História Adventure Time: Adventure in the Future - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~PPBBlack

Postado
Categorias Hora de Aventura
Visualizações 18
Palavras 3.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Iai pessoal, aqui é Val_Nosferatu, com mais uma fic deliciosa, feita juntamente com o meu colega... PPBBlack... Então, espero que curtam a fic e comentem, eu vou adorar

Capítulo 1 - O Começo


TERRA – EUROPA – ITALIA - CATÂNIA

 

Dois jovens andavam pelas ruas da cidade de Catânia, dentro de um Chevrolet preto, indo em direção a uma parte afastada da cidade. No banco do motorista, se encontrava o primeiro jovem, ele tinha cabelos pretos e olhos castanhos, brincos na orelha direita e pele parda e no banco do carona se encontrava a segunda jovem, era uma garota de cabelos loiros que caiam até um pouco acima da cintura, olhos azuis e pele clara.

- Hmmm!!! Tô tão ansiosa por chegarmos Valy!!! - Falou a loira, chamando o garoto pelo apelido que ela inventou -

- Eu não, já fui na casa do meu padrinho varias vezes, e eu lhe digo... Ela me da arrepios, mas é a minha única opção, e também ela é próxima da faculdade então eu não ter nenhum problema com atraso - Falou o garoto -

- E assim posso te visitar bem mais fácil que antes! - Gritou a garota, abraçando o moreno e depois separando o abraço para olhar ao redor pela janela, bem animada -

Os dois jovens continuam a dirigir entrando em uma grande floresta com arvores que pareciam muito antigas.

- Eu sempre me perdia muito aqui durante a minha infância - Falou o garoto olhando para as arvores -

- Parece aqueles filmes que davam naquele programa brasileiro... acho que é Sessão da Tarde né? Onde os jovens vão para a floresta e eles acabam formando uma seita macabra e sacrificando alguém, tá igualzinho! - Falou a loira como se fosse a coisa mais calma de se dizer a uma pessoa naquela situação -

- As vezes você me assusta - Falou o garoto olhando para a sua amiga e depois olhando para a estrada e logo depois parando - Bom... Chegamos - Ele falou estando de frente a uma grande mansão -

A mansão era bem grande, tendo três andares e uma grande área na frente onde tinha um jardim cheio de rosas. As paredes eram todas brancas, mas pareciam bem descascadas por causa da ação do tempo.

- Nossa! É tão linda!!! Ei! Se você não quiser a mansão eu posso ficar aqui de boa vontade! - Falou a garota, esperançosa de poder ficar com a mansão para si -

- Pode esperar sentada - Falou o garoto saindo do carro junto com a loira e indo até o porta-malas e o abrindo - Vem me ajudar com as malas aqui - Ele falou pegando uma mochila -

- Ué? A mansão nem é minha e eu vou ter de ajudar?  -Perguntou a garota, com um ar esnobe para o moreno que a olhou com desdém, mas logo deu um sorriso maroto e pegou duas malas pesadas ao mesmo tempo e levou para dentro da mansão - Só estou brincando! -

- Eu sei, pois você sabe que se você não ajudasse você ia voltar pra casa andando... - Ele falou colocando a mochila nas costas e pegando duas malas e depois fechando o porta malas e o carro -

- Ahhhh... você é tão mau... -Ela falou, fazendo cara de choro falso para tentar fazer o garoto ter alguma pensa dela -

- Nem adianta chorar que eu não caio nessa - Ele falou andando até a porta da mansão levando as malas -

- Você é um idiota isso sim... - Falou a loira com uma cara de birra e chegando até o moreno e dando um pequeno toque para ver se ele caía no chão por desequilibro, mas sem sucesso -

- Baixinha - Ele falou segurando a risada pela tentativa da loira de o derrubar -

- Grandão... pera... isso não é um insulto... ahhhh... - Ela falou, dando um chute na porta da mansão, que, pela porta estar bem velha, cedeu ao chute e se abriu como se a garota tivesse algum tipo de super força. - Uou... eu sou uma Mulher-Maravilha Junior!!! -

- Na verdade a porta que já estava bem fudida mesmo - Falou o garoto olhando para as dobradiças da porta que estavam destruídas e enferrujadas -

- Não! Aquilo fui eu agora com o meu chute poderoso!!!! E é melhor não falar nada se não eu te dou o meu chute no seu saco! - Gritou a garota, animada e logo em seguida emburrada e indo para dentro da mansão com as malas -

Os dois entraram na mansão e viram um grande salão com vários corredores que pareciam levar a varias partes da casa e no meio uma escada que levava ao segundo andar.

- O meu quarto é no segundo andar - Falou o garoto indo até as escadas e subindo com um pouco de dificuldade por causa das malas pesadas, mas nada que ele não daria conta. - Ta tudo bem ai em baixo Megi? - Ele perguntou em deboche vendo que a loira subindo as escada com extrema dificuldade por causa das malas pesadas -

- S-s-sim... você que parece cansado... vai descansar e deixa a mulher de verdade tratar disso!!! - Gritou a garota, subindo rapidamente a escada até um degrau a mais que o garoto e, nesse degrau, ficando praticamente impossível de subir mais... -Ai, ai, ai, ai, ai... -

O garoto revira os olhos então sobe as escadas até o segundo andar, então deixa as malas ali e vai até Megan e pega as malas da mão dela e sobe as escadas de novo deixando as malas um do lado da outra.

- Eu ia conseguir! - Falou Megan, emburrada e subindo as escadas bem melhor agora sem os pesos... - Eu só tava... te dando um avanço... -

- Ta, eu acredito... - Falou Valdeir revirando os olhos e pegando as suas malas e saindo dali entrando em um corredor -

- Espera por mim!!! - Gritou a loira, correndo atrás de Valdeir -

- Não ta esquecendo alguma coisa? - Perguntou Valdeir olhando para Megan e depois para as duas malas, perto da escada -

- Epa! Vamo lá! -Falou, pegando as malas e avançando bem na frente de Valdeir o fazendo revirar os olhos e começando a seguir a garota que corria na sua frente -

- Ei, filhote de pigmeu, tu passou da porta do meu quarto - Falou Valdeir parando na frente da terceira porta daquele correndo enquanto olhava para a loira -

- Eita! Nem percebi... ei!!! Não me chama filhote de pigmeu, ou eu te dou um chute no saco! Pelo menos uso minha altura com vantagem... - Falou Megan, indo para perto de Valdeir com um olhar mortal para ele, indicando que não tava brincando -

- A mais fácil você morde a minha perna... - Ele falou rindo em deboche, então pegou um chave do bolso e colocando dentro da fechadura, e quando ele ia abrir a porta... - AHHH!!! - Ele gritou em dor - EU TAVA BRINCANDO, DIABO!!!! - Ele gritou vendo que Megan realmente havia mordido a sua perna -

- É para você aprender!!! - Falou Megan, largando a perna de Valdeir e dando de costas para ele –

Valdeir então revira os olhos e sorri macabro e pega Megan pelas pernas a deixando de cabeça pra baixo fazendo a sua saia levantar deixando a sua calcinha a mostra.

- É serio isso? - Ele perguntou segurando a risada - Estampa de gatinho? - Ele falou olhando para a calcinha da loira que tinha varias carinhas de gatos -

- Ora seu!!!! - Gritou, vermelha, mas não de vergonha e sim de raiva, fazendo movimentos com a perna de forma a balançar de uma forma que pôde chegar até o saco de Valdeir, dando um potente soco que fez o jovem cair no chão e largar a garota. - Eu falei que eu ia te dar uma no saco! -

- Pra que agredir? - Ele perguntou segurando o saco enquanto tinha uma feição de dor estampada na face -

- Da próxima você pensa duas vezes antes de levantar uma senhora pelas pernas! - Falou, se levantando e abrindo a porta do quarto e entrando nele, sem se importar com o amigo que estava no chão -

- E que senhora eu estou vendo aqui? Só estou vendo uma cria de pigmeu com sérios problemas de raiva - Ele falou se levantando do chão ainda com um pouco de dor -

- Você quer levar outro? - Ela Perguntou, levantando a mão com um olhar mortal -

- Não obrigado, um já esta de bom tamanho - Ele falou engolindo seco e suando frio –

- Bem.... vamos lá ver o seu quarto... -Falou, olhando ao redor do quarto de Valdeir -

O chão do quarto era coberto por azulejos cinzas e brancos enquanto as paredes eram pintadas de um cinza escuro com alguns papeis de paredes de algumas bandas de Rock, alguns animes e series também e o teto era todo branco com um ventilador de teto, no centro do quarto possuía uma cama de casal bem grande, do lado da cama tinha uma bancada de madeira com alguns livros, HQ’s e mangas empilhados lado a lado, em outro canto do quarto tinha um guarda roupa preto e branco com uma guitarra velha encostada do lado dele, no quarto também possuía uma bancada com uma TV de 60 polegadas com um PS2 acoplado nela com dois controles e uma pilha de jogos do lado dela.

- Caraca! Que quarto tão incrível!!! E a cama parece tão confortável!!! - Gritou, dando um salto para cima da cama e quicando várias vezes nela até parar. - Hahahaha! Isso aqui é sua própria BatCaverna!!! -

- Tá mais pra Fortaleza da Solidão... Eu me trancava aqui o dia todo... - Falou Valdeir sorrindo olhando para o quarto e então indo até a cama e se deitando nela - Esqueci como isso aqui era muito confortável - Ele falou se aconchegando na cama deitando a cabeça no travesseiro, mas ele sentiu uma coisa o incomodando e colocou a mão abaixo do travesseiro e tirou de dentro dele uma revista e logo quando viu o que era a revista, ele colocou abaixo do travesseiro -

- Que foi? Não me diga que guardou aí algum hentai, ou playboy... - Falou Megan com um olhar serrado para o garoto e levantando o punho para fazer algo que o garoto tinha até medo de sentir na pele... literalmente... -

- Não é nada disso... - Falou Valdeir suando frio -

- Então me mostra o que é... -

- Não... -

- Me mostra, ou eu te dou um soco no saco... – Ela falou fazendo Valdeir fechar as pernas protegendo o seu saco, e depois negar com a cabeça -

- Ok... - Então Megan sobe em cima de Valdeir, ficando sentada sobre o local onde ele estava protegendo com as pernas, e, quando o garoto pensou em algo pervertido, ele levou um soco na cara que deixou meio inchado a bochecha... - Me mostra, ou eu te dou um soco na cara... -

- Ok.... ja chega - Valdeir empurra Megan a fazendo deitar na cama, então ele se levanta e rapidamente segura os pulsos da loira e fica entre as pernas dela, fazendo os dois ficarem numa posição bem... Erótica –

- V-V-Valy! Eu tava brincando! Me solta! - Pediu, começando a se sentir quente e abanando as pernas violentamente.

- Hihihi... Por que diabos eu te soltaria? - Ele perguntou com um sorriso malicioso passando os lábios no pescoço da loira - Eu estava querendo sentir o seu corpo a um bom tempo - Ele falou num tom rouco e erótico dando uma mordida no lóbulo da orelha dela -

- N-não! Isso não! Me larga! Tô falando sério! - Ela gritou, tentando não gemer ao sentir a mordida de Valdeir no lóbulo de sua orelha -

- Hahahahahah!!!!! - Valdeir caiu na gargalhada saindo de cima da loira - Ai meu deus... Hahahahaha!!! Eu vou morrer de rir, você tinha que ver a sua cara... - Ele falou caindo na gargalhada -

- Ok... agora eu que digo que já chega... - Falou a garota, se levantando e indo para o outro lado da cama, se virando para Valdeir e balançando os braços 3 vezes e depois dando um salto em cima dele, com os pés bem apontados para o seu estomago, o acertando em cheio, o que fez o garoto cair da cama e Megan continuar nela, emburrada -

- Sua cria de pigmeu!!! - Ele falou se levantando passando a mão na barriga, então ele ver a revista que antes se encontrava abaixo do travesseiro, estava a mostra, então ele logo pula em cima da revista a escondendo -

- Me mostra essa revista agora seu tarado, egocêntrico, com nome de judeu velho!!! - Gritou, preparando um novo chute, estando de pé na cama.... - Te dou 3 segundos!!! – Ela falou e a primeira coisa que Valdeir fez, foi pegar a revista e sai correndo pra fora do quarto -

- VEM AQUI AGORA VALDEIR VIEIRA SALES DA SILVA!!!!!! - Gritou a loira do fundo de seu ser, assustando Valdeir que corria desesperado para não ser pego pela garota que, surpreendemente, já estava na sua cola, bem atrás de si -

- Como diabos você corre tão rápido tento essas pernas tão curtas?!!! - Ele perguntou correndo mais rápido conseguindo se afastar da loira -

- Fácil querido, tenho pernas curtas, mas sou pequena e bem mais magra que você, para além de um pouco mais atlética e, agora, pára de correr e me mostra essa revista antes que eu a arranque de você à força!!! - Ela gritou, já chegando perto do moreno novamente e preparando-se para saltar em cima dele e foi o que fez, porém acabou errando o alvo e bateu contra o dos móveis que era uma mesinha com um vaso em cima, o choque foi tão grande que a parede atrás do móvel se rasgou e abriu uma outra passagem... Valdeir travou para ir ajudar a amiga, que estava no chão com um pequeno alto na cabeça e viu a abertura que dava a um corredor bastante extenso para o andar de baixo, pelo menos parecia ser assim já que era a descer... -

- Mas que..... Uma passagem secreta? - Perguntou Valdeir olhando para o corredor antes escondido -

- Ai, ai... que dor... - Gemia de dor Megan, segurando o local que estava se sobressaltando por causa do choque... -

- Ah, Megan... Você esta bem? - Perguntou Valdeir indo até a loira demonstrando preocupação -

- Mais ou menos... dói um pouco a cabeça e... oh! Olha uma passagem secreta! - Gritou, indo de sofrida para animada e saltitando de animação vendo a passagem -

- Por que eu ainda me preocupo? - Ele perguntou suspirando pesado olhado para a loira -

- Porque você me adora... - Falou Megan com uma voz fofinha e fazendo posição de gatinho com patas levantadas e tudo mais. -

- Deve ser isso - Falou Valdeir começando a andar entrando no corredor -

- Ei! Espera por mim! - Falou Megan, seguindo Valdeir pelo corredor -

Os dois jovens começam a andar pelo corredor que mostrava se extremamente longo e a cada passo que os dois davam, a luz do túnel parecia sumir pouco a pouco.

- Típica cena de filme de terror - Falou Valdeir andando pela túnel logo a frente da Megan -

- Só falta o boneco assassino, ou o maluco da serra elétrica que tá show... - Falou Megan, fazendo Valdeir parar, estranhando o que a garota disse com "tá show" tendo um boneco assassino, ou um maluco de serra elétrica no lugar -

- Você tem problema... - Falou o garoto olhando para loira e voltando a andar -

Os dois continuaram a descer e, agora, a luz do túnel era produzida por tochas de fogo azul que parecia bem perigoso se tentassem sequer encostar nele... o corredor acabou e finalmente os dois jovens chegaram ao destino... ele estavam numa sala toda tecnológica, com botões, fios e tudo mais e parecia que era uma cabine para controlar algo que podia-se ver no espelho, era uma espécie de máquina... ela tinha a forma de um triângulo invertido e tinha vários símbolos em volta de um circulo no meio do triangulo invertido.

- Mas.... Que lugar é esse? - Perguntou Valdeir olhando para a sala com surpresa estampada na sua face -

- Que maneiro! Parece muito com uma máquina que eu vi num desenho de mistérios! É igualzinha! Ei! Vamo ligar ela? - Perguntou Megan com um brilho nos olhos -

- Não - Gritou Valdeir - Isso deve ser perigoso, não sabemos o que é? - Ele falou olhando para a maquina -

- Vá lá... - Pediu a loira.

- Não... Temos que saber o que é essa coisa - Falou Valdeir andando até cabine vendo que tinha alguns livros acima deles, então ele pega um livro e começa a ler -.... Uma... Maquina do Tempo? -

- Que legal! Vamos ligar e ver as nossas versões futuras!!! Vai ser tipo aquele filme do garoto super inteligente que vai para o futuro, acho que era Família do Futuro, era esse o nome - Perguntou Megan -

- Era.... - Falou Valdeir ainda lendo o livro, então ele para em uma pagina e tira dali uma foto - Tia Maria.... - Ele falou olhando para a foto que tinha uma bela mulher de cabelos castanhos e olhos azuis - Era por você que o tio Baltazar criou essa maquina - Ele falou deixando Megan confusa -

- Huh? Como assim Valy? - Perguntou a garota –

- Tia Maria... Era a esposa do meu tio.... Ela morreu.... - Ele aperta a foto enquanto algumas lagrimas saiam dos seus olhos - Assassinada.... -

- Oh... d-desculpa Valdeir... não sabia... - Falou a loira, abraçando o moreno pelas pernas, já que era o único lugar onde realmente podia abraçar com a sua altura -

- Tudo bem.... - Ele falou enxugando as lagrimas - Ninguém sabe quem a matou..... E... Sem suspeitos... A policia cancelou o caso.... O meu tio deve ter criado essa maquina para poder voltar no tempo e impedir a morte dela - Explicou Valdeir olhando para a maquina -

- Mas... se as histórias de viagem no tempo forem verdadeiras, então... se ele impedir o assassinato da sua tia, ele nunca terá tido a idéia de construir essa máquina, isso faria um paradoxo no tempo... - Explicou Megan, parecia que ler tanta ficção afinal tinha ajudado no final das contas... -

- Tem razão... - Ele falou olhando para a maquina e depois para a foto - Mas o amor do meu tio... Foi mais forte - Ele falou sorrindo então olha pra maquina - Bom Megan, vamos vol... - Valdeir para de falar apos ver que a loira não estava do seu lado - Que? Megan? - Ele perguntou olhando pros lados a procura da loira até que ele ver a pequena mexendo no painel de controle da cabine -

- Mas acho que devemos arriscar... por amor qualquer coisa se justifica! - Gritou Megan, apertando um dos botões da máquina e ela se ligou, cada símbolo do seu buraco começara a brilhar e rodar, formando vários raios e, logo em seguida, um flash de luz intenso e constante no meio do buraco, indicando que Megan tinha ligado o aparelho -

- MEGAN!!! Desliga essa.... - Valdeir não pode completar a frase, pois no momento seguinte uma grande explosão aconteceu –

 

CONTINUA.... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...