História Adotada - Incesto Lay - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Exo, Incesto, Lay
Visualizações 491
Palavras 636
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Coma


Fanfic / Fanfiction Adotada - Incesto Lay - Capítulo 20 - Coma

Fui em direção ao hospital rapidamente, não consigo para de chorar, se acontecer alguma coisa com Lay eu não sei o que será de mim, não posso viver sem ele. Lay me feriu muito mais eu o amo demais. 

Lay não pode me deixar, não pode fazer isso comigo, preciso dele nem que seja longe de mim. 

Appa e omma chegaram rapidamente no hospital e ficamos esperando notícias de Lay por mais de duas horas. Estávamos ja ficando ainda mais aflitos com um médico veio falar conosco.

 

- Responsáveis do Zhang Yixing?

- Samos nós. - disse appa pegando na mão de minha omma. 

- Bom o filho de vocês, certo? – assentiram - Ele teve alguns ferimentos em sua cabeça e coluna, bom fizemos exames e estamos esperando os resultados. Acredito que não seja algo tão grave assim mais como o filho de vocês chegou aqui bem mau tivemos que coloca-lo em “coma”. - quando do ele disse isso meu mundo caiu, comecei a chorar de nervoso e minha omma me abraçou. - Bom agora tiramos ele desse “coma” e precisamos esperar até que ele acorde, bom pode ser hoje ou amanhã ou pode demorar até uma semana, precisamos esperar. - nisso omma e eu e já estávamos chorando e appa nos consolando. - Sinto muito! Se quiserem pode ir vê-lo

 

Fomos em direção do quarto de Lay, meu menino estava deitado com agulhas por seu braços e estava pálido. Meu coração apertou e acabei chorando, pedi para dormir com ele mais omma e appa disseram que era melhor não, fiquei insistindo até que eles disseram que seria só essa vez, assenti e me despedi deles.

Sentei ao lado de meu menino e fiquei olhando para ele, Lay é meu Porto Seguro e sem ele eu não sou ninguém, preciso dele, preciso tanto dele .

 

- Amor, por favor acorde. - digo chorando. - Estou sentindo sua falta, preciso de você. Sabe Lay mesmo Você tendo me usado eu não consigo ter ódio de você. - segurei em suas mãos. - Ao contrário, Lay eu te amo tanto, não quero te perder, preciso de você mesmo que esteja  longe de mim. Nesses dias eu senti sua falta, senti falta da sua compania, beijos, tudo meu amor. Por favor acorde. - dou um selinho no mesmo. -  Amor, volte para mim.

 

Deitei minha cabeça bem perto de Lay, as vezes eu queria acreditar que ele não brincou comigo, que ele me amava de verdade, mais eu li o que ele disse para Lisa. Posso estar sendo boba mais não consigo odiá-lo.

No dia seguinte nossos pais voltaram para o hospital e o médico disse que os exames de Lay apontou que não foi nada grave e que ele pode acordar á qualquer momento. Queria muito ficar ao seu lado mais nossos pais mandaram eu volta para casa. Cheguei em casa e tomei um banho bem relaxante, peguei uma blusa de Lay para vestir e deitei em sua cama, queria matar minha saudade do seu cheiro, das nossas noites juntos. Fui mexer em meu celular quando recebo uma mensagem de um número anônimo.

 

Desconhecido: Quase que seu querido irmãozinho morreu, se ele tivesse morrido você seria a culpada! 

Quando li aquilo fiquei espantada, quem me mandaria Lago assim? 

Desconhecido: fiquei sabendo que anda cometendo incesto, que coisa feia. 

Será que era lisa? MAis como ela teria meu celular?

- Lisa eu sei que é você! - respondo.

Desconhecido: você é realmente engraçada bastardinha! Está enganada querida (S/N) Não sou a Lisa, sou outra pessoa que conhece muito bem você é sua família.

 

Droga, primeiro foi a Lisa agora essa outra pessoa. Tal isso tudo seja um sinal que eu e Lay não deveríamos tentar mais nada, talvez eu deveria da uma chance para Chen, mesmo não o amando.


Notas Finais


Desculpem pelos erros ❤❤❤
Será que Lay vai acordar rápido ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...