História Afetar; Ruínas - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Stackson, Sterek, Stheo
Exibições 88
Palavras 1.893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Intrigas propositais; pedido, razão.


Fanfic / Fanfiction Afetar; Ruínas - Capítulo 5 - Intrigas propositais; pedido, razão.

Chapter Four — Intrigas propositais;  pedido,  razão.

Você desaparece. Você morre. Por que você não está mais aqui? A correnteza continua. E de alguma forma os sentimentos que tenho por você ressoam em minha mente a todo instante; enquanto tudo flui com leveza.

[...]

 — Coletânea Störningar

Duas semanas depois.

Em uma manhã de sábado, Stiles não poderia se encontrar tão cansado e exausto. 

— Eu nunca irei sair dessa cama.   

O lacrosse judiava de seu corpo, os professores por pensarem que estava retornando a ativa faziam questão de lhe enfiar trabalhos até o talo — pensando estarem ajudando o mesmo a recuperar as notas — e as aulas com Derek no contraturno faziam sua alma fugir de seu corpo, a força.  Somando tudo isso ao fato de que o ex-namorado de Lydia havia retornado para o colégio e fazia questão de enchê-lo vinte e quatro horas por dia, seu dia a dia não poderia estar mais cansativo, tornando-se um desafio de sobrevivência aturar tudo junto. 

Stiles suspirou e aconchegou-se em meio às cobertas, até que soaram batidas em sua porta, seu silêncio soou como permissão aos ouvidos do xerife que abriu a porta.  

— O Scott está aí pra te ver.    — avisou e deu as costas. 

O garoto riu. 

— Reaprendeu a bater na porta, agora?   — comentou sarcástico sabendo que o amigo poderia escutá-lo.  Levantou-se com dificuldades, mas tal esforço sequer foi necessário quando o lobisomem adentrou em seu quarto com devera pressa e abriu seu guarda-roupa, tirando roupa por roupa e as atirando no chão. 

— Meu Deus!  Onde é que estão as roupas limpas?  

Stiles arqueou as sobrancelhas. 

— Estão todas limpas... 

— Você por acaso já sentiu isso daqui?  — Scott indagou segurando uma camiseta que devido ao seu olfato apurado, estava fedendo.     O outro somente rolou os olhos com a pergunta idiota. 

— O que está fazendo, afinal?   

— Iremos sair, e a propósito estamos atrasados.   — afirmou e sorriu satisfeito ao encontrar vestes que, a seu ver, prestavam.  Entregou nas mãos do humano, uma bermuda jeans com bolsos nas laterais e de tom preto,     uma camiseta básica branca e sua xadrez costumeira. 

— Não quero sair.   — concluiu, voltando-se a sentar e jogando as roupas em qualquer canto do quarto.   Scott o encarou com cara feia, ou quase isso, Stiles cedeu e pegou as vestes, trocando-se em frente ao amigo.  — Onde vamos? 

Scott sorriu de canto. 

— A uma partida de lacrosse de universitários. 

 [...]

Havia cerca de quinze minutos que tinham chegado ao campus da universidade, e cinco minutos de que haviam descolado lugares em meio à torcida.

— Hey.  

Stiles não respondeu, olhou de Liam para Scott e de Scott para Liam com uma expressão de interrogação plantada em sua faceta. 

— Você não disse que ele viria.  

— Eu não te disse várias coisas.    — deu de ombros e voltou sua atenção a partida que teria início em minutos.  Stiles olhou para a asiática ao lado do namorado, e a ruiva que prestava mais atenção em seu celular do que no que ocorria a sua volta, suspirou dando-se por vencido: Scott não havia dito muitas coisas.

Quando o juiz assoprou o apito dando início à partida,     todos se focaram no campo aonde começou o embate entre duas equipes de lacrosse universitário muito conhecidas em Beacon Hills.    Uma partida assídua e tensa desde o primeiro minuto, o fato de Lydia ter deixado o celular — eventualmente os flertes — de lado significava que seria uma partida emocionante.  Conforme a torcida vibrava a cada ponto, Stiles sentia-se completamente de fora porque não conseguia se envolver; sua cabeça estava na lua. 

— Você realmente não gosta de mim, não é?

Stiles virou-se na direção de quem chamara sua atenção e deparou-se com um Liam pouco contente, de orelhas baixas, um sorriso fraco e um olhar triste e/ou chateado.  

— Eu...  — o garoto não tinha palavras para se expressar, tampouco responder o mais novo adequadamente. Encontrava-se completamente sem jeito diante aquela expressão tristonha e culpava-se por ser o motivo da mesma.  Nunca havia se passado por sua mente, que importava tanto para o lobo que o mesmo nutrisse um mínimo carinho e/ou afeto que fosse por si. 

Ele suspirou pesado. 

— Vou encar— Stiles o interrompeu, fazendo-o se calar de imediato. 

— Alguém que eu não gosto, com certeza é o Derek,     por você eu até consigo nutrir carinho...   Você faz uma expressão fofa quando fica bravo, e você passa a maior parte do tempo bravo.  — brincou e sorriu ao ver o outro fazer uma cara feia enorme e rosnar de ameaça, o que somente causou-lhe o riso.  Por outro lado, sabia que no fundo seu comentário havia alegrado o beta.

Ficaram em silêncio após isso, vibrando junto aos amigos e as torcidas a cada vez que um dos times marcava ponto. Quando a partida teve fim, declarando o time da casa como vencedor combinaram de ir ao estabelecimento mais próximo de fast-food que houvesse. 

— O que vão querer?   — a atendente perguntou ao grupo, antes que Stiles abrisse a boca para fazer seu pedido, Liam o interrompeu com pressa e esfomeado. 

— Um Whopper Duplo.   

Stiles arregalou os olhos. 

— Acompanhamento?  

Onion Rings, ah, vou querer um Stacker Triplo também, sem acompanhamento.   — sorriu lambendo os beiços.  A atendente entregou-lhe um número de espera assim que Liam pagou pelo seu lanche, Stiles aproximou-se para fazer o seu pedido.

— Um Cheeseburger Duplo com Bacon.    — pediu educadamente, recebendo um sorriso de resposta.

— Aquele seu amigo come bastante, não é?  

Ele riu baixo. 

— Sim.   — respondeu e tirou o dinheiro de sua carteira para pagar, pegou seu número e foi esperar junto a Liam. 

 Logo atrás de si, Lydia pediu uma salada simples enquanto Kira um Chicken Crisp e acompanhamento de batata frita, lanche que seu namorado fez questão de pagar.    Scott, por sua vez, esfomeado como Liam pediu um Mega Stacker 4.0 junto a um Big King com acompanhamento triplo: Onion Rings, Batata Frita e BK Chicken.   Assim que Liam e Stiles pegaram o seu lanche e escolheram os refrigerantes dirigiram-se a uma mesa no fundo do estabelecimento, em um canto mais afastado e silencioso.  

— Eu como bastante, né? 

Era uma pergunta retórica.

— Quem disse isso não fui eu, sabe...  — levantou os braços em redenção, Kira e Lydia sentaram-se a mesa junto a eles enquanto Scott ainda escolhia o seu refrigerante. 

— Não disse o quê? 

Stiles olhou para a ruiva e então para Scott que se aproximava carregando uma bandeja em mãos, curioso também. 

— O que está havendo?  — questionou. 

Liam — ignorando a tudo e todos — deu uma enorme mordida em seu hambúrguer, devorando-o quase que por completo, mas o apreciando em uma mastigada lenta.

— Nada não, é só que o au au aqui tem um apetite enorme.    — sorriu em deboche e sentiu o ar tornar-se mais tenso e pesado instantaneamente.

 Stiles pareceu satisfeito sabendo o que viria pela frente. Ele contava que Liam se levantasse em uma velocidade inimaginável e com força o suficiente para fazer com que tudo em cima da mesa se esparramasse e os hambúrgueres se desmanchassem, contava que o beta iria até si e justando por isso, puxou Scott para perto para que o mesmo fosse o seu escudo. De tudo, Stiles só não contava que Liam conseguisse passar por Scott e que quando chegasse até si o empurraria ao chão, ficando sobre seu corpo e assim o segurando pelo colarinho ameaçando socá-lo a qualquer instante. 

— Stiles!  — Lydia gritou preocupada chamando a atenção de todos que pareciam não ter notado o tumulto devido ao barulho. 

Scott massageou o lugar do soco e pediu para que tanto a namorada quando a ruiva se afastassem. 

— Liam, sai de cima dele!   — ordenou, mas Liam não lhe deu ouvidos, mas também não fez nada, parecia esperar que Stiles abrisse a maldita boca e vendo que o mesmo não faria — por conta do medo — desistiu.  

— Parece que você calou a boca.  

Stiles arfou conforme sentia o quanto Liam o pressionava. 

— Então o filho é mais poderoso que o pai?   Surpreendente, não?  Você me pegou de jeito peste.   — riu irônico, apesar do medo, não deixaria de ser sarcástico um minuto que fosse. 

Scott, Lydia e Kira observavam a cena atentos e preocupados de qualquer ação que o lobisomem tomasse contra Stiles. 

— Crianças deveriam saber o seu lugar...

— Cale a boca, cale a maldita boca!   — sacudiu-o com raiva. 

Stiles riu. 

— Não irá me machucar.   — afirmou. 

— Seu coração está batendo muito rápido, você está mentindo, sabe que eu posso te machucar.   — explicou com poucas palavras e suando de nervosismo. 

O humano segurou uma de sua mãos, acariciando-a.

— Você não irá.   — concluiu novamente e começou a levantar-se ignorando o peso do lobisomem em cima de si.   — Olhe para você, soltou meu colarinho e sequer se deu conta disso.  Você pode querer me machucar, mas não é isso que o seu lobo quer...   E se meu coração está batendo rápido, não é porque eu estou mentindo e sim porque sou um covarde. 

Liam encarou-o constrangido e então desviou o olhar para suas mãos, era verdade, havia soltado o colarinho de Stiles inconscientemente. 

— Parece que tudo ficou bem...   — Stiles ouviu Lydia comentar aliviada e então se levantou do chão. Direcionou o seu olhar para Liam, mas não o viu ao seu lado. 

— Está tudo bem, Stiles? 

Encarou a asiática, surpreso, mas assentiu com a cabeça perante sua pergunta, Scott veio até si um pouco irado. 

— Você ficou maluco?   Ele podia ter te machucado! — sacudiu-lhe os ombros tão irritado quanto Liam estava antes, mas Stiles sabia que era somente preocupação e se desculpava mentalmente por isso. 

Ele suspirou. 

— Só queria uma resposta...  — murmurou, olhou para os hambúrgueres e para a atendente que havia observado a cena aterrorizada e caminhou até ela com um sorriso entre lábios.  — Então, vou precisar de algo para levar os lanches para casa. 

Comida não seria desperdiçada.

—X—

Scott pegou carona para casa com a namorada — mas é certeza que o destino seria outro — Lydia voltou sozinha em seu carro e Stiles ficou a sós com seu jipe, recém-concertado já que Liam desde o incidente dentro do estabelecimento não dera quaisquer sinais de vida.

— Hmm...  Não pensei que fosse suicida. 

Stiles rolou os olhos diante o tom sacana, não houve necessidade de virar-se para ter uma noção de quem se tratava. 

— O que faz aqui Jackson?  — perguntou bastante nervoso e buscando pela chave do jipe no bolso; suas mãos tremiam, não queria ficar sozinho com alguém como o loiro. 

— Eu vim comer.  

— Você não tem cara de quem come em um lugar desses.   — soltou irônico e agradecendo aos céus por sua chave ter aparecido. Abriu a porta com pressa, mas não pôde abri-la assim que Jackson o encurralou contra o carro. 

— Não é esse tipo de comida.   — mordeu o beiço.

Stiles engoliu em seco. 

— Você também não tem cara de quem curte comer essa fruta, sabe?  — riu nervoso e com o olhar trêmulo.  Jackson analisou-o dos pés a cabeça com um olhar estúpido e então o liberou, mas permaneceu próximo. 

— Preciso de sua ajuda.   — pediu em hesitação. 

O humano arqueou as sobrancelhas. 

— Como?

— Eu não irei repetir... — rosnou. 

— Eu não entendi, é sério. 

— Seja minha ancora. 

Stiles tombou a cabeça para o lado sem compreender. 

— Que porra de pedido é esse?   — franziu o cenho, mas não obteve resposta.   Piscou algumas vezes para ter certeza de que era real só que se arrependeu disso em seguida quando o lobisomem desapareceu de sua vista o deixando com muitas perguntas em mente, mas que tardariam a serem respondidas.  


Notas Finais


Sobre esse capítulo: Não sei o quê dizer, peço perdão pela demora (tive meus motivos) e pelo resultado que em minha opinião, poderia ser bem melhor. Espero que tenham pegado a deixa, tamo aê.
Quem gostou >> favorite e deixe um comentário expondo sua opinião e/ou critica, não é obrigatório, mas ajuda a incentiva continuar escrevendo a fanfic.
Até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...