História Afficher - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), The GazettE
Personagens J-hope, Jungkook, Suga, Uruha, V
Tags Exibicionismo, Lemon, Menção Yoonseok, Pwp, Taeha, Taehyung, Uruha
Visualizações 141
Palavras 1.034
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Essa fanfic é um oferecimento "fetiches da Nitta"

Takashima Kouyou: Uruha. Guitarrista do the GazettE.

Ouçam ao som de Brasa - Jade

P.s.: as coxas na capa são do Uruha

Capítulo 1 - .único;


Fanfic / Fanfiction Afficher - Capítulo 1 - .único;

Eles haviam ido parar ali por estar trocando carícias a nível sexual no meio do pátio. Seriam dois dias de detenção, ficando duas horas após o fim das aulas.


Taehyung estava completamente entediado ali, olhando o inspetor do colégio assistir um anime qualquer invés de realmente inspecionar os infratores. Além de si e seu namorado, haviam mais dois garotos, Yoongi que havia ameaçado tacar fogo no cabelo de uma garota que secava seu alfa que também estava ali, Hoseok havia atiçado Yoongi para realmente atear fogo na menina. Além dos quatro tinha um garoto ômega, Jeongguk, dormindo no fundo da sala, ele estava ali pelo mesmo motivo; dormir.


‒ Isso aqui é tão chato, Tae. ‒ O loiro disse, estava bastante entediado.


‒ A culpa é sua sabia? Foi você quem me provocou Kouyou. ‒ O alfa respondeu, ele tinha um sorriso debochado no rosto. ‒ Se você não ficasse me mostrando essas coxas a gente não estaria aqui. ‒ Enquanto falava ele tocava a coxa farta do outro, que apenas olhou em seus olhos, cheio de malícia. ‒ Que olhar é esse, Takashima?


O loiro sorriu, puxou a mesa para mais perto e sem encarar o mais novo escorregou sua mão para dentro da calça alheia. Taehyung segurou a respiração, seu namorado não era a pessoa mais normal do mundo. Kouyou começou devagarinho, acariciando a glande enquanto sentia o membro do ruivo enrijecer entre seus dedos, quando notou que ele estava totalmente duro o tirou para fora. Aproximou-se do Kim e encostou seus lábio de coração na cartilagem da orelha do mais novo.


‒ Eu queria te chupar, Taetae. ‒ Sussurrou com a voz manhosa. O ômega sabia como aquilo mexia com Taehyung, o loiro se afastou um pouco e notou o brilho alaranjado nos olhos do ruivo, ele ficava bonito daquele jeito.


Voltou a mexer sua mão enquanto o Kim olhava em seus olhos, Kouyou fazia questão de beijar o pescoço do alfa para atiçá-lo ainda mais. Os dedos longos e finos do loiro estavam quentes e provocavam Taehyung que já nem se dava conta de que estavam em uma sala de aula, com outros alunos e o inspetor ‒ mesmo que este último seja um beta velho e sem olfato.


‒ Senta aqui. ‒ O alfa mandou, usava voz de comando pela excitação, e Kouyou não pensou um segundo antes de obedecer. ‒ Nunca fiquei tão contente por você usar saia. ‒ Comentou malicioso, dando um jeito de abaixar o tecido da peça íntima do ômega. Não foi preciso muito para Kouyou morder o lábio sentindo o indixado de Taehyung deslizar por sua entrada, colhendo o lubrificante natural dali. ‒ Mas já está assim bebê?


O Takashima ergueu o quadril, descendo lentamente assim que sentiu a glânde do alfa tocá-lo. A posição fazia ser obrigatório o alfa ir bem fundo no interior do loiro, o que obrigava Kouyou a se controlar muito para não gritar de prazer.


“Vadia, louca, depravada
Te quero na cama, na rua
No carro, na escada
Lambe, esfria
Bate, esquenta
Eu quero, agora aguenta”


O tecido da saia rodada e preta os cobria, mas quem quisesse ver notada como Takashima rebolava e gemia baixinho, na verdade era impossível esconder o cheiro excitado que os lobos exalavam. Taehyung segurou o quadril do ômega com força, fazendo-o se mover com mais força sobre seu membro, estava tão duro dentro do outro que parecia que quebraria. Definitivamente, era muito gostoso foder o loiro em público.


‒ Tae… ‒ Kouyou sussurrou, as mãos estavam agarradas nas bordas da mesa, as unhas arranhando a madeira. Não conseguiu reprimir o gemido mais alto quando sentiu o outro tocá-lo ao ponto de socar com força sua próstata. O casal do outro lado da sala já havia notado o que acontecia, e Yoongi mantinha uma careta toda vez que olhava para o namorado e o via encarando os outros dois, desejoso e literalmente excitado.


O loiro tentou se mexer e o alfa rosnou, não tinha como fazer outro movimento além do que já faziam, estavam numa cadeira afinal.


‒ Continua com essa cara e essa excitação toda, que você nunca mais toca em mim! ‒ Yoongi sussurrou, e o alfa ergueu as mãos para o alto, se rendendo. ‒ Como esse velho não notou aqueles dois acasalando aqui?


‒ É um velho sem olfato. ‒ Hoseok respondeu. ‒ Agora cala a boca, vai que ele resolve aumentar nossa “pena”.


Enquanto isso, as presas de Taehyung arranhavam a pele do pescoço de Kouyou enquanto ele se concentrava em atingir o orgasmo. Ele sempre se descontrolava quando Kouyou o provocava, então suas garras afiadas já machucavam a pele branquinha, Takashima já estava acostumado com aquilo, na verdade ele adorava aquilo. Também gostava de sentir o olhar dos outros enquanto rebolava com vontade sobre seu alfa. Os olhos dourados se fixaram em Yoongi do outro lado, que arregalou os próprios quando Kouyou sorriu lascivo para si.


A mão do alfa adentrou por debaixo da saia e alcançou o membro duro e molhado do ômega, sentia que gozaria em breve e não poderia deixar seu ômega negligenciado daquela forma. Kouyou gemeu mais alto, sem tirar os olhos do Min, que ainda encarava, engolindo em seco à cada segundo. Os olhos brilharam azuis enquanto sentia seu corpo ficar mais leve, o orgasmo o atingindo rudemente e fazendo-o encostar a cabeça na mesa, a saia já era, estava completamente molhada. Continuou rebolando após se recuperar, jogou a cabeça para trás, no ombro do ruivo, sentiu a mão esquerda do alfa circular seu pescoço e mordeu o lábio inferior.


O nó fechou forte no interior do ômega e ele se remexeu, tendo o pescoço apertado pelo alfa.


‒ Começou, agora aguenta. ‒ Taehyung sussurrou rouco, em seguida o inspetor falou baixo, que os alunos estavam dispensados do castigo e saiu pela porta. ‒ Parece que vamos ficar mais um tempinho aqui, hun?


Taehyung riu, um pouco nervoso, seria ótimo se aquele nó se desfizesse logo. Viu Hoseok puxar Yoongi para fora da sala, e Jeongguk finalmente acordar e se retirar. E se passaram alguns minutos, e eles ainda estavam presos pelo nó.


‒ Taehyung, por que esse maldito nó não solta? ‒ Perguntou nervoso, o ômega.


‒ Então, amor...


Notas Finais


Opa, TaeTae vai ser papai.
Edit: No MEU universo abo, quando o nó demora mais que o normal é pq o ômega estava fértil e foi fecundado, logo, filhote a caminho.

Xau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...