História Adventure Of Life - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Andrew Lincoln, Chandler Riggs, Jeffrey Dean Morgan, Norman Reedus, The Walking Dead
Personagens Norman Reedus, Personagens Originais
Tags Aventura, Norman Reedus, Romance
Exibições 50
Palavras 528
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Adiantei o capítulo!

Capítulo 3 - Mudança


Fanfic / Fanfiction Adventure Of Life - Capítulo 3 - Mudança

 

 

      Depois da surpresa que Julie preparou pra mim, eu me senti amada, naquele momento me vi rodeada de pessoas que queriam a minha felicidade e que me apoiavam nas minhas decisões. Fui pro meu quarto pra começar a descer minhas malas com a ajuda da Julie que ia com meus pais me levar pro aeroporto. Sem eu perceber Julie colocou uma carta dentro de uma de minhas malas. 

    

             — Que cara é essa? Tá assustada? — disse observando o rosto de espanto de Julie. 

             — Nada ué! — disse. 

             — Hmm.. — respondi

 

      Terminamos de descer todas as malas e logo colocamos no carro. Só ficou comigo a bolsa que levaria na mão, onde estavam meus documentos, minha carteira e o contrato de aluguel do meu apartamento. Quando entro no carro e olho pro celular naquele ansiedade de ver quanto tempo faltava pro meu embarque. 

      Assim que cheguei no aeroporto fiz todos os procedimentos possíveis e finalmente consegui me acalmar. 

 

           — Viram? Não me atrasei e vou consegui me despedir de vocês com calma. — disse 

           — Ainda bem filha, vou sentir tantas saudades de você! — minha mãe diz. 

           — Vem cá minha pequena! — Diz meu pai me puxando pra um abraço apertado. 

 

       E eu vi que Julie estava registrando aquele momento, agradeci em pensamento e precisava lembrar de pedir essa foto pra ela. Quando abracei Julie escuto bem baixinho

 

          — Volta algum dia pra gente, pequena! 

          — Eu vou voltar pra te levar comigo! — digo à ela

          —  Lógico, nem precisa falar!

 

        Logo depois de toda a despedida escuto uma voz anunciando a última chamada do meu voo. Abracei novamente meus pais e a Julie embarquei. Eu tinha ideia do quanto aquele voo ia demorar e fui bem equipada pra isso. Levei meu celular com todos os cd's do John Mayer, livros, meu bom e velho computador e muito sono também. Eu passei quase uma semana sem dormir direito só pensando nessa viagem. 

         Era o meu primeiro voo, estava sozinha e fazendo muitos planos pra minha vida. Eu só conseguia pensar numa forma de ganhar algum dinheiro lá, em como ia me sustentar. Apesar de não precisar me preocupar com isso pois meus pais poderiam me ajudar. Mas, eu não queria ajuda, precisava ser livre. E não, eu não era infeliz vivendo com a minha família. Eu tenho 20 anos e a minha vida começa aqui, eu preciso me arriscar. 

          Depois de algum tempo dentro do avião descubro que tem algumas séries pra assistir e sim, The Walking Dead estava lá em primeiro lugar. Decido assistir, só assim o tempo passaria mais rápido. Eu dormi no meio de algum episódio e quando acordei faltavam poucos minutos para pousar. Saí do avião e fui logo pegar minhas malas e logo depois procurar uma loja para comprar um chip pro meu celular. 
Estava com minha mala e o chip no celular quando finalmente consigo me sentar dentro daquele aeroporto. Definitivamente escolhi um dia péssimo para estar ali. O aeroporto estava completamente lotado e eu precisava descobrir o que estava acontecendo ali. Peguei meu inseparável moletom preto pra espantar o frio de Nova York, segurei minhas malas e eu quase caí sentada quando vi uma multidão gritar desesperada... O que poderia ser aquilo? 

 


Notas Finais


Não deixem de comentar! Preciso saber se estão gostando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...