História Adore u, but... - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, V
Tags Cute, Taekook, Vkook
Exibições 285
Palavras 1.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá! Como vocês estão? Bem?
De nada tá? Amo vocês, boa leitura.

Capítulo 35 - I really like you.


-Você vem em casa hoje? –Perguntei.

-Sua mãe tá ai? –O garoto perguntou meio sem jeito

-Não, porque Jungkookie? –Falei me deitando no sofá da sala com o copo de refrigerante na mão.

-Onde ela foi?

-Não sei, ela só deixou um recado dizendo que tinha saído e que voltaria tarde. –Falei desinteressado. –Você vem ou não?

-Vou, amor. –Respondeu baixo. Sorri de orelha a orelha. –Vou sair daqui a pouco de casa. –Falou e eu pude notar o sorriso na voz dele.

-Vou ficar te esperando, nesse sábado tão entediante! –Falei brincalhão.

-Tchau. –Ele falou rindo.

-Tchau, até daqui a pouco. –Sorri largo.

-Até.

Ligação encerrada.

Já faz quase um mês que eu e Jungkook estamos juntos. Quase um mês... Lembro como se fosse ontem o modo como nos conhecemos. Lembro-me fielmente daquele soco que eu ganhei na boca do estomago daquele pirralho, das briguinhas e de como tudo começou a mudar dentro de mim em relação a ele. Como meu coração começou a bater forte por aquele moreno emburrado que dizia não gostar de nada nem de ninguém. Já faz um mês, e eu continuo a agradecer por esse projeto bobo que nosso diretor resolveu nos colocar juntos.

Ouvi a campainha tocar e me levantei, ajeitando meu cabelo e indo até a porta. Assim que abri vi Jungkook enfrente a porta com uma sacola e um sorriso doce na minha direção. Dei espaço para o garoto e fechei a porta, beijando-o rapidamente e o arrastando até o sofá.

-Oque você trouxe? –Perguntei curioso vendo o moreno por a sacola na mesa.

-Bolo. –Ele disse desempacotando o doce.

-Jura?! –Ele apenas riu assentindo.

-Pega dois pratos e talheres? –Concordei apressado e fui até a cozinha.

-Bolo de que? –Perguntei me sentando no sofá novamente e colocando os pratos na mesa.

-Seu favorito, floresta negra. –Sorri beijando o rosto do garoto.

-Obrigado por trazer príncipe, eu estava com vontade! –Ele sorriu concordando e colocou um pedaço em cada prato.

-De nada, sabia que você estava com vontade. –Falou se apoiando no sofá e pegando o bolo.

Como o bolo junto ao garoto enquanto assistíamos um desenho que passava na teve e conversávamos sobre os filmes que iam sair. Deixo meu prato sobre a mesa de centro junto ao do moreno e ergo o braço dele, me aconchegando ao peito do mais novo e abraçando sua cintura.

-Quer ver outra coisa? –Ele perguntou sem tirar os olhos do desenho, me abraçando de volta.

-Não. –Falei simples, fechando os olhos.

-Certeza? –Assenti.

-To com sono. –Murmurei infantilmente.

-Quer deitar? –Assenti sorrindo quadrado para o garoto.

O moreno se levantou me puxando para fazer o mesmo e então ajeitou as almofadas, deitando primeiro no sofá e em seguida me puxando para deitar de frente com ele. Me ajeitei deitando no peito de Jungkook e o abraçando. Senti os lábios do garoto beijando o topo da minha cabeça e fechei os olhos, aproveitando o carinho que moreno fazia no meu braço.

-Obrigado por vir ficar comigo. –Murmurei abraçando o garoto.

-Não precisa agradecer. –Assenti. –Agora dorme.

Não demorou até que eu pegasse no sono.

-Tá, obrigada. –Acordei com a voz feminina mais conhecida por mim e abri os olhos dando de cara com Jungkook adormecido.

Respirei fundo e cocei os olhos sorrindo doce e me remexendo para tentar sair dos braços do garoto, acabou que só consegui acordar o moreno. Nossos olhares se cruzaram e sem pensar muito o moreno me deu um selinho rápido, encostando nossos narizes e rindo baixinho.

-Desculpa, eu acordei vocês?

Jungkook e eu nos separamos rapidamente, oque me fez acabar no chão. Olhei para trás vendo minha mãe apoiada no batente da porta da cozinha e me sentei no chão, sorrindo amarelo para mais velha. Jungkook se sentou no sofá e me olhou perdido. Nunca tinha visto o garoto tão vermelho na minha vida.

-Oi mãe... –Falei me levantando. –Achei que você fosse demorar mais para chegar. –ela negou beijando minha testa.

-Cheguei um pouco mais cedo que o esperado. –Ela disse andando até o sofá e sentando ao lado de Jungkook. –Oi para você também querido. –Ela disse alisando os cabelos do moreno.

-Oi senhora Kim. –Falou baixo.

-Mãe, sobre nós dois... –Ela riu e olhou meus olhos.

-Vocês estão juntos, eu percebi. –Ela disse batendo a mão no assento vazio ao seu lado no sofá. –Senta aqui. –Sentei no lugar e ela pegou minha mão e a de Jungkook, colocando uma sobre a outra. Entrelacei meus dedos aos do garoto e ele fitou o chão com vergonha. –Eu apoio e desejo toda felicidade do mundo para vocês. –Ela colocou a mão sobre a nossa e sorriu. –Espero que você cuide do Taehyung, Jungkook. –O moreno assentiu. –Assim como eu espero que você, Taehyung, cuide bem do Jungkook. –Assenti. –Eu amo vocês, crianças. –Sorri abraçando a mais velha.

-Obrigado mãe.

-Obrigado senhora Kim. –Jungkook sussurrou, recebendo um abraço apertado da mais velha.

-Que tal um abraço em família? –A mulher disse me puxando para o abraço junto a Jungkook. –Seja bem vindo a família Jeon Jungkook. –Ela se solta e se levanta. –Vou no mercado comprar umas coisas, querem algo? –Neguei junto a Jungkook. –Já volto.

Assim que a mulher saiu Jungkook se jogou no sofá, enfiando a cabeça na almofaça e dando um grito. Comecei a gargalhar do garoto e coloquei minhas mãos sobre as costas dele, mordendo de fraco o lugar e rindo mais um pouco do menino.

-Para com isso, nem foi tão ruim. –Ele sentou novamente e olhou meus olhos. Estava roxo de vergonha.

-Não foi ruim, mas foi uma surpresa! –Disse fazendo biquinho e deitando a cabeça no meu colo. –Bom, mas pelo menos assim é menos uma pessoa para contar sobre nós. –Concordei.

-Agora só falta sua família. –Ele suspirou. –Claro, não precisa ser agora e... –Jungkook me interrompeu.

-Tudo bem amor. –Sorriu. –Você está certo, só falta minha família, e quanto antes isso acontecer, melhor. –Ele sentou me dando um selinho e me abraçando. –Vou pensar em algo para te apresentar a minha família.

-Jungkook, eles já me conhecem. –Falei rindo.

-Te apresentar corretamente, como meu namorado. –Sorri.

-Você vai pensar em algo. –Beijei a testa do mais novo e voltei a deitar com ele nos meus braços. –Desculpa por não ter feito nada especial para te assumir para minha mãe. –Ele começou a rir.

-Tudo bem, foi ela quem nos pegou de surpresa... –Acariciei os cabelos escuros do garoto e o ouvi suspirar. –Taehyung... –Chamou.

-Diz Jungkookie.

-Eu tenho certeza do que eu sinto por você agora. –Ele me apertou mais em seus braços. –E eu tenho certeza que não é uma confusão, eu realmente gosto de você.


Notas Finais


Gostaram? Comentem.
Só para ser fofinho e para vocês entenderem que a mãe do Tae agora sabe deles. Tchau! AUSH


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...