História Aesthetic - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Exo, Fanfic, Kpop, Romance
Exibições 30
Palavras 1.214
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oe.
Tudo bem? Eu espero que sim.
Essa não é a minha primeira fanfic, mas é a primeira que eu tenho coragem de postar e, de uma certa maneira, é muito especial para mim. Eu escrevi esse capítulo com o meu coração, juro, e eu espero que vocês gostem :3

Capítulo 1 - I


A.es.the.te

(Adj) Alguém dotado de profunda sensibilidade à beleza da arte ou da natureza.

***

-Hyerin! - a garota soltou um suspiro ao ouvir Kim Chaemi chamar seu nome, mas não ergueu a cabeça para encarar a amiga, concentrada demais em sua criação para prestar atenção em qualquer outra coisa. Optou por ignorar completamente a presença da mais velha, mantendo os olhos fixos nos traços delicados que se entrelaçavam para formar a imagem incompleta, mas nítida o suficiente para que fosse identificável, do modelo escolhido para o desenho.

Um modelo bem familiar para Hyerin, por sinal. O mesmo que fora utilizado no desenho anterior, e no da semana passada, e em todas as imagens que ela rabiscara, fosse em seu caderno ou em qualquer superfície plana, ao longo do último mês.

Um modelo que ela sentia que jamais enjoaria de desenhar.

-É sério? Agora Park Chanyeol é mais importante que eu? - o questionamento indignado de Chaemi fez com que Hyerin bufasse, mas sem interromper os movimentos leves e ritmados da mão.

-Não, mas o desenvolvimento da minha arte é mais importante que o seu ressentimento sem sentido, Unnie.

-Eu não tenho um ressentimento, eu só não aprovo o fato que, de todos os meninos que estudam nessa gigantesca escola, você tem uma queda justo por esse. E pensar que você costumava ser tão inteligente.

Hyerin não sentiu vontade de responder à amiga. De fato, quis mandar que calasse a boca, cansada do constante julgamento. Largou o lápis sobre a mesa e finalmente ergueu o olhar, mas não para a sua amiga, e sim para o objeto de suas apreciação artística.

Do outro lado da sala de aula, sentado na cadeira mais perto da porta, Park Chanyeol exibia um grande sorriso arrogante, inclinando a cabeça para trás ao rir com seus amigos arrogantes, fazendo tudo isso de uma maneira muito… arrogante. Não obstante, a simetria presente em seus traços, combinada com o modo com o qual seu corpo reagia a quase todos os estímulos sensoriais do ambiente e a aparente espontaneidade de sua prepotência o tornavam muito único, muito atrativo para que Hyerin, uma artista apaixonada por coisas únicas e atrativas, não o notasse.

A culpa não era dela. Aquele garoto estava simplesmente pedindo para ser desenhado.

-Eu não tenho uma queda por ele. - respondeu a mais nova, por fim olhando para a amiga, que ocupava (oportunamente) a cadeira em frente à sua - Eu só acho ele muito… aesthetic.

Chaemi alterna o olhar entre a amiga e o alvo de sua fixação.

-Não, Hye. Ele não é aesthetic. Ele é só um babaca. Por que você não tem um crush no Baekhyun? O Baekhyun é fofo, e não é um babaca.

Hyerin segue o olhar da amiga para o garoto indicado, que costumeiramente ocupava o lugar ao lado do de Chanyeol. De fato, Baekhyun também era muito bonito, tão bonito e tão fofo que parecia uma garota; quando ele ria, era quase como se o sol tivesse invadido a sala, e Hyerin sempre foi uma pessoa noturna.

Por isso voltou a observar Chanyeol, que mesmo quando sorria, parecia, como Chaemi já havia constatado antes, um babaca. Como se o colégio todo fosse dele. Como se ele fosse um menino tão especial.

Como se fosse.

Porque, no fundo, ele provavelmente não era.

Era justamente essa fragilidade na aparência de criança mimada, essa possibilidade de tudo não passar de um grande truque de sombras para iludir os outros, que atraia tanto Hyerin. Aquele sorriso poderia ou não esconder alguma coisa, e o suspense, o “talvez ele seja mais do que isso”, era o que havia de tão intrigante sobre Park Chanyeol.

Chaemi não entendia que Hyerin não tinha um crush no garoto, e sim no que ele poderia ser, mas ela não esperava que sua amiga, ou que qualquer um, entendesse. Era quase mais do que ela mesma conseguia entender.

-O Baekhyun é legal. - foi a resposta desinteressada de Hyerin, sem vontade de explicar o porquê de Baekhyun não servir para ela.

-O Sehun, então? Ele também é alto. Ou o Luhan? Junmyeon?- Chaemi passava o olhar por todos os outros garotos na sala de aula, escaneando-os como se eles fossem modelos em um casting e ela, a designer, e estava se divertindo imensamente fazendo isso. - Olha só para todos os outros. Por que tem que ser o Chanyeol?

Hyerin revira os olhos para a amiga.

-O que você tem contra ele? Você nem mesmo o conhece.

Chaemi franziu o nariz de fada e desviou o olhar para as próprias mãos, que brincavam com as pontas dos cabelos tingidos de rosa pastel.

-Eu ouvi umas coisas, ok? O suficiente para saber que a regra número um do colégio não é o uso do uniforme, e sim “Não se envolva com Park Chanyeol a não ser que você queira que a sua vida mergulhe em um espiral de caos”.

Hyerin não conseguiu segurar uma risada.  

-Tudo bem, Chae. Isso foi bem específico.  

-Eu estudo com ele há bem mais tempo, acho que eu sei do que eu estou falando. - a menina mais velha agora olhava para Hyerin com os olhos muito sérios, nem mesmo um resquício da diversão anterior em sua expressão.  

Hyerin quis perguntar qual o motivo de toda aquela gravidade, mas Chaemi provavelmente não iria responder e ela não queria pressionar; depois do ano que passara, ela não estava realmente em condições de exigir respostas da amiga.

-Mas eu não gosto dele, Chae - Hyerin soltou uma risada leve. - Eu só acho ele…

-muito bonito. Eu sei. - A menina de cabelos rosa desviou os olhos da morena para fitar as próprias unhas - Mas eu sei como você é, Hye. E eu sei que enxerga arte em tudo, mas Chanyeol não é arte.

“Será?” pensou a menor, mas não falou nada,

Mais uma vez, talvez a centésima desde que a aula havia começado, Hyerin virou a cabeça para encarar Park Chanyeol, que ocupava o lugar mais longe do dela na mesma linha de carteiras. O professor havia entrado em sala, e agora toda a conversa havia morrido, inclusive a do grupo de meninos que rodeava o objeto de suas aspirações artísticas, o qual passou a fitar o quadro com aqueles olhos nebulosos, ilegíveis, uma das mãos batendo com a ponta do lápis na mesa e a outra apoiando o queixo, a linha da mandíbula e a concavidade de seu pescoço destacados pela maneira como a luz batia em sua pele. Os cabelos caiam em ondas escuras e -propositadamente- desgrenhadas sobre a testa e aquela mistura da aparência descuidada com a postura de aluno atento, aquele contraste, aquela possibilidade de conter um oceano revolto sob a fachada tranquila, fez a mão de Hyerin coçar para pegar seu lápis e registrar aquele momento de alguma forma.

Mas Chaemi estava certa; ela via arte em tudo, até onde não havia, e tal tendência já havia provado ser muito perigosa. Talvez ela realmente estivesse iludindo à si mesma em relação à Park Chanyeol. Talvez ela devesse tomar cuidado com suas obsessões, que poderiam até parecer inocentes no início, mas que poderiam resultar em um desastre, como ela mesma já havia constatado por experiências passadas.

Talvez Chanyeol não fosse arte.

Mas parecia muito.


Notas Finais


Chanyeol não é arte? Será? akjsuhau
Quero agradecer às pessoas que leram até aqui e queria saber se vocês gostaram, também :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...