História Adeus , Fairy Tail....Olá , Sabertooth! - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto
Personagens Lisanna Strauss, Natsu Dragneel, Wendy Marvell, Yukino Aguria
Tags Harem, Lisanna Strauss, Nali, Natsu Dragneel, Nawen, Nayu, Wendy Marvell, Yukino Aguria
Exibições 235
Palavras 2.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo! Red aqui... Bom, demorou um pouco, né? Tenho motivos letivos para isso... Meu irmão disse que enjoou de uns jogos de Ps4 que ele tem e me mandou... E mano... ELE ME MANDOU: 1x Dark Souls II 1x Dark Souls III 1x The Witcher 3 1x Battlefield 4.... Mano! Eu fiquei que nem um louco jogando, e quase não entrei no pc...

Mas bom, aqui está o capítulo... Meio curto, sim, mas ficou lesgal... Eu acho... Espero que gostem =3

''A imagem é do pesadelo do Natsu''

Capítulo 22 - Tsukuyomi I Partida I Eles se goxxxtam?


Fanfic / Fanfiction Adeus , Fairy Tail....Olá , Sabertooth! - Capítulo 22 - Tsukuyomi I Partida I Eles se goxxxtam?

Mesmo dia – 19:50

Natsu estava andando calmamente pela floresta que cercava a cidade e a guilda. O mesmo observava seu redor com uma feição distante, como se estivesse em seu mundo próprio. Continuava a usar a mesma roupa de cedo, só que sem o casaco.

Chegando à planície que denominou ‘’campo de treino’’. O mesmo senta em uma pedra e começa a pensar sobre algumas coisas, enquanto observava a lua... Passara segundos, minutos, horas? O mesmo não percebeu...!! Apenas fez uma expressão assustada quando viu o céu ficar vermelho com nuvens vermelhas, como se fizessem o curso ao contrário.

Natsu levantou-se assustado, ao ver que tudo ao redor estava em preto e vermelho. O que era aquilo?! O vento, as arvores e a grama estavam distorcidas e estranhas... Mas então sentiu uma aura avassaladora atrás de si. Tentou pular, mas não conseguiu se mexer de onde estava...

??? – Isso é um tsukuyomi... E você está preso nele, pelas próximas 72 horas.

Falou uma voz calma atrás do rosado, fazendo-o suar frio e seu coração acelerar. A voz era estranhamente conhecida, mas ao mesmo tempo desconhecida. O rosado estava com o coração na ponta da língua... Estava com medo.

Então sentiu vontade de gritar, ao sentir algo pontudo perfurar seu ombro... Mas a voz não saia, estava impossibilitado...!! Novamente, só que no outro ombro... Começou a arfar e a suar, era uma dor insuportável!...!! Espera! Conseguiu ver pelo canto do olho, estava com seu braço direito, e não com a prótese.

Mas ignorou isso, ao sentir a imensurável dor de algo perfurando seu tornozelo lentamente... A dor parecia que tinha sido multiplicada por cem... Era mais que insuportável! Começou a sentir ânsia de vomito, ao, lentamente, ter sua mão perfurada.

Ficou assim por um largo período de tempo... Até que finalmente sentiu o golpe final... A espada do homem atrás de si perfurou sua cabeça lentamente...!! Após meio segundo de tela preta, Natsu abriu seus olhos, chocando-se ao ver em sua frente seu próprio corpo morto e furado.

E recomeçou as espadadas que perfuravam o corpo do rosado, só que agora muito mais doloridas... Deviam ter se passado já umas cinquenta horas desde que o mesmo entrou naquele ‘’tsukuyomi’’... Já deviam ter milhares de corpos seus por aí.

??? – Você aguenta bem... Faltam apenas 71 horas, 59 minutos e 59 segundos...

Após ouvir isso, o rosado ficou incrédulo. Tinha passado apenas um segundo desde que entrou ali?! Mas como é possível?!

Mas viu tudo voltar ao normal – Menos a dor que sentia – repentinamente. E ouviu de fundo um ‘’Tenryu no houken!’’... Era Wendy. Mas não pode ficar para ver o resto, já quê, no outro segundo, desmaiou...

Com Wendy – Alguns minutos antes...

Wendy estava na guilda junto dos outros. A azulada conversava com Rogue sobre como seria o torneio de guildas.

Wendy – Entendi. Mas não tem nenhum tipo de prêmio para quem vencer o torneio, não? – Perguntou curiosa ao dragon slayer mais velho.

Rogue – Na verdade, sim. A guilda vencedora ganhara fundos diretamente do Conselho Mágico, assim como também uma oportunidade.

Falou, mas deixou Wendy confusa com as últimas palavras.

Wendy – Oportunidade do quê?

Rogue – De um dos magos participantes torna-se um mago santo... – Na sua voz, um pouco de empolgação era nítido, mas o mesmo escondia isso.

Wendy ficou muito surpresa... Uma vaga para Mago Santo... Isso é algo que inúmeros magos pelo continente lutam... Uma imagem passou rapidamente pela sua cabeça, e assim, começou a procurar algo pelo salão principal da guilda com os olhos.

Rogue – Procurando algo? – Perguntou um pouco curioso.

Wendy não respondeu, mas acenou em concordância. Só que logo após disse o que procurava.

Wendy – Cadê o Natsu? Ele saiu já faz algumas horas... – Continuou a procurar, ficando ainda mais preocupada.

Rogue fez uma cara feia por alguns segundos, antes de apertar seu punho e voltar para o mínimo sorriso que estampava em seu rosto.

Rogue – Ele ainda não voltou...

Wendy ficou mais preocupada ainda... Então de supetão, levantou-se da mesa onde estava, deixando Rogue um pouco... Nervoso... Seguiu ela com os olhos, até a porta da guilda. Após a azulada sair, o mesmo continuou a olhar a porta, só que com pensamentos nada... Amigáveis para o rosado.

‘’Rogue – Natsu... Né?...’’

Apertou o punho com força, deixando um pouco de sua magia negra escapar... Mas acalmou logo em seguida.

Wendy correu até sua casa. Demorou uns 10 minutos para chegar lá. E, ao chegar, revirou a casa procurando o rosado... Nada! Então tentou-se acalmar, procurando em sua mente um lugar onde o rosado poderia estar...!!

Lembrou-se da planície onde o mesmo denominou seu campo de treinamento... Com força nos pés, a dragon slayer saiu correndo em direção da planície.

Não demorou nem 2 minutos e lá estava ela... Então, com seus sentidos de dragão, captou uma presença junto do rosado.

Quando chegou perto o suficiente para ver, arregalou os olhos ao ver um homem de sobretudo preto fechado com algumas nuvens em vermelho. Estava usando uma gola alta, enquanto usava um chapéu de palha... Em sua frente, o rosado de joelhos no chão.

Não teve outra reação a não ser rugir com toda a força que tinha...!! Na hora que iria acerta-lo, o mesmo dá um pulo para cima desviando do rugido.

Só que Wendy foi mais rápida, e, já no ar, sua mão direita estava encoberta de ventos muito fortes...!! A mesma pegou com a mão esquerda na cabeça do mesmo, e com a outra... Socou com muita força as costas dele, fazendo-o ir em direção do solo com muita força, rachando uma cratera enorme!

Em queda livre, a azulada junta as duas mãos, e cria uma grande massa de ventos nela...!! Essa doeu... Bateu na cabeça as mãos e chocou seu corpo inteiro nas costas do mesmo... Aquilo certamente o matou... Se não fosse que o corpo do mesmo transformara em uma nuvem de fumaça...

Wendy do canto do olho pode ver as moitas atrás de si mexendo... A última coisa que viu, antes do mesmo fugir, foi um olho vermelho com um tipo de símbolo vermelho.

Mas arregalou os olhos, virando-se rapidamente pro rosado, vendo-o caído no chão. Seu coração começou a bater muito forte, e flashbacks de antes explodiram sua cabeça... Quando quase não conseguiu salvar o rosado, quando o mesmo estava em estado crítico, e a mesma quase não o salvou... Mas e se for diferente dessa vez?! E se ele não sobreviver?!

As lágrimas começaram-se a nascer em seus olhos muito que rapidamente. Não conseguia respirar direito, seu estomago estava revirado, seu cérebro não pensava e sua boca tremia... Estendeu sua mão para o rosado... Estava tremula.

Wendy – Na-Nat...su.

Falou com a voz chorosa e tremula. A mesma não conseguia executar qualquer coisa... Estava traumatizada... Então, lentamente, viu tudo escurecer... Assim, desmaiando de hipertensão.

No dia seguinte – manhã.

O rosado remexia-se na cama, suando. Estava ofegando muito... Parecia ter pesadelos. E murmurava coisas irreconhecíveis.

Dentro da cabeça do rosado:

O rosto do Natsu estava muito sangrento, principalmente seu olho direito, que chorava sangue... Centena de milhares de pessoas mortas em sua frente... E mais a frente, Zeref rindo que nem um louco...

Então, como se fosse um flash, Naruto apareceu no lugar de Zeref... Mas só por um milésimo de segundo, já que no outro desapareceu... Assim dando fim ao pesadelo de Natsu.

...!! O mesmo quase pulou da cama naquele momento... Estava tendo inúmeros pesadelos. Sempre nesse mesmo jeito... Mas esse foi tão... Diferente... Parecia o mais real entre todos os outros.

Mas apenas balançou a cabeça, deixando isso de lado... Sua cabeça doía, não se lembrava do que aconteceu ontem...  Mas reconheceu onde estava. Estava em seu quarto... Aí um flash passou em sua cabeça de tudo que acontecera no dia passado.

Teve sua atenção tomada para a porta do quarto... Lá estava, a azulada com uma feição surpresa, feliz e triste ao mesmo tempo... Já que quando viu o rosado, um gigante sorriso no rosto, enquanto inúmeras lágrimas caiam pelo seu olhos, que brilhavam.

Só conseguiu ver a mesma correndo em sua direção e pulando em seu pescoço, o abraçando muito forte... Sem perceber, o rosado retribuiu o abraçado da azulada.

Wendy – Eu... eu... pensei que ia... Natsu...

Não conseguiu terminar a frase pelas lágrimas que ainda caiam pelo seus olhos. O rosado entendeu o que ele falava... Ela tinha criado um trauma, onde se visse o rosado ao pé da morte, a azulada iria perder a cabeça... Como se fosse uma fobia.

Ficaram ali uns segundos, até que alguns curiosos apareceram na porta do quarto. Esses eram nada menos que Happy e as meninas da casa, incluindo Charles e Lis... Happy com a cara de safado, Lis com as bochechas infladas, Charles com a palma da mão na cara, como se estivesse desapontada, Rikka com uma cara confusa.
 

Happy – Eles se goxxxx.... – Teve sua boca tampada pela gata branca. A mesma tinha uma expressão furiosa.

O sangue do gato azul gelou com o olhar da neko.

Charles – Não ouse falar isso... – Falou com a voz devidamente assustadora.

O neko azul apenas acenou em concordância. Em seus pensamentos o gato reviu o quanto Charles era malvada... Mas linda, ao mesmo tempo.

--- Uma semana depois! ---

6:20 da manhã, estação de trem. A maior parte da guilda da Sabertooth estava reunida na estação. Algumas pessoas paravam e observavam curiosas. Rogue, Natsu, Wendy, Lisanna e Drake estavam no meio da multidão, cumprimentando e recebendo ‘’boa sorte’’ dos outros membros da guilda.

??? – Vocês conseguem! Vão! Pela Sabertooth!! – Gritou algum membro da saber, dando apoio ao time Sabertooth

Natsu tinha um rosto triste, assim como Drake, Rogue e Wendy... Andar de trem tem sido algo muito triste nos últimos meses. Coisa de dragon slayer... Mas fazer o quê? É a maneira mais rápida de chegar até lá.

Lisanna olhava com uma gota e um sorriso estranho para os outros, que choravam de lamentação por terem de ir de trem... Apenas fez um não com a cabeça... Essa doença de dragon slayer era certamente muito irritante em certas horas.

Sting então começou a falar, chamando a atenção de todos.

Sting – Nós iremos ganhar, pois somos tigres da Sabertooth! Mesmo com as dificuldades, ou com qualquer outra coisa, nós conseguiremos, pois estamos juntos, e nada separa um tigre de sua família!

Gritou, levantando o braço direito. Sendo seguido pelos demais membros da guilda que gritavam em comemoração.

Não demorou muito, e já tinha chegado a hora do trem partir. O time Sabertooth entrou no trem, depois de uma salva de palmas dos outros companheiros de guilda... Mal colocaram o pé lá dentro e quatro membros da guilda já estavam abatidos.

Natsu, Rogue, Wendy e Drake estavam com suas bocas cheias, caras verdes e lágrimas nos olhos. O fato de serem dragon slayers não ajudava muito no momento... Lisanna teve uma gota na cabeça, ao ter de carregar os membros até a cabine... Sting era o único que se mantinha de pé ali... Mas sua boca cheia e verde não mentia.

Sting pegou Rogue, Wendy e Drake, enquanto Lisanna dava apoio no ombro para o rosado. Ao chegarem na cabine, ouviram o ressoar do apito do maquinista. E rapidamente o trem bala já estava andando há uma grande velocidade.

Lisanna olhava pela janela a paisagem em flash, enquanto mantinha-se pensativa e fazia um cafune na cabeça do rosado, que estava prestes a morrer ali mesmo... Claro que isso aconteceria se a albina não estivesse ali.

‘’Lisanna – Aconteceu tanta coisa nesse última semana... Não acredito que o que eu mais temia aconteceu... – Um rápido flash back de uma lista com vários nomes de guildas estava sendo segurado pela albina. Ela olhava incrédula para um certo nome... Ou melhor, dois.’’

‘’ Bloco 53- Fairy Tail/ Sabertooth/ Hang out/ Shihoroge/ Mugihawa...’’

Entre 200 blocos de guildas. Como se fosse o destino jogando seus dados da ironia. A Sabertooth tinha caído no mesmo bloco que a Fairy Tail... Algo quase impossível... Mas aconteceu...

‘’Lisanna – Vão ser longos dias... – Pensou, lembrando de tudo que passou para sair da maldita guilda que era a Fairy Tail’’

 - Continua!


Notas Finais


E então, gostaram? Bom... espero que sim.

E antes que me esqueça... Previsão de mortes importantes para os próximos 3 capítulos: 3... =3... Até segunda! Ah... Quem aqui já jogou Supa Hueiro Brbr... É mo massa esse jogo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...