História Adolescência "perdida" - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Visualizações 173
Palavras 2.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas, tudo bom? Espero que sim!!
Enfim, não prometo que vou postar amanhã, pois estou passando muito mal e não consegui escrever o próximo capitulo todo, mas caso eu consiga, eu postarei amanhã a noite.

Boa leitura...

Capítulo 9 - Chegada com atritos


Fanfic / Fanfiction Adolescência "perdida" - Capítulo 9 - Chegada com atritos


Adolescência "perdida"

Capitulo 9

Acordou sentindo um cheiro maravilhoso, era um doce de cereija misturado com chuva, sentiu um peso sobre o peito, sentiu também fios de cabelos fazendo leves cócegas em seu braço. Abriu os olhos lentamente para se acostumar com a claridade, a primeira coisa que viu foi a janela aberta com as cortinas balançando, a chuva caia suavemente lá fora, o céu apesar das nuvens estava lindo, piscou e olhou para o outro lado, onde encontrou um par de olhos azuis ao longe o olhando, sorriu subitamente, olhou a pequena em seus braços e apesar de não queres sair daquele lugar quentinho, cuidadosamente se levantou, a ajeitando para que ela nao acordasse, e depois a cobriu.

Calçou a chinela que estava a beirada da cama, pegou sua camiseta e a vestiu, caminhou em direção aos berços, primeiro foi no berço com detalhes rosa, onde tinha uma garotinha dormindo calma, mas meio encolhida, "deve estar com frio" - ele pensou. Também a cobriu, com muito mais cuidado, com medo mate de machuca-la. Sua experiencia com crianças nunca fora das melhores, ele nunca havia nem encostado em um ser pequenino de colo, mas ali estava ele, todo derretido ao olhar para os filhos de Sakura.

Agora foi na direção do menino que já o olhava curioso, a criança sorriu, com o bico na boca, para ele, e Sasuke para o bebê. O pegou no colo com bastante cuidado, o medo de machuca-lo ainda o assombravam, mas com ele em seus braços ao pouco se acostumou com a sensação. Pegou a manta que estava ao lado, o enrolou para nao sentir frio, e saiu do quarto, a criança já se acomodou em seu ombro chupando o bico. Sasuke sorriu mais ainda, nunca havia pensado em quão prazeroso seria pegar uma criança. Ao descer as escadas teve a visão de todos na cozinha, e pensou seriamente em voltar para o quarto, ninguém sabia que ele estava ali, Sakura não tinha avisado. "Merda"- pensou.

- Sasuke?

- Ér... Oi tia kushina.

- Você? Hm? Dormiu aqui?

- Sim.

- Você dormiu com minha irmã?

- Sim.

- No quarto dela?

- Sim.

- Na cama dela?

- Sim

- Do lado dela?

- Naruto chega! - Minato disse sério.

- Ontem eu a trouxe pra casa, e acabei subindo, e ai eu dormi enquanto ela tomava banho, e ai fiquei.

- Você transou com ela?

- Lógico que nao Naruto, olha as crianças!

- Então se nao tivesse as crianças ...

- Quer mesmo que eu responda? - Sasuke respondeu sapeca.

- Não mesmo - disse Minato, nao querendo imaginar a filha fazendo tal coisa, mesmo ela já tendo filhos. O loiro estava abismado, nao acreditava que o amigo tinha dormido ao lado da irmã, em sua própria casa.

- Sasuke, esse é o Isaac? - a ruiva perguntou.

- Hm? - disse olhando para o colo - Ah sim, ele estava acordado, imaginei que estaria com fome.

- Uhum, me da ele aqui, pode ir comer, eu já terminei.

- Ah, claro. - entregou a criança a contra gosto, mas não poderia fazer nada, nao pode nem reclamar.

- Não sabia que gostava de bebês.

- Nem eu baka. - sorriu pondo café na xícara.

- Por que você a trouxe?

- Ela queria ir embora, eu também, ela nao te achava, e eu ofereci carona, ela aceitou.

Com o decorrer do questionário sobre o porque de Sasuke ter dormido na casa, o senhor Minato apenas observava e ria internamente pelo ciúmes do filho. Ficou feliz, muito feliz, nunca imaginaria que ele algum dia poderia se importar com a irmã.

*Flashback* *on*

O carro parou em frente a casa branca, ela só se lembrava de vagas coisas, a muitos anos não voltava ali. Aquela casa trazia uma calma tremenda, mas ela nunca falaria isso pra ninguém, para todos ali representava o inferno para ela, mas mal sabiam eles que o inferno dela era a própria casa. A dor nas costas estava tremenda, ficou sentada por muitas horas sem fazer absolutamente nada, aquilo não seria uma vantagem nesse momento. A barriga pesava muito. Apesar de estar apenas de sete meses, parecia estar de 11, afinal tem dois seres dentro do ventre dela.

- Sakura? Quer ajuda? - a mulher ruiva que saia de dentro da casa perguntou.

- Não! - respondeu seca.

- Certeza? Eu posso...

- Pode deixar ruiva, eu a ajudo. - o homem loiro disse ao deixar as malas no chão-  pegue alguma mala mais vazia e peça o jardineiro para pegar a outra, que eu subo com ela.

- PAI, EU TÔ INDO LA PRA HINATA! - gritou outro loiro - Droga.

- Merda. - a menina disse.

- Sério que essa menina veio?

- Não eu tô la na suíça.

- Podia tá era de baixo da terra!

- Vai se fuder menino!

- Se nao tem vergonha não? Um cabelo dessa cor, cheia de desenhos satânicos pelo corpo, e ainda por cima grávida!

- Vergonha eu teria se fosse parecida com você!

- O leitoa, seu cabelo tá metade loiro.

- Leitão é você demonio. Saiba que quando eu pari a primeira coisa que vou fazer é pintar o cabelo.

- Não quero você perto de mim!

- Eu que não quero ficar perto de você.

- Que vergonha! Pai o povo vai te olhar torto! Uma filha assim - apontou com desdenho para a menina - é uma vergonha!

- Escuta aqui...

- Parem os dois!

- Eu vou fazer sua vida um inferno - gritava a menina.

- Eu vou matar você - ele gritava de volta.

- CHEGA! - o pai se alterou, o que era muito raro acontecer - os dois calem a boca, nao quero ouvir nenhum insulto nessa casa! Se nao gostam um do outro não me importo, mas vão morar juntos! São irmãos e ponto! Não quero nenhum amigo seu - olhou para Naruto - sabendo dela.

- É óbvio que eu não ia ...

- Cala a boca! E nao quero ver ninguém que nao seja da família dentro dessa casa!

- Mas...

- Naruto cala essa merda de boca! Se tá ouvindo!? Muitas coisas vão mudar, e vai começar por ai. E você Sakura, pare de destratar a Kushina! Ela nunca fez nada de mal para você ...

- Ela só...

- Cala a boca! Quero sorrisos e abraços como se fossem uma família, nao quero ouvir N-A-D-A que é desrespeitoso. Estamos entendidos?

-...

- ESTAMOS ESTENDIDOS?

- Sim senhor.

- Sakura?

- Sim senhor.

- Naruto volte para dentro você nao vai sair.

- Mas...

- Pra dentro. E ajude a Sakura a subir,...

- Nao preciso da ajuda desse imbessil.

- Nao vou ajudar esse elefante.

- Os dois pra cima JUNTOS!

Então ele caminhou para perto dela a contra gosto, a segurou pela cintura e ela com cara feia colocou o braço em seu ombro para se apoiar.

- Vou matar você!

- Não se eu matar você antes!

*Flashback* *off*

Sakura acordou na hora do almoço, tomou um banho vestiu uma calça de moleton e uma regata e uma blusa de frio, desceu para a cozinha varada de fome, se surpreendeu ao ver Sasuke sentado no tapete de veludo e mais ainda ao ver a Allisson no colo dele.

- Bom dia gente - disse manhosa coçando o olho.

- Bom dia filha - disse recebendo um beijo na testa da mesma.

- Tô com fome! - se sentou toda desajeitada na cadeira almofadada da mesa de vidro da cozinha.

- Bem vinda ao time - Naruto disse com a mão na barriga já sentado de frente pra ela, em seu costumeiro lugar.

- Pensei que você já tinha ido embora Sasuke - ela disse o olhando.

- Meu irmão ta na cidade, última coisa que eu quero é ir pra casa! - sorriu fraco. Minato ficou admirado com a facilidade que Sasuke falou isso para ela, ele é fechado de mais, nunca conversa mais que o necessário, e assuntos familiares não é comum de ve-lo comentando.

- Ah.

- Falando nisso mocinha! - Naruto disse cruzando os braços e fazendo cara séria - que história é essa de voltar pra casa com o Sasuke?

- Você me abandonou la no meio dos seus amigos, eu quis ir embora, Sasuke ofereceu, eu aceitei - disse naturalmente. Sasuke sorriu olhando-a cúmplice, sem nem mesmo combinar a desculpa os dois acertaram o que dizer.

- Hum. Então é verdade! - Naruto disse, e só agora passou pela cabeça da rosada que o irmão poderia ter feito a mesma pergunta para o moreno e ele respondido outra coisa. Mas ao o olhar e ver que ele estava de boa, certamente as histórias bateram.

O almoço passou tranquilo, conversa vai e vem, brincadeiras e piadas sempre eram bem vindas.

- Qual a diferença entre você e um cubo mágico? - Naruto disse para Sakura.

- Anão dobe. Essa é velha.

- Não me enche teme. Sabe maninha?

- Não, qual é?

- Do cubo eu desisto! - sorriu.

- Com certeza nao foi com essa cantada que você conquistou a Hinata - ela disse sorrindo.

- Não - Sasuke disse gargalhando - Foi pior.

- Não foi não.

- Foi sim filho - até a Kushina entrou no meio.

- Sakura - Sasuke riu a vontade - foi assim ó - ele tossiu limpando a garganta - "Gata você acredita em ET's? " - imitou a voz do loiro.

- Não, porque?

- Porque eu to vendo uma linda ET de olhos claros na minha frente!

- Não acredito - ela ria - você falou isso retardado?

- Se acredita? - Minato ria - onde foi que eu errei?

- Eu fui original tá-  tentou se defender.

- Filho, essas coisas a gente não inventa não.-  Kushina gargalhava.

- Mas ela ta comigo até hoje - disse emburrado.

- Anão pensei que você era mais criativo - riu.

(...)

- É sobre um cara que tem um irmão gemeo mas ele morreu, ai esse cara vai no lugar do irmão pra um mundo que chama Pandora, e vai acontecendo uns trem muito louco lá. - Sakura dizia animada.

- Qual o nome mesmo?

- Avatar gente, qual é, seis nunca viram?

- Pessoas azuis enormes? Não mesmo. - Sasuke dizia.

- Então é hoje que vamos ver esse filme. Eu adoro a história.

- Tanto faz, vou dormir na metade mesmo - Naruto disse.

- Né - Sasuke riu.

- Naaaaaao, vocês vão assistir o filme todo!

A noite foi passando, a madrugada foi chegando, e os três pegaram no sono apenas quando estava amanhecendo, cada um em um sofá, Sakura foi a única que foi para cama. A manhã de domingo também amanheceu chuvosa, facilitando todos dormirem até tarde, inclusive as crianças.

- Chega pra lá... - Sakura acordou com um ser a empurrando para o canto de sua própria cama.

- Hm...

- Vai logo...

- Hu hum...

- Siiim, vai rosada, aqui tá quentinho, e maciozinho.

- Anem Sasuke! Vai catar coquinho.

- Anda logo...

- Que saco - ela disse brava chegando para o canto - vai logo pra sua casa.

- Já disse que não vou aparecer lá tão cedo!

- Então arruma outro canto pra dormir!

- Não obrigado tô bem aqui - se ajeitou na cama.

- Saco. - e assim eles ficaram calado por um tempo, cada um virado para um lado da cama.

- Que catinga - disse Sasuke.

- Já ouviu falar de peido? Pois é! Peidei!

- Caralho Sakura comeu ovo podre?

- Uai se seu peido é cheiroso bom pra você. O meu fede a bosta mesmo!

- Sua sem classe.

- Se peidar me faz sem classe eu sou com prazer.

- Porca.

- Entupido!

- Se podia pelo o menos ir no banheiro!

- Sasuke vai a merda! Se tá na minha casa! No meu quarto! Na MINHA cama! Eu peido quando eu quiser e onde eu quiser.

- Eu vou peidar também! E ai de você se reclamar.

- Você não tá na sua casa querido, eu tô na minha.

- Não importa vou peidar do mesmo jeito, catinguda!

E com o silêncio eles dormiram novamente.

Um celular começou a vibrar no chão, mas o barulho incomodava muito.

- Alô? - a voz sonolenta de Sasuke foi ouvida.

"-Onde você esta?"

- Sério que se tá me ligando essas horas e me perguntando isso?

"- Essas horas? Menino são duas horas da tarde!"

- Hoje é domingo mãe! Que que se quer ?

"- Vem jantar na casa da mamãe hoje! Itachi vai trazer a noiva dele"

- Não vou.

"- Sasuke Uchiha eu não estou te perguntando estou mandando!"

- Tenho outros compromissos, nem quero conhecer a nova iludida do meu irmão.

"- Sem desculpas."

- Eu tenho que sair com minha namorada!

"- Ótimo traga ela."

- Não vou levar ela pra conhecer minha "família feliz".

"- Às 19:30, aqui em casa."

A chamada foi encerrada.

- Merda! Pra que que eu inventei que tenho namorada? Onde vou arrumar uma namorada ... - olhou para o lado e viu a rosada - é isso!


Notas Finais


Nato foi isso!
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...