História Admirador Secreto - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jang Doyoon, Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing
Tags Abo, Jicheol, Jihan, Meanie, Seventeen
Exibições 403
Palavras 1.663
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HIIII PESSOAS!
NEM VO FALA NADA GOODE LEITURA!

Capítulo 8 - Cego De Raiva


Ele acabou desmaiando ali, Joshua rapidamente o pegou e juntamente com o outro e os levaram para o hospital o mais rápido possível, seu namorado que dirige, e no caminho ele não parou de olhar para ele, o garoto não conseguia imaginar que Jeonghan tenha visto seu irmão e tenha feito aquilo de proposito, e se realmente isso for verdade, ele não vai ter escolha em falar com o dono e ele fazer o que tem que ser feito.

 

 

Mesmo que ele ame Jeonghan, ele não vai ter outra alternativa, não pode deixar que as coisas fiquem assim, será pela segurança do menor e a de todos.

 

 

Xxxx

 

 

 

De repente Woozi assustou Joshua abrindo os olhos e olhando para os lados completamente assustado, ele não estava ali da última vez que estava acordado, e pelo que ele vê se encontra em um hospital.

 

 

 

— O que eu estou fazendo aqui? O menor perguntou assustado e um pouco descontrolado, aparenta estar muito abalado e aquelas imagens dos acontecimentos na rua chegaram em sua cabeça o deixando mais abalado que já estava.

 

 

 

— Calma. Joshua tocou seu braço e o menor olhou para ele. — Tá tudo bem, você está bem, não aconteceu nada de grave com você.

 

 

 

 

— Mas. Woozi olhou para baixo. — E o carro?

 

 

 

— Bem. Joshua engoliu em seco. — Você não foi atingido por ele.

 

 

 

 

— Não? O garoto de cabelos rosa voltou a olhar para o amigo surpreso, ele havia sentido um tipo de empurrão, e pensou que o carro foi que causou isso, mas pelo jeito as coisas não aconteceram dessa forma. — Então o que aconte

 

 

 

— Foi o Seungcheol. Eu não sei como te empurrou e quem foi acertado em cheio pelo carro foi ele.

 

 

 

— E ele está bem? Woozi se desesperou e chegou a arregalar seus olhos. — Onde ele está? Como ele está? Se machucou muito?

 

 

 

— Calma! Joshua falou um pouco mais alto tentando tranquilizar o pequeno, mas isso só causou um medo que era de se esperar, afinal Joshua é um alfa e as vezes como todos acaba se descontrolando. — Me desculpe, não se preocupe com ele Woozi, lembre-se que ele é um alfa e é bem mais forte que você, ele está bem, só sofreu alguns arranhões, tudo bem?

 

 

 

— Sim. Woozi voltou a repousar suas costas na cama e nem meio segundo deu ele as levantou novamente. — Eu posso vê-lo?

 

 

 

— Agora?

 

 

 

— Sim, eu quero ver ele.

 

 

 

— O que aconteceu entre vocês? Woozi corou, ele percebeu que Joshua está percebendo o que acontece ali, mesmo podendo ser por causa que Seungcheol seja um grande amigo do menor, ele percebeu coisas estranhas.

 

 

 

— Nada. O menor disse olhando para as mãos repousadas em suas coxas e olhou para os lados rapidamente, não aconteceu mesmo, mas ele se lembrou de tudo o que Coups disse a ele. — Eu só quero o ver, só isso. O garoto continuou com a cabeça baixa, mas isso não durou muito tempo, Joshua tocou em seu queixo e a levantou lentamente.

 

 

 

— Tá, eu vou ver o que faço por você. O maior disse um pouco baixo e dando um sorriso adorável ao final, em sinal de agradecimento Woozi sorriu fracamente de lado, Joshua não tirou a mão do queixo do menor o deixando um pouco envergonhado, e além de não parar de olhar para ele.

 

 

 

Estranho não?!

 

 

Xxxx

 

 

 

Como Woozi não havia sofrido praticamente nenhum ferimento em seu corpo, ele foi liberado, e sem perder tempo o garoto correu até o quarto de Coups que não fica muito longe do qual ele estava, só foi Joshua dizer o número que o pequeno saiu às pressas de seu quarto e sendo perseguido pelo namorado do irmão. Completamente eufórico e feliz por finalmente ter chegado no quarto, Woozi nem chegou a bater na porta e a abriu sem prévio aviso tomando um grande susto, O dono está ali dentro conversando com Seungcheol, e os dois olharam para ele no mesmo segundo que ele abriu a porta, morrendo de vergonha ele a fechou o mais rápido possível arrancando pequenos risos do mais velho e de Coups.

 

 

 

— Pode entrar Woozi. O dono disse entre risos e o menor morrendo de vergonha abriu a porta, os dois ali viram que ele está completamente corado, e que também ainda usa um grande “roupão” do hospital, ele nem se trocou, estava e ainda está preocupado com Coups, afinal ele salvou sua vida.

 

 

 

— Me desculpe. O menor falou ainda longe dos dois. — Eu não queria interromper a conversa de vocês.

 

 

 

— Não precisa se desculpar. O dono disse balançando a cabeça para os lados. — Está tudo bem, eu entendo que você queria ver urgentemente o seu amigo, ele salvou a sua vida não é? Woozi somente fez um sinal de sim balançando a cabeça para baixo ainda morrendo de vergonha. — Venha, se aproxime, vou deixar vocês a sós. O homem se levantou da cadeira que sentava e olhou para Seungcheol de uma maneira estranha aos olhos de Woozi, em seguida ele se dirigiu para a porta e tocou levemente o ombro esquerdo. Ao fechar a porta ele deixou os dois sozinhos, a vergonha que o garoto de cabelos rosa sentia aumentou, ele está sozinho com Coups, e depois de tudo o que aconteceu ele sente um pouco de vergonha.

 

 

 

— Woozi? Seungcheol o chamou e o dono do nome rapidamente olhou para seus olhos. — Pode chegar mais perto, eu não mordo. Woozi nem chegou a sorrir direito pela vergonha que sente, e lentamente ele andou até a cadeira que o Dono sentava e se sentou ali com muito cuidado, e para a sua surpresa Coups pegou em sua mão esquerda o deixando mais corado e envergonhado do que já estava. — Eu quero que você me perdoe.

 

 

 

— Pelo que? A voz do menor saiu fraca e em um volume bem baixo, a vergonha o deixa assim.

 

 

 

— Por parecer que eu quero me aproximar de você só por causa daquilo que vai acontecer daqui uns dias, eu realmente gosto de você, eu sempre gostei.

 

 

 

— Para, por favor. O menor olhou para baixo e rapidamente as lagrimas em seus olhos apareceram, e a voz do irmão mais velho também.

 

 

 

— Woozi. Coups apertou sua mão chamando a atenção dele e levantando sua cabeça e voltando a olhar nos olhos do maior. — Eu sei que seu irmão fez muito mal a você, sei que ele te atormentou com isso durante anos, mas por mais que pareça algo que nunca aconteceria com você, por mais que para você seja uma grande mentira, não é, eu sinto isso a tanto tempo que eu nem sei como eu consegui esconder de você, não sabe como me doía ver você indo para aquela escola sozinho, e sempre voltando chorando, eu já perdi as contas de quantas vezes eu chorei por você. Isso deixou Woozi completamente congelado, ele nunca imaginou isso, nunca chegou a ter o luxo de pensar que alguém choraria por ele, que alguém se importaria com ele, e essa pessoa está em sua frente. Com um curativo na testa e com o canto da boca ralado. Aquilo foi tão chocante de se ouvir, mas de uma maneira boa, que os dois ficaram em silencio, Seungcheol tentou segurar as lagrimas ao se lembrar das vezes que chegava do trabalho e simplesmente chorava por se sentir um inútil, por não ter coragem de mostrar o que realmente sentia e sente por Woozi, era horrível, uma sensação que ele espera nunca mais sentir em sua vida. O maior olhou para baixo por um momento e minutos depois olhou para o garoto de cabelos rosa com os olhos brilhando, as lagrimas. — Eu me sentia um inútil por não ter coragem de me aproximar de você, de não poder te ajudar, eu tinha tanto medo de ser rejeitado por você que isso me bloqueava de falar o que eu sentia e o que realmente sinto por você. As lagrimas caíram lentamente dos olhos de Seungcheol, e Woozi já chora silenciosamente. Aquilo é como um sonho para o pequeno, não pode ser real para ele. — E saiba que, eu não me importaria se acontecesse algo grave comigo ao ter te empurrado para não ter sido atropelado pelo seu irmão. Mais um choque, O menor não fazia ideia que era o seu irmão no carro, a chuva estava muito forte e não teve como ele ver quem era que estava no volante, ele não acredita que seu irmão chegou a ir tão longe, e em vez de medo, ele sentiu raiva, suas mãos se fecharam devido a raiva que sente.

 

 

 

 

E para melhorar as coisas, a porta do quarto se abriu, nela Coups viu o Dono e ao lado dele Jeonghan, pela sua “cara” parece estar arrependido pelo que fez, e ao ouvir a voz do irmão na sala, Woozi não se segurou e se levantou da cadeira indo em direção ao irmão o mais rápido possível, o irmão mais velho o viu e não sabia o que dizer.

 

 

 

— Woozi... Eu. Jeonghan engoliu em seco e olhou rapidamente para os lados, a raiva que o menor sente é tanta que ele se esqueceu que o dono está ao seu lado.

 

 

 

— EU TE ODEIO! Woozi gritou bem alto e olhando no fundo dos olhos do irmão. — VOCÊ É O PIOR IRMAO DO MUNDO! VOCÊ TENTOU ME MATAR, NÃO É?!

 

 

 

— Woozi não. Jeonghan tentou acalmar o irmão colocando as mãos sobe os ombros dele, mas no minuto que elas o tocaram foram enxotadas.

 

 

 

— NÃO MINTA! VOCE SO QUIS ME DESTRUIR TODO ESSE TEMPO, EU ME CANSEI DE VOCE JEONGHAN, ME CANSEI! Completamente descontrolado Woozi pegou nos cabelos do irmão e começou a puxa-los com forca, os dois começaram a ir de um lado para o outro no quarto, Jeonghan não para de gritar para que Woozi o solte, mas ele está cego de raiva e não ouve nem o Dono que também fala para que eles parem com a briga.

 

 

 

E atrás do dono, uma pessoa está vendo tudo, e por que será que ela está rindo? 


Notas Finais


Inimiga a vista
Espero que tenham Gostado!
Vamos parar de fantasmar e comentar!
Kisses E Mais Kisses!
Ate Mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...