História Adolescência: amizade, amor e sexo - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kagome, Miroku, Sango, Sesshoumaru
Tags Hentai, Romance
Visualizações 65
Palavras 772
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pois é, pessoal. Mais um capítulo bunitinho para vocês *-* Obrigada aos que favoritaram: ~LiviaRomances, ~B27, ~nuriko1324, ~Jaquelinegatona, ~cassiaborges19, ~Dilvanecardoso, ~Anna--, ~Young12Thayzza, ~belly_k2y e ~Helenay. Valeu, pessoal. Espero que continuem gostando da fanfic. Bom, boa leitura para vocês *3*

Capítulo 20 - Fim da missão.


Depois de tapar a visão da Sango, Miroku se ajoelhou a sua frente. Observou atentamente o belo corpo estendido na areia e ficou mais que agradecido por possuir uma belezura daquelas.

- Aliás, a belezura.. – Pensou em voz alta.

- Você disse alguma coisa, amor? – Perguntou Sango, que estava a espera da continuação da missão.

- Não, não, amor – Respondeu lentamente.

- Ah, eu pensei que..

- Shh.. – Miroku a interrompeu, – Você tem que ficar quieta... – E dobrou as pernas da jovem. Com as mãos quentes, tocou os joelhos dela e, devagarzinho, abriu as pernas. Sango permancia imóvel e curiosa. Miroku aproximava o seu rosto da intimidade dela e soprou com delicadeza. E a respiração da moça começara a acelerar novamente.

Miroku passeava com a língua nos grandes lábios. E, lentamente, chegava cada vez mais perto do centro. Com a técnica que ganhara com beijos demorados, dava um prazer caliente à sua dama. Ela se contorcia loucamente, tentando não gritar. Miroku oferecia uma variedade de prazeres. As vezes beijava, outras lambia e outras chupava.

Cansado de usar a boca, substituiu a língua pelos dedos. Como já era experiente em usar esta "ferramenta", o tempo de duração foi menor. E e foi para o lado da Sango, ainda com os dedos dentro, para assim poder beijar os seus mamilos.

- Eu não sei bem por que, mas hoje os seus seios parecem mais deliciosos que o normal – A elogiou. Sango tentou sorrir, mas o tesão era tão grande, que a impediu de o fazer.

Miroku mantinha sua mão em movimento, cuja velocidade aumentava cada vez mais. Com isso, fez Sango gozar. Retirou os dedos molhados de dentro e os passou pela barriga dela. Miroku se sentou em cima da Sango e, com as mãos nos peitos, a beijou carinhosamente na boca. De vez em quando, mordia um dos mamilos para arrepiá-la. Após brincar com os seios, levou as mãos ao rosto da jovem, ainda ofegante, e observou a face suada, mas encantadora.

- Você é tão linda... Muy bela. – A admirou. Miroku certamente tinha a sua alma-gêmea nas mãos. Bonita, gostosa, carinhosa, gentil e perversa. Se ele pedisse mais do que já tinha, ia para o inferno.

Sango tinha os olhos semi-cerrados e a boca semi-aberta. Ela expirava fortemente e tinha os lábios um pouco secos. Miroku passou a língua pelo lábio inferior e depois o superior, acabando por dar umas voltas. Sango colocara a língua de fora, para beijá-lo, mas ele afastou-se.ligeiramente dela. Naquele preciso momento, Miroku chupara a língua da Sango calientemente duas vezes. E voltou a beijá-la.

Assim que terminou o beijo, a olhou nos olhos. Ele atentamente, fixava o seu olhar no dela. Parecia que o mundo tinha parado para Miroku. Parou de massagear os seios. Permanecia completamente imóvel. Sango, já com a respiração estabilizada, o olhava estranhando.

- O que foi? – Perguntou, já preocupada. Miroku parar no meio de um momento sexual?! Quem imaginaria isso?

- Eu.. – começou e depois perdeu a voz. Passado uns segundos, voltou a falar – Eu antes dizia que "te amo". Mas dizia porque eu sentia que te amava. Eu, sinceramente, não sabia bem se deveria dizer essas palavras, porque não sabia exatamente bem o que significavam.

- O que você está falando, Miroku? Você está me assustando – Sango confessou, confusa.

- Eu estou tentando te dizer algo importante, por isso não interrompa – disse Miroku em voz alta. Sango se assustou e ficou quieta. – Eu estou dizendo que.. agora.. entendo porque as pessoas dizem "eu te amo" – Pausou por um breve momento. – É porque, quando alguém diz isso, ela quer dizer que não consegue mais viver sem o seu amor, que não pode estar longe do seu amor, que não aguenta ver outras pessoas interessadas no seu amor, que quer ser egoísta e ter o seu amor só para si, que o seu amor a faz completamente feliz, e que, sobretudo, o seu amor a faz suplicar para Deus e todos os outros homens, para não lhe tirarem a pessoa que ama da sua vida.

- Miroku.. – Disse Sango emocionada.

- Sango, eu te amo. Nunca me deixe, por favor – Miroku implorou.

- Eu te amo também – Respondeu Sango, cujos olhos estavam molhados. – As palavras que você disse são chocantes, mas são as melhores que você já disse – Sango brincou, deixando uma lágrima cair.

Para terminar a missão, Miroku resolveu fazer um sexo normal, mas com mais amor que dera todas as outras vezes juntas. A ternura e o carinho que ambos trocavam eram tensos e apaixonados. Este, foi o melhor sexo que fizeram desde o dia em que fundiram suas almas, até agora.


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim. Lancei uma One Shot há pouco tempo da "Chapeuzinho Vermelho" só que claro, de um jeito diferente, um jeito mais perverso do jeitinho que vocês gostam assim como "João e Maria." E também tenho uma outra fanfic de Inyasha, só que não tem hentai, é mais bonitinho/fofinho. Enfim, em breve mais capítulos. Kissus, queridos *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...