História ADOPTED girl - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Exibições 29
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


[N/A] : ATENÇÃO este cap. Contém um mini, não tão intenso, mas mesmo assim que para algumas pessoas pode ser absurdo.  Só estou avisando, pq sei q tem aqueles q criticam sem q se roquem q é só uma história.
Além disso, se não der conta desta ''estreia'' aconcelho q pare, pois daqui pela frente as cenas serão mais chocantes e absurdas, ou seja,  PURO SEXO, PURO ABUSO E ESTUPRO!

Desde já obrigada.  😙

Capítulo 2 - 2


O casal deixaram a pequena aproveitando seu novo quarto, e foram encomendar o jantar, pizza. Após a chegada do mesmo Louis foi chamá-la, e ao adentrar no quarto teve que se controlar plenamente, Camila estava dormindo com sua chupeta, trajando apenas sua calsinha. O rapaz certamente não se controlou e foi chegando até se sentar ao seu lado na cama, e com suas mãos acariciou seus seios espostos, ele já estava duro. Tal ato fez a pequena despertar.

- Loloui? - ela o apelidou, e em seguida solto um pequeno gemido.

- Sim Mila? - o maior devolveu.

- Isso é bom... Hmm, continua... - Camila estava, em sua inocência amando a sensação.

Louis se aproveitando e sabendo que poderia demorar mais alguns minutos levou sua boca ao seio esquerdo da menina que intensificou o gemido pelo prazer sentido.

- Está gostando baby? - perguntou estasiado, e como resposta ela gemeu mais alto, assim chamando a atenção de Harry que estava pondo os pratos a mesa. O rapaz já sabendo do que se tratava resolveu não interromper seu parceiro. Já Louis, no quarto da garota terminava de se estasiar.

- Pronto baby, agora deixa eu colocar uma blusa em você para podermos comer - Camila se vestiu e quando seu Loloui ia saindo do quarto ela o chamou pedindo colo, coisa que ele não recusou, depois descendo as escadas.

- Demorou não é? - questionou Harry ao avistar seu parceiro com sua baby no colo.

- Estava resolvendo um pequeno problema - respondeu com um olhar sugestivo, coisa que o Harry já imaginava.

Os três se sentaram a mesa e Louis resolveu para aproveitar o momento e já impor suas regras ao seu novo "brinquedinho".

- Bom Camila, acho que você sabe que em todo lugar existem regras. E aqui não será diferente. - ela prestava total atenção nele - Espero que você as atenda, caso contrário haverá punições - Camila não gostava nenhum pouco de punições - Primero e mais importante, você deve me chamar de daddy...

- Mas não posso te chamar de Loloui? - ela o interrompeu com os olhos marejados.

- Claro que pode, mas só em raras exceções, eu prefiro daddy, então cumpra está regra. O Harry não precisa chamá-lo assim, pode chamá-lo de papai. A segunda regra, jamais me desobedeça, está me ouvindo! - ela assentiu em concordância - Terceiro, nunca comente com ninguém lá fora o que acontece aqui dentro está me ouvindo! - Louis a segurou pelos ombros e a olhou com intensidade nos olhos.

- Mas porque daddy? - ele apreciou o fato dela já tê-lo chamado tão rapido assim - Não consigo entender... Minha cebecinha não acompanha.

- Own minha princesa, elas não entenderiam o que vivemos aqui, e te tirariam de nos, você não quer isso quer?

- NÃO! - a pequena já se desmanchava em lágrimas - non quelo ficar sem meuns daddyyys - tamanho desespero que nem se importou com as palavras erradas, ao contrário do casal, que estava achando a cena excitante.

- Isso nunca vai acontecer baby - Harry se pronunciou, e resolveu se aproveitar mais da fragilidade da garota - Porque você não dorme com a gente hoje? Você vai se sentir menos sozinha.

- Eu quero! Vamos durmir colarinhos não vamos?

- Sem sombra de dúvidas - Louis falou pegando-a no colo, os três se dirigiam ao quarto do casal - Está calor essa noite bebê, o que acha de tirar a roupinha? - Camila apenas concordou com a cabeça, e Louis com a ajuda do marido retiraram a blusa e a calsinha da menina deixando-a completamente nua - Bem melhor...

- Mas e vocês? - ela perguntou questionariva - Não vão tirar? 

- Claro que sim Mila, seria injusto para todos sendo só você - respondeu Harry. Os rapazes também tiraram toda a roupa, ficando nus. Deitaram cada um de um lado abraçando sua baby.

- Você é tão gostosinha sabia disso? Tão perfeitinha, você teve sorte de vir morar conosco - Louis pirava com o corpo de sua pequena, e os gemidos soltadoa pela mesma não ajudavam muito. Ele passeava com suas mãos dos seios à sua intimidade que estava molhada, com Harry não era diferente.

- Da...ddy gos...to...so - Camila estava indo a loucura com estes pequenos toques - Mais rapido Lo... Daddy... - ela implorava para que Louis aumentasse a velocidade dos toques em sua intimidade, que prontamente fora atendida pelo mesmo.

- Ah baby... Como quero te foder - Harry batia punheta com a visão que tinha, estava quase gosando.

Já Louis gemia auto e em bom som nos ouvidos de sua garota, segundos depois ela goza, e os rapazes em seguida. Eles podem não tedo prenetrado-a, mas não muda o prazer que tiveram com sua pequena.

Em seguida dormiram abraçados, sendo Camila a que mais se enrroscava nos dois daddys. Para ela, aquela foi uma de suas melhores noites e não esperava para ter mais daquelas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...