História Adventure Of a Lifetime - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Hailey Baldwin, Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Gangster, Hailey Baldwin, Jailey, Jelena, Justin Bieber, Melhores Fanfics, Revelaçoes, Romance, Selena Gomez
Exibições 32
Palavras 2.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olaaaa benzinhos! Espero que gostem!

Boa leitura!❤

Capítulo 12 - Chapter 11


Fanfic / Fanfiction Adventure Of a Lifetime - Capítulo 12 - Chapter 11

Quarta-feira, 02.02.16, 2:59 P.M

(P.O.V Justin)

          — Nessa hora, nós estaríamos felizes da vida com nosso dinheiro contado em mãos! Filhas de uma puta! —reclamei descendo as escadas e me joguei no sofá.

          — Justin... Vamos tentar esquecer essa história, pensa na próxima que vamos fazer. E se liga, Alfredo vai vir que horas? —Chris falou.

          — Vou tentar. Ele me disse que saiu de Hollywood quase agora com Cody e sua namorada. Deve chegar daqui a pouco.

           — Vou falar pros empregados já prepararem dois quartos. —Ryan falou e saiu da sala.

           — E Selena? —Chaz perguntou olhando pra mim.

            — Estamos na mesma. Quase namorando. Mas na mesma. —expliquei sem muita importância.

           — Olha só Bieber! Te falei que aquela "paixaozinha" pela Hailey era só a cachaça fazendo efeito. Normal. —Chaz falou com um sorriso na cara.

           — É ne... —murmurei.

      Desde quando saímos da casa da Hailey, era difícil não pensar nela. Não podia falar sobre isso com Chaz por quê ele iria me zoar. Não podia com Ryan por que ele ficou com ela. Não podia com Chris por que ele é irmão da Caitlin, que pode falar pra Hails. Então estava tirando minhas próprias conclusões disso sozinho. Eu e Selena estamos bem. Ela mudou muito, não sei o que aconteceu, mas ela mudou pra melhor. Ela me impressiona cada vez mais. Ela é uma mulher incrível. Cada saída que dou com ela, ela é bem divertida, carinhosa... Nos divertimos muito esses últimos dias. Está diferente da última vez que nós estávamos namorando. Acho que SE, TALVEZ, eu pedir ela em namoro, dessa vez vai ser melhor.
      Alfredo, virá pra cá pra nos ajudar com o transporte de drogas e armamentos que virá de Hollywood. E está trazendo Cody e a namorada, que também será uma ótima ajuda. A namorada de Cody é demais. Ela é rude, forte, divertida e se compromete com qualquer trabalho. Vai nos ajudar bastante também.

(...05:30P.M)

          — Alfredo Flores! —exclamei num tom brincalhão indo pro jardim e vendo Alfredo com um mala na mão.

          — Eaí JB! Como anda? —ele chegou até mim e me deu um toque com a mão.

          — Cody e Alice! Quanto tempo, não? —cumprimentei os mesmos.

          — Bieber educado? Faz tanto tempo assim que não nos vimos? —Alice falou.

          — Só tava querendo causar boa impressão, porra. Vocês chegaram agora ne... Vai que... Mas e aí caralho, vocês ainda estão juntos? Incrível isso. —falei.

           — E o Bieber de antes, está de volta. —Cody anunciou e nós rimos.

(...)

      Depois que eles entraram, falaram com os meninos, tomaram banho, e blá blá blá, Alfredo decidiu dar uma volta em Angeles, segundo ele: “saudades dessa cidade”, e então ficamos por aqui mesmo.

(P.O.V Hailey)

      Depois que as meninas acordaram, lá pras uma hora da tarde, nós assistimos um filme e conversamos, coisa que não fazíamos a tempo, e depois eu e Cait resolvemos dar uma passeada.
      Antes, eu subi pro meu quarto e troquei de roupa, lógico. Optei por um vestido preto com listras brancas e calcei um tênis branco da adidas, soltei meu cabelo e desci, fiquei esperando por Caitlin. Ela usava uma calça jeans meio rasgada e um moletom branco. Estava fazendo frio hoje em Angeles. Mas eu nem liguei, qualquer coisa comprava um casaco na rua ou sei lá. Peguei meu celular minha arma e dinheiro e coloquei tudo dentro da bolsa de Caitlin, por quê eu odeio sair com bolsa e fomos pro estacionamento, chegando lá entramos na minha lamborghini preta. Eu entrei no banco do motorista e Caitlin ao meu lado, e saímos arrancando de lá.
          — Quer ir primeiro aonde? —perguntei.

          — Tô afim de tomar um milkshake, bora em uma sorveteria.

          — Acho que é meu celular que tá tocando vê aí. —falei em relação à música que vinha da bolsa de Cait.

          — Alô!? —Caitlin atendeu a ligação— Ah, oi, não é a Hailey, sou eu Cait... Por mim, tá de boa, topo. Agora... A Hailey, eu não sei... Vou ligar pras meninas... Tá, tá bom. Beijo maninho, te amo —ela desligou a chamada e colocou meu celular na bolsa.

           — Chris? Ele queria o quê? —perguntei.

          — Lembra do Cody? —ela fez outra pergunta à cima da minha.

          — Aquele... de Hollywood, namorado da Alice? Lembro. O que quê tem ele?

          — Então, ele chegou na mansão dos garotos com ela e mais um garoto lá...

          — Caitlin. —a interrompi— você ainda não respondeu o que Chris queria.

         — Então! Eu tô chegando nessa parte, calma. —ela continuou— aí eles estavam com uma ideia de chamar a gente pra ir pro cinema amanhã. Lucy e Anna também... Sabe? Tipo... uma saída com eles como os garotos faziam antes. E os meninos insistiram em nos chamar. E aí?

          — Iiih, não sei não. Justin vai estar lá... E cabeças vão rolar ein. —falei.

          — Hailey! Seja amigável uma vez na vida! Qual é! Estou com saudades de Cody e Alice. Por mim! Eu não vou se você não for! —ela implorou.

          — Porra! Tá, tá bom eu vou! Mas você vai ficar me devendo uma!

           — Aee caraaaaalho! Te amo amiga. —ela pegou o celular e ligou pras meninas enquanto eu estacionava o carro perto da sorveteria.

          — E aí? Elas vão? —perguntei me sentando em uma mesa assim como ela.

          — Sim, desde quando Anna e Lucy negam alguma coisa que tenha role no meio.

          — Vai querer o quê?

          — Um milkshake de morango. —ela falou olhando pro seu celular e eu fui até a mesa do atendente.

          — Já sabe o que vai querer? —ele perguntou olhando nos meus olhos e mordendo os lábios.

          — Sim, um milkshake de morango e outro de Nutella com leite ninho por favor. —pedi e ele anotou no bloquinho.

           — Claro, linda. —revirei os olhos e voltei à mesa.

          — Que cara ridículo! —reclamei me sentando e Caitlin deu uma risada.

           — Ai eu to com fome, depois vamos no MC Donald's o.k? —Cait falou e eu assenti com a cabeça. Olhei por trás dela e vi o cara olhando por milkshake que estavam na mesa.

           — Ah, agora você vai lá. —mandei.

            — Tá! —ela deixou o celular na mesa e foi buscar— Leite ninho com Nutella de novo? —ela perguntou se sentando e me entregando o meu milkshake.

            — Claro, nunca me canso!

           — Essa mistura é nojenta. —ela reclamou tomando o seu.

           — Nojenta seu cu! Esse leite ninho em pó maravilhoso em cima dessa Nutella com chocolate deliciosa, aaah eu como eu amo. —falei saboreando.

           — Ainda acho nojento. —revirei os olhos.

(...)

       Depois de tanta conversa, e quando terminamos de tomar o milkshake, Caitlin foi jogar os potes do lixo e eu sai adiantada e fui ligar o carro. Quando estava saindo de dentro da sorveteria esbarrei em um garoto, tenho que admitir, foi culpa minha eu tava viajando na cor do meu esmalte enquanto ia até o carro.

          — Me desculpe! —falamos em um uníssono e eu sorri com aquilo.

          — Desculpa. —falei.

           — Não precisa se desculpar de nada, foi eu que... Tava viajando olhando minha carteira. Descobri que esqueci meu dinheiro em casa, complicado. —ele falou e eu ri.

           — Trágico. —falei sorrindo.

           — Você tem um sorriso lindo. Como se chama? —ele falou e eu sorri de novo com aquilo.

           — Obrigada, meu nome é Hailey. Hailey Baldwin. E você? —realmente estava curiosa em saber seu nome.

          — Alfredo. Alfredo Flores. —ele disse— meio feio, eu sei, mas eu gosto. —ele falou rindo.

          — Eu amei. —falei sorrindo.

          — Uooou, quem é? —Caitlin chegou cortando todo o clima.

           — Cait, esse é Alfredo. —apresentei.

           — Prazer Alfredo. Nome legal. Eu gostei. E o sobrenome? —ela falou e eu revirei os olhos.

           — Prazer só na cama, Cait. Satisfação! Flores. Alfredo Flores.

           — Flores. Mais bonito ainda seu sobrenome.

           — Caitlin, quer parar!? Jesus... —reclamei colocando a mão na testa.

           — Deixa ela Hailey... —Alfredo falou rindo— ela é engraçada.

           — Gostei de você Alfredo. Seria um ótimo cunhadinho pra mim ein! —ela bateu no meu ombro e em seguida no dele— Me passa seu número, pra marcar uns role aí.

          — Caitlin! —a repreendi— Palhaça! Olha que eu te deixo aí e vou embora ein. —liguei o carro de longe com a chave em mãos.

          — Aquela lamborghini é sua!? —Afredo falou extasiado.

          — Sim, minha bebe. —falei sorrindo olhando pro meu carrinho lindo.

           — Porra... É incrível esse carro. —ele falou ainda olhando a lambo.

          — Isso por que você não viu nosso estacionamento não é Cait? —falei.

           — Espero um dia ver. E vocês tem que ver também os meus. —ele falou— agora... Preciso ir. —ele entregou um papelzinho à Caitlin, como ela não pegou por que estava olhando pro céu, ele me deu.

           — Bom, Alfredo, foi um prazer, quer dizer, satisfatório te conhecer. —falei sorrindo e Cait assentiu com a cabeça

           — Digo o mesmo pra vocês, Hailey. Qualquer coisa, em o quê precisar, só me ligar. Até mais. —ela falou e seguiu pro nosso lado oposto.

          — Vamos Caitlin. —então seguimos pro MC.

(...5:58 P.M..)

      Lá no MC Donald's, Caitlin não parava de falar em Alfredo e o quanto ela shippa a gente. Não parava de falar que tinha que chamar ele pra um role, que era pra gente se falar mais, que ele é melhor que Justin e etc. Em falar nisso, ela tem um pouco de razão. Alfredo é super diferente de Justin. Ele é legal, engraçado, super gente boa. Totalmente o contrário do Justin. Tirei minhas coisas da bolsa de Caitlin e fui pro meu quarto. Peguei meu celular e me deitei na cama. Logo, vi que Chris tinha criado um grupo no whatsapp a poucos minutos.

"Cinema amanhã ”


Justin: Não tô acreditando que você fez um grupo sobre isso.

Chaz: que ridículo cara.

Chris: Cale os dedos vocês aí.

Justin: Me obrigue

Chris: Obrigando.

Caitlin: No laço de irmandade, sempre tem um que sai mais besta né?

Hailey: Concordo.

Chris: Olha quem apareceu.

Lucy: Nossa Chris.

Chris: PORRA VEI, VÃO SE FODER VCS.

Justin: Já me fodi muito nessa vida, não quero mais, obgd.

Hailey: Quero Nutella.

Ryan: Dando o cuzinho sempre né Justin.

Hailey: Mas tô com preguiça de pegar. Scr, Caitlin pega lá.

Caitlin: Eu não, pega vc.

Justin: Cala os dedos Ryan.

Ryan: Me obrigue.

Cody: COFOI BAGAÇAAAAAAAAA, CHEGUEI NESSA PORRA

Chaz: Qual é Cody

      Depois disso o celular descarregou. Me levantei, peguei o carregador na gaveta e coloquei meu celular pra carregar. Fui até o closet, tirei o tênis e guardei o mesmo e depois peguei um short simples e uma regata, vesti e deixei o vestido que usava antes na cama mesmo. E desci pra cozinha.

          — Eu vou começar a contratar criada pra me servir, por que sinceramente ein... —falei sozinha abrindo o armário e peguei uma Nutella.

       Abri a gaveta e peguei uma colher. Fui pra sala de estar, me deitei no sofá e comecei a comer a Nutella.

(...)

          — Você vai amanhã mesmo ne? —Caitlin adentrou a sala de cinema e se sentou ao meu lado.

          — Acho que sim... Se eu estiver com vontade, quem sabe..

          — Aaaah Hails, qual é! Vamos! Vai ser legal, poxa! Se quiser, chama o senhor Flores pra ir também.

          — Senhor Flores!? —perguntei incrédula.

          — Sim. O Alfredo. O garoto de hoje mais cedo. Chama ele.

          — Pra que!? Ninguém conhece ele! E Alfredo vai ficar sobrando lá, sem saber o que falar. —expliquei, imaginando a cena.

          — Então! É melhor ainda. Ele conhecer novas pessoas... Vai ser bom pra ele! Toma. —ela me entregou o meu celular— Liga pra ele. —mandou.

          — Olha Caitlin... Eu vou ligar! Mas sem gracinhas! —tirei a capinha do celular e peguei um papel pequeno, disquei o número que havia nele e logo no primeiro toque, Alfredo atendeu.

          — Alô!? —ele disse no outro lado da linha.

          — Ah... Oi... An... É a Hailey. A garota de hoje mais cedo, desculpa ligar essa hora.. —vi o horário no celular. Meu deus! 11:47 da noite!

          — Não tem problema, Hailey! Lembro de você. Tudo bom? —falou entre risinhos.

          — Tudo sim, e com você!?

          — Estou ótimo.

          — Enfim.. Vai rolar uma saída com uns amigos meus amanhã, pela tarde, você topa? —convidei.

          — Ah Hailey... Eu gostaria muito... Mas é que eu acabei de chegar aqui em Angeles, e amanhã eu marquei de sair, também com uns amigos... Me desculpe. Pode ser na próxima? —ele explicou.

           — Pode. Claro. Tudo bem.

           — Queria muito ir. Espero que entenda. É que acaei de chegar... E...

           — Não. Tudo bem, mesmo Alfredo. Na próxima te chamo novamente.

(...)

          — Já deve ser umas três horas, Hails... Vou falar a verdade, já estou ficando com sono.. —Alfredo bocejou e em seguida deu uma risadinha.

          — Eu também, Fredo. Meus olhos estão pesando.

          — O que acha de irmos dormir? —ele perguntou.

          — Ah eu aceito! Aceito, aceito, aceito. —concordei.

           — Tudo bem, anjo. Vá dormir, eu também vou. Até amanhã, não esqueça de me ligar. Dorme bem. —ela falou.

          — Esqueço não. Durma bem. Boa noite. —e depois eu desliguei a chamada e o celular.

      No começo eu fiquei pensando que ele não queria mesmo sair comigo. Mas depois de toda nossa conversa, acho que não. Alfredo é muitoooo legal. Muito gente boa, engraçado... um amor de pessoa! Gostei muito de conversar com ele. Nós estávamos querendo madrugar, mas, não deu. Amanhã, assim que eu chegar do cinema com Caitlin, vou ligar pra ele. Estou vendo que essa amizade vai ir longe.


Notas Finais


Helloooooooooooo amores! Espero que tenham gostado! Obrigada por lerem e me desculpem a demora e qualquer coisa aí! ❤ até o próximo cap!❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...