deito na minha cama e penso na história,então é este o motivo dele ser tão chato,parece que o satanás não é bem o satanás. E o irmão dele parece ter os mesmos sentimentos,ele parece querer ser forte na frente do irmão quando o irmão é mais forte que ele,que família complicada.

-HELENA. - ouço um grito - HELENA - MinJung abre a porta com um olhar assustado. - Corre,rápido...ele está tendo aquilo novamente. - me levanto correndo sem entender nada.

...

 


Notas Finais


Leiam outra fic minha ~juntamente com a Naokii~.
My Brothers my enemies:
SINOPSE: Segundo a wikipédia, "irmão" é o grau de parentesco entre dois indivíduos que possuem o mesmo pai e a mesma mãe. O termo "meio-irmão" é aplicado pra quem é filho só da mãe ou só do pai. Em geral, a relação entre irmãos é boa, eles têm laços importantes e nutrem sentimentos bons como amor e fraternidade.
Mas há um porém, nem todos os relacionamentos são bons. Pra alguns, "irmão" é relacionado a ciúme, ódio, desprezo, inveja e hostilidade, como é o caso das gêmeas Yang Mi e Ha Na, órfãs que vivem num orfanato em Seul, na Coréia. Desde pequena Ha Na nutre sentimentos ruins por sua irmã, fazendo tudo o que pode pra se mostrar superior que ela e até mesmo prejudicando sua vida. Já Yang Mi ama a sua irmã, vendo-a como uma pessoa boa apesar de tudo. Mas por esse ódio tão grande, Ha Na seria capaz de tudo, passar por cima de todos apenas pra destruir o final feliz de sua irmã.
Por outro lado, Lee Mi-Cha, aos 14 anos, descobre que sua mãe vai se casar em breve e terá que se mudar pro Japão, abandonando todos os seus amigos da Coréia pra viver com sua mãe, seu padastro e com um meio-irmão. Mesmo com isso, ela sentiu-se feliz pela sua mãe, que finalmente parecia realmente feliz depois de muito tempo. Porém toda a felicidade de Mi-Cha se foi quando descobriu que seu novo irmão, Kwon JiYong, era um sujeito totalmente odiável, que tirava sarro da menina na escola e pregava peças junto com seus amigos, sendo o idiota Demônio Kwon.
Amor e ódio, nem tudo é o que parece, depois disso tudo a única coisa que Mi-Cha e Yang Mi vão aprender é que ao invés de irmãos, elas certamente têm inimigos.

Link:https://spiritfanfics.com/historia/my-brothers-my-enemies-6305544

Obrigada por ler <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...